Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Escritora gaúcha lança livro para chocar e alertar

Quinta, 3/11/2016 9:41.

A literatura, cada vez mais, passa de uma simples história contada para ser foco de informações entremeadas em contextos literários. Abordam-se os mais diferentes assuntos e biografias com fatos reais, dados históricos e pormenores de crimes e fatos sinistros são agora alvo dos mais diversos enredos.

Frente a popularização da criminologia, que desperta uma curiosidade preventiva na população de forma geral, livros sobre serial killers e crimes horrendos estampam as prateleiras das livrarias.

E editoras como a DarkSide Books apostam nesses livros e o sucesso é imediato. A população não quer mais apenas ver a história no jornal, detalhes e mais fatos são agora anseios dos leitores.

E nesse cenário, surgem novos livros que prometem se destacar na literatura brasileira, como é o caso do livro Diário de uma Escrava, da escritora gaúcha Rô Mierling.

Sequestro, estupro, mortes detalhadas, o sofrimento de quem passa pela Síndrome de Estolcomo – esses são componentes do enredo de Diário de uma Escrava, que conta em pormenores o dia a dia de uma menina sequestrada por um predador sexual que faz dela refém do medo, do terror, da solidão e da sombra da morte.

Esse livro nos faz pensar quantas meninas nesse exato momento estão passando por situação similar, no Brasil e no mundo? E a resposta vem de pesquisas midiáticas: milhares, centenas de milhares. Sequestros, desaparecimentos, corpos jogados em áreas desertas, vidas descartadas como lixo. É uma realidade brutal e cruel, mas também é um assunto que não pode mais ficar silenciado.

O livro de Rô Mierling, conta em formato de ficção, com um enredo tenso e feroz, o que acontece quando uma menina sai de casa e nunca mais se tem notícias dela. O que uma mente doentia e deturbada por fetiches de um sexo violento pode fazer quando encontra vidas inocentes em seu caminho?

Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado em formato digital em 2015, o livro Diário de uma Escrava obteve mais de um milhão e meio de leituras com impacto fuminante na vida de seus leitores.

A autora trás no livro uma pesquisa de mais de dois anos, finalizando o livro com análise de casos reais, e uma lista dos livros e artigos consultados para a criação desse enredo.

Sobre a autora

Rô Mierling é gaúcha, escritora, tem mais de dez livros publicados, mais de 30 antologias organizadas, sempre destacando o lado sombrio da sociedade, focando-se na literatura que adverte e esclarece, porque para ela a vida é mais do que “flores e morangos”.

Diário de uma escrava será lançado pela editora DarkSide Books em novembro desse ano, estando à disposição dos leitores nas melhores livrarias do Brasil.

Fonte: Rô Mierling

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Escritora gaúcha lança livro para chocar e alertar

Quinta, 3/11/2016 9:41.

A literatura, cada vez mais, passa de uma simples história contada para ser foco de informações entremeadas em contextos literários. Abordam-se os mais diferentes assuntos e biografias com fatos reais, dados históricos e pormenores de crimes e fatos sinistros são agora alvo dos mais diversos enredos.

Frente a popularização da criminologia, que desperta uma curiosidade preventiva na população de forma geral, livros sobre serial killers e crimes horrendos estampam as prateleiras das livrarias.

E editoras como a DarkSide Books apostam nesses livros e o sucesso é imediato. A população não quer mais apenas ver a história no jornal, detalhes e mais fatos são agora anseios dos leitores.

E nesse cenário, surgem novos livros que prometem se destacar na literatura brasileira, como é o caso do livro Diário de uma Escrava, da escritora gaúcha Rô Mierling.

Sequestro, estupro, mortes detalhadas, o sofrimento de quem passa pela Síndrome de Estolcomo – esses são componentes do enredo de Diário de uma Escrava, que conta em pormenores o dia a dia de uma menina sequestrada por um predador sexual que faz dela refém do medo, do terror, da solidão e da sombra da morte.

Esse livro nos faz pensar quantas meninas nesse exato momento estão passando por situação similar, no Brasil e no mundo? E a resposta vem de pesquisas midiáticas: milhares, centenas de milhares. Sequestros, desaparecimentos, corpos jogados em áreas desertas, vidas descartadas como lixo. É uma realidade brutal e cruel, mas também é um assunto que não pode mais ficar silenciado.

O livro de Rô Mierling, conta em formato de ficção, com um enredo tenso e feroz, o que acontece quando uma menina sai de casa e nunca mais se tem notícias dela. O que uma mente doentia e deturbada por fetiches de um sexo violento pode fazer quando encontra vidas inocentes em seu caminho?

Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado em formato digital em 2015, o livro Diário de uma Escrava obteve mais de um milhão e meio de leituras com impacto fuminante na vida de seus leitores.

A autora trás no livro uma pesquisa de mais de dois anos, finalizando o livro com análise de casos reais, e uma lista dos livros e artigos consultados para a criação desse enredo.

Sobre a autora

Rô Mierling é gaúcha, escritora, tem mais de dez livros publicados, mais de 30 antologias organizadas, sempre destacando o lado sombrio da sociedade, focando-se na literatura que adverte e esclarece, porque para ela a vida é mais do que “flores e morangos”.

Diário de uma escrava será lançado pela editora DarkSide Books em novembro desse ano, estando à disposição dos leitores nas melhores livrarias do Brasil.

Fonte: Rô Mierling

Publicidade

Publicidade