Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Colunistas
Os mortos são o preço que pagamos por ter votado errado

Para livrar o Brasil do PT não era preciso eleger um beócio

Sábado, 16/5/2020 10:30.
Reprodução

Publicidade

CAPITÃO PATETA
O Brasil nesta sexta-feira já quase chegou às 15 mil mortes por covid-19 e sem que se escute do Presidente da República qualquer projeto minimamente responsável. Precisamos de um líder, mas temos um pateta comandando o país. As atitudes de Bolsonaro se resumiram à demissão de dois ministros da saúde em um mês e à defesa charlatã da cloroquina, remédio que os cientistas dizem que não é adequado para a doença.

CAPITÃO PATETA 2
Jair Bolsonaro é apontado, dentre os líderes mundiais, como o que pior conduziu a crise de saúde pública; as suas atitudes causam espanto e repulsa ao redor do planeta. Ele é visto como um idiota perigoso, um Idi Amin Dada dos trópicos. Por isso ainda estamos longe de sair do buraco e ter um rumo, muita gente vai morrer e a economia continuará respirando pelo tubo.

CAPITÃO PATETA 3
Trechos dessa reunião ministerial que vieram a público, mostram o tamanho do equívoco de quem elegeu esse sujeito. Para livrar o Brasil do PT havia outras 11 opções, das quais pelo menos seis (Álvaro Dias; Ciro Gomes; Geraldo Alckmin; Henrique Meirelles; João Amoêdo e Marina Silva) possuem currículo superior ao de Bolsonaro, um paraquedista formado em educação física, que nunca ocupou um cargo empresarial, nunca administrou nada na iniciativa privada.

BOM NEGÓCIO EM VISTA
Um dos melhores negócios do planeta é mexer com ponte em Florianópolis. Aquela de ferro garantiu a viagem anual à Europa de muita gente e a boa notícia agora, para eles, é que as duas de concreto, Pedro Ivo e Colombo Salles, precisam de manutenção “urgente para não cair”.

BOM NEGÓCIO EM VISTA
Trinta anos atrás Miguel Orofino, engenheiro responsável pela construção da ponte Pedro Ivo, foi acusado de desviar 27 milhões de dólares na obra. Minhas nove leitoras lembram que ele fugiu para a Europa com a secretária, ficou por lá vários anos, mas acabou preso e puxou três anos e pouco de cadeia.

MUDOU
Quando administrado pelo governo federal, o aeroporto de Florianópolis era apontado em pesquisas entre passageiros com um dos piores do Brasil. Entregue à administração estrangeira, passou a ser considerado o melhor.

MUDANDO

Parte da Estrada da Rainha ficou parada vários anos, apesar da atual administração, antes mesmo de assumir, ter feito planos para aquele local. Agora, como pode ser visto na foto que Gil K. tirou nessa manhã, resolveram dar uma melhorada.

MUDANDO 2
Todos com mais de 17 anos de praia lembram que aquela estrada era de terra, passava em frente ao hotel da Ceval e levava ao baixo meretrício da Praia Brava. O ex-prefeito Spernau, em minha suspeita opinião, o melhor que a cidade teve, fez a ponte sobre o Marambaia e pavimentou a estrada.

MUDANDO 3
Mais tarde, já no governo Piriquito, três empresas privadas duplicaram a Estrada, uma obra que gerou bastante discussão. É este trecho duplicado que ficou lá, sem uso, que o prefeito vai reurbanizar.

MUDANDO 4
Alguém já disse que a solução para o Brasil é eleição todo ano. O atual prefeito, na maior parte do seu mandato, andou sempre cheio de ideias que não saíram do papel ou saíram aos trancos e barrancos. Agora, ano da eleição, tirou algumas obras da gaveta que tendem a lhe garantir a reeleição.

MUDANDO 5
Em 2003, com pouco dinheiro, Spernau fez a ponte do Marambaia, asfaltou a complicada Estrada da Rainha e implantou ali na barra norte a praça Mussolini Cechinel, uma das mais agradáveis e organizadas de Balneário Camboriú. Na praça tem uma senhora, oriental, que frita pasteizinhos da hora.

CASOS NÃO IMPORTA
Na pandemia de covid-19 no Brasil, o que menos interessa é a quantidade de casos confirmados, pois é um número que não indica nada, talvez no máximo nossa incapacidade de cuidar da saúde da população.

CASOS NÃO IMPORTA 2
O correto era testar todos os habitantes, mas a falta de recursos e a rápida escalada da doença impediram isso. Agora, só dois números realmente importam: quantos estão doentes a ponto de precisar de hospital e o número de leitos de UTI ainda disponíveis.

VAI BEM
Santa Catarina vai bem, estamos com apenas 27% dos leitos públicos de UTI para covid-19 ocupados. E sem a mutreta, tentada mas não concretizada, de hospital de campanha a preço de ouro.

EVALDO E PIRIQUITO
Pelo andar da coisa, olhando assim de longe, tende a se criar a chapa Piriquito + Evaldo para a eleição a prefeito. Então teria essa; a do Fabrício e seu vice neobozoterraplanista e, buscando espaço, Auri Pavoni e Ney Clivati.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução

Os mortos são o preço que pagamos por ter votado errado

Para livrar o Brasil do PT não era preciso eleger um beócio

Publicidade

Sábado, 16/5/2020 10:30.

CAPITÃO PATETA
O Brasil nesta sexta-feira já quase chegou às 15 mil mortes por covid-19 e sem que se escute do Presidente da República qualquer projeto minimamente responsável. Precisamos de um líder, mas temos um pateta comandando o país. As atitudes de Bolsonaro se resumiram à demissão de dois ministros da saúde em um mês e à defesa charlatã da cloroquina, remédio que os cientistas dizem que não é adequado para a doença.

CAPITÃO PATETA 2
Jair Bolsonaro é apontado, dentre os líderes mundiais, como o que pior conduziu a crise de saúde pública; as suas atitudes causam espanto e repulsa ao redor do planeta. Ele é visto como um idiota perigoso, um Idi Amin Dada dos trópicos. Por isso ainda estamos longe de sair do buraco e ter um rumo, muita gente vai morrer e a economia continuará respirando pelo tubo.

CAPITÃO PATETA 3
Trechos dessa reunião ministerial que vieram a público, mostram o tamanho do equívoco de quem elegeu esse sujeito. Para livrar o Brasil do PT havia outras 11 opções, das quais pelo menos seis (Álvaro Dias; Ciro Gomes; Geraldo Alckmin; Henrique Meirelles; João Amoêdo e Marina Silva) possuem currículo superior ao de Bolsonaro, um paraquedista formado em educação física, que nunca ocupou um cargo empresarial, nunca administrou nada na iniciativa privada.

BOM NEGÓCIO EM VISTA
Um dos melhores negócios do planeta é mexer com ponte em Florianópolis. Aquela de ferro garantiu a viagem anual à Europa de muita gente e a boa notícia agora, para eles, é que as duas de concreto, Pedro Ivo e Colombo Salles, precisam de manutenção “urgente para não cair”.

BOM NEGÓCIO EM VISTA
Trinta anos atrás Miguel Orofino, engenheiro responsável pela construção da ponte Pedro Ivo, foi acusado de desviar 27 milhões de dólares na obra. Minhas nove leitoras lembram que ele fugiu para a Europa com a secretária, ficou por lá vários anos, mas acabou preso e puxou três anos e pouco de cadeia.

MUDOU
Quando administrado pelo governo federal, o aeroporto de Florianópolis era apontado em pesquisas entre passageiros com um dos piores do Brasil. Entregue à administração estrangeira, passou a ser considerado o melhor.

MUDANDO

Parte da Estrada da Rainha ficou parada vários anos, apesar da atual administração, antes mesmo de assumir, ter feito planos para aquele local. Agora, como pode ser visto na foto que Gil K. tirou nessa manhã, resolveram dar uma melhorada.

MUDANDO 2
Todos com mais de 17 anos de praia lembram que aquela estrada era de terra, passava em frente ao hotel da Ceval e levava ao baixo meretrício da Praia Brava. O ex-prefeito Spernau, em minha suspeita opinião, o melhor que a cidade teve, fez a ponte sobre o Marambaia e pavimentou a estrada.

MUDANDO 3
Mais tarde, já no governo Piriquito, três empresas privadas duplicaram a Estrada, uma obra que gerou bastante discussão. É este trecho duplicado que ficou lá, sem uso, que o prefeito vai reurbanizar.

MUDANDO 4
Alguém já disse que a solução para o Brasil é eleição todo ano. O atual prefeito, na maior parte do seu mandato, andou sempre cheio de ideias que não saíram do papel ou saíram aos trancos e barrancos. Agora, ano da eleição, tirou algumas obras da gaveta que tendem a lhe garantir a reeleição.

MUDANDO 5
Em 2003, com pouco dinheiro, Spernau fez a ponte do Marambaia, asfaltou a complicada Estrada da Rainha e implantou ali na barra norte a praça Mussolini Cechinel, uma das mais agradáveis e organizadas de Balneário Camboriú. Na praça tem uma senhora, oriental, que frita pasteizinhos da hora.

CASOS NÃO IMPORTA
Na pandemia de covid-19 no Brasil, o que menos interessa é a quantidade de casos confirmados, pois é um número que não indica nada, talvez no máximo nossa incapacidade de cuidar da saúde da população.

CASOS NÃO IMPORTA 2
O correto era testar todos os habitantes, mas a falta de recursos e a rápida escalada da doença impediram isso. Agora, só dois números realmente importam: quantos estão doentes a ponto de precisar de hospital e o número de leitos de UTI ainda disponíveis.

VAI BEM
Santa Catarina vai bem, estamos com apenas 27% dos leitos públicos de UTI para covid-19 ocupados. E sem a mutreta, tentada mas não concretizada, de hospital de campanha a preço de ouro.

EVALDO E PIRIQUITO
Pelo andar da coisa, olhando assim de longe, tende a se criar a chapa Piriquito + Evaldo para a eleição a prefeito. Então teria essa; a do Fabrício e seu vice neobozoterraplanista e, buscando espaço, Auri Pavoni e Ney Clivati.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade