Jornal Página 3
Coluna
Viagens & Turismo
Por Marcos Vinicios Pagelkopf

Turismo local e regional é a bola da vez

Olá meus amigos,

Meu ponto de partida após a pandemia será iniciar as atividades turísticas apresentando aos morados da minha cidade as atrações locais e regionais, temos que dar preferência ao turismo da nossa cidade e da vizinhança. Exemplo para quem mora aqui em Balneário Camboriú é almoçar em um dos restaurantes na praia de Laranjeiras ou da Av. Atlântica, caminhar nas trilhas do parque Unipraias, dar uma de turista mesmo, refletir uns minutos contemplando as maravilhosas vistas nos mirantes que tem na interpraias, tomar uma deliciosa caipirinha, e porque não dormir uma noite ou passar um fim de semana em uma das belas pousadas que temos nas praias agrestes de Balneário Camboriú?

Conhecer com olhar de turistas o que se pensava que já conhecia, ir na praia de Taquaras e comprar peixe direto dos pescadores, visitar aqui bem perto da praia as atrações rurais, temos quem faz farinha de mandioca, conversar com um dos últimos artesões que constrói carros de boi, sentir o sabor e o cheiro da colonia, tomar um caldo de cana com pastel ou até mesmo saborear de um delicioso café camargo. Tudo isso na região rural da cidade de Camboriú.

Visitar propriedades rurais de Camboriú, degustar dos bons vinhos nas vinícolas de Nova Trento e beber nas cervejarias artesanais que tem em Itajaí são outras atrações bem regionais, Nesse roteiro tem famílias que atendem aos visitantes, com um pouco de planejamento e custos baixos você visita uma cervejaria ou um parque, almoça em um restaurante na praia e toma um café da tarde na roça ou almoça em um sitito, visita uma vinícola e vê o por do sol no litoral, tudo isso em um só dia.

Agora a dica é reservar para você e para sua família um ou mais dias de atrações pois a vida é muito rápida e não guardamos nada além de lembranças e emoções, já que estamos no inicio do frio opções não irão faltar.

A sugestão é conhecer o que temos aqui pertinho de nossas casas, fazer o turismo e a economia girar perto de nós, são varias ações que teremos que rever e fazer apos a pandemia, gastar no comercio local é uma delas .  

Venha fazer turismo na sua região você irá ver que é sensacional.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 27/05/2020 às 16h31 | mvpagelkopf@gmail.com

Rever a forma de atender

Uma dica para o retorno às atividades turísticas é o turismo personalizado, pois a crise que a pandemia trouxe no setor irá nos obrigar a rever a forma de recepcionar, de guiar, de atender e vender as atrações. Desde 2013 muitos turistas já vem buscando uma viagem mais exclusiva, sem passeios cronometrados e roteiros corridos, buscam experiências e contato com os moradores e sua cultura e agora com a pandemia essa forma de fazer turismo ganhará uma proporção maior. A tendência será cada vez mais voltada para o turismo de experiencias e personalizado, dando qualidade na viagem.

Os fatores importantes para o sucesso de uma viagem personalizada são as experiências que a agência tem para oferecer no roteiro, o guia preparado para ser anfitrião nesse novo conceito de serviço de guiamento com experiencias e com número reduzido de participantes ou até mesmo no atendimento exclusivo e individual. A agência deverá conhecer o destino a ser visitado, as experiências a serem oferecidas, os conceitos culturais, distâncias entre outros fatores. Além disso, a organização cuidadosa entre os envolvidos é o diferencial para que o turista não tenha que se preocupar com detalhes. O anfitrião "guia personalizado" tem papel fundamental no resultado dos serviços conhecendo bem do local onde será visitado, entender o idioma do turista, conhecer da cultura onde serão apresentadas as experiências, as atrações e as histórias.
A tendência no turismo personalizado não se trata apenas de passeios guiados com pequenos grupos, mas de todos os serviços organizados para a chegada e estadia de um ou mais turista, essa é uma ótima opção para quem busca um serviço exclusivo e de qualidade. O importante é o aproveitamento do tempo do visitante e as experiências.
 
É na crise que se cresce.
Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 24/04/2020 às 18h21 | mvpagelkopf@gmail.com

Sugestão para depois da quarentena

Olá amigos.

Uma sugestão de lazer, experiências e fé para quando tudo isso passar é conhecer a rota Turística Caminhos de Santa Paulina via Caetés em Camboriú, roteiro que hoje é reconhecido pelo governo do estado de Santa Catarina como rota de peregrinação e turística.

Minha dica é programar a saída defronte a fazenda Caetés, no local tem uma gruta em homenagem a Santa Paulina, seguindo 7 km tem a propriedade do senhor Joel onde toma-se um café a moda rural para repor as energias, 9 km a frente sugiro almoçar com a família Bianchezzi, ali tudo que é servido vem de suas produções, a Claudete e a Jucelia preparam pratos italianos, galinha caipira com polenta e mandioca, macarrão caseiro com salada direto da horta para a mesa, que são servidos no galpão onde a família de agricultores relatam sua trajetória na região de Tijucas. 

Depois de almoçar e passar momentos únicos junto aos Bianchezzi, 7 km a frente a opção é hospedar-se na pousada Bixo do Mato administrada pela Mara e pela Mari que é chefe de cozinha, elas tem o maior prazer em acolher e apresentar as delicias gastronômicas que fazem você esquecer o cansaço, esse é o momento para recordar o quão emocionante foi o seu dia. A pousada é equipada com quartos e suítes, todos com ar condicionados, roupas de cama e café da manhã. O café é servido logo cedo para seguir a caminhada.

Perto do meio dia, do segundo dia, chega-se na propriedade da dona Maria, ela e os filhos recebem os peregrinos com um carinho tão especial que não tem como esquecer esse momento, além de servir frutas frescas colhidas de seus pomares o aconchego e a carisma faz com que você sinta que faz parte de sua família.

O almoço do segundo dia é mais complicado, eu indico reservar com dona Claudete para que ela sirva em horário e local combinados.

Quase no final da caminhada chega-se no Bairro Tirol já em Nova Trento, as placas indicam o inicio da trilha que vai levar ao fundo do Santuário, Nesses últimos quilômetros você poderá degustar do melhor vinho colonial da região fabricado no porão da casa do senhor Atílio Visintainer, sobrinho da Santa Paulina.

A Secretaria de Turismo de Nova Trento em parceria com o Santuário fornece um certificado para quem completar a caminhada.

Informações de contatos para reservas, carro de apoio passo no blog euqueroirnessa.com .

Momentos de fé, determinação e experiencias para que depois do que estamos passando com essa onda do COVID 19 possamos relaxar.

Programem-se e venham viver momentos únicos em Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 24/03/2020 às 11h21 | mvpagelkopf@gmail.com

Santa Catarina para os blogueiros

Olá meus amigos.

Outro dia recepcionei mais um casal de blogueiros aqui no Chalé e as boas vindas foram com degustações de frutos do mar, ostras ao natural e ao bafo, mexilhões a vinagrete e camarão ao alho e óleo.O que marcou o paladar foi o buzio ao bafo e uma receita que aprendi na Armação da Piedade com um pescador, siri frito, sabores que envolvem experiencias e culturas.
 

No Vale Europeu apresento o lado cultural e gastronômico, na serra emoções e adrenalina e no litoral atrações históricas ecológicas. Sempre indico o que ver, onde ir, o que fazer e onde dormir nos roteiros.

Eles relatam suas experiencias, o que viveram, as acomodações e atrações, vejo isso como uma ferramenta espetacular para as divulgações. Já atendi vários, a família Mochilão Busca Pé, o casal do canal Conexão SC, o Pé e Patas na Estrada e Nós e Ela sem Fronteiras.

Esse casal Nós e Ela sem Fronteiras (ela professora e ele auxiliar administrativo), deixaram tudo para trás após descobrirem uma doença que mudou a forma de viver e ver a vida. Essa historia você pode acompanhar no blogue e no canal do youtube deles. Resumindo, eles compraram uma kombi e a transformaram em seu lar itinerante e as experiencias do que viverão em Santa Catarina irão postar em suas redes sociais.

Para os pequenos empreendedores do turismo esse tipo de ação torna-se uma forma eficaz de publicidade e renovação de imagens que é muito importante no mundo virtual.

Programem-se vocês também e venham conhecer Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 28/02/2020 às 14h34 | mvpagelkopf@gmail.com

Turismo em ambiente rural e religioso

Olá meus amigos.

Busco sempre apresentar novas atrações turísticas que temos próximas a Balneário Camboriú, e na cidade de Camboriú estamos preparando junto a Sectur com o apoio da diretora de turismo, Karla Camargo, os últimos detalhes para que o Braddock um REO 35 (Caminhão Militar americano) atue na missão de levar com segurança os turistas que desejam conhecer o Caminhos de Santa Paulina que liga Camboriú a Nova Trento. São 64 km de muitas emoções, sabores e fé.

O caminhão militar tem capacidade para levar até 20 passageiros, essa opção é para quem não quer ou não pode caminhar. As paradas serão em propriedades rurais, sítios, fazendas e vinícolas coloniais centenárias que estão localizadas no interior da cidade de Nova Trento, tudo isso com uma pitada de adrenalina e deliciosa gastronomia regada a vinhos.

As saídas serão realizadas semanalmente aos sábados e domingos.

Nesse roteiro a gastronomia é uma das atrações, pois o almoço e o café da tarde são servidos nas casas dos agricultores, os produtos são orgânicos e coloniais com sabor que só o legitimo fogão a lenha da colonia proporciona.

Mais uma propriedade em Camboriú estará abrindo as portas para atender os turistas e visitantes no Caminhos de Santa Paulina.

Outro passeio que o 6x6 realizará será visita nas praias de Itajaí. Programem-se e venham viver momentos marcantes em Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 04/02/2020 às 11h24 | mvpagelkopf@gmail.com

O relato da visita dos blogueiros Pés e Patas na Estrada.

Olá meus amigos, vejam o relato da visita dos blogueiros Pés e Patas na Estrada.

"O Caminhos do Alto Vale é oficialmente uma região turística de Santa Catarina desde 2016, já que antes a maioria das cidades integrava a região do Vale Europeu. Hoje, com 28 municípios o Alto Vale oferece um ecoturismo repleto de trilhas, cachoeiras e aventura, além de rotas de cicloturismo e roteiros culturais e gastronômicos. 

A proximidade das cidades e a forma como os roteiros entre elas se complementa faz da região um destino muito especial para quem gosta de natureza e de experienciar ao mesmo tempo aventura e sossego. Em dezembro deste ano nós tivemos a oportunidade de conhecer um pouco da região com um roteiro incrivelmente elaborado pelo Marcos aqui do Página 3. Foram quatro dias intensos no alto vale que nos deixou admirados com as belezas e com aquele gostinho de quero mais.

Nossas principais paradas foram nas cidades de Presidente Getúlio e Ibirama, onde pudemos conhecer um pouco mais das cachoeiras e praticar atividades de aventura como voo livre, rafting e tirolesa.

Além disso tivemos a oportunidade de descansar em uma pousada muito tranquila e aconchegante, o Sítio Sellin, que oferece hospedagem através da plataforma do AIRBNB e foi uma parada estratégica para repor as energias, nos desconectar um pouco e só curtir o local.

Outra parada relaxante foi no Recantos da Natureza, em Witmarsum. Um espaço simples e aconchegante, que nos fez lembrar da casa das nossas avós, com uma recepção calorosa e familiar. A propriedade faz parte da Acolhida na Colônia e proporciona vivências do dia a dia no campo.

Esses dias nos lembraram como o turismo em Santa Catarina é rico e diverso, indo muito além das nossas belas praias.

Trouxe também a importância de apoiar e fomentar a economia criativa catarinense que cuida e preserva nossas riquezas, movimenta nossas cidades e proporciona experiências inesquecíveis aos visitantes!"

Essa visita foi programada para você conhecer parte do Caminhos do Alto Vale, a Ilha das Bromélias e a Maria Fumaça.

Nessa semana estarei recebendo o casal do Blogueiros Família Buscapé, estou estudando um roteiro para eles viverem experiências que no mínimo se igualam as vividas nas suas visitas ao exterior.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 09/01/2020 às 20h42 | mvpagelkopf@gmail.com



1 2 3 4 5 6

Marcos Vinicios Pagelkopf

Assina a coluna Viagens & Turismo

Trabalho com turismo desde 1985, já fui agente de viagens, promotor de vendas de atrativos turísticos, professor de curso de recepção municipal e de guia de turismo da Univali, consultor, palestrante e idealizador de ações como a primeira comemoração do Dia Mundial do Turismo no Brasil.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: [email protected]

Página 3
Viagens & Turismo
Por Marcos Vinicios Pagelkopf

Turismo local e regional é a bola da vez

Olá meus amigos,

Meu ponto de partida após a pandemia será iniciar as atividades turísticas apresentando aos morados da minha cidade as atrações locais e regionais, temos que dar preferência ao turismo da nossa cidade e da vizinhança. Exemplo para quem mora aqui em Balneário Camboriú é almoçar em um dos restaurantes na praia de Laranjeiras ou da Av. Atlântica, caminhar nas trilhas do parque Unipraias, dar uma de turista mesmo, refletir uns minutos contemplando as maravilhosas vistas nos mirantes que tem na interpraias, tomar uma deliciosa caipirinha, e porque não dormir uma noite ou passar um fim de semana em uma das belas pousadas que temos nas praias agrestes de Balneário Camboriú?

Conhecer com olhar de turistas o que se pensava que já conhecia, ir na praia de Taquaras e comprar peixe direto dos pescadores, visitar aqui bem perto da praia as atrações rurais, temos quem faz farinha de mandioca, conversar com um dos últimos artesões que constrói carros de boi, sentir o sabor e o cheiro da colonia, tomar um caldo de cana com pastel ou até mesmo saborear de um delicioso café camargo. Tudo isso na região rural da cidade de Camboriú.

Visitar propriedades rurais de Camboriú, degustar dos bons vinhos nas vinícolas de Nova Trento e beber nas cervejarias artesanais que tem em Itajaí são outras atrações bem regionais, Nesse roteiro tem famílias que atendem aos visitantes, com um pouco de planejamento e custos baixos você visita uma cervejaria ou um parque, almoça em um restaurante na praia e toma um café da tarde na roça ou almoça em um sitito, visita uma vinícola e vê o por do sol no litoral, tudo isso em um só dia.

Agora a dica é reservar para você e para sua família um ou mais dias de atrações pois a vida é muito rápida e não guardamos nada além de lembranças e emoções, já que estamos no inicio do frio opções não irão faltar.

A sugestão é conhecer o que temos aqui pertinho de nossas casas, fazer o turismo e a economia girar perto de nós, são varias ações que teremos que rever e fazer apos a pandemia, gastar no comercio local é uma delas .  

Venha fazer turismo na sua região você irá ver que é sensacional.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 27/05/2020 às 16h31 | mvpagelkopf@gmail.com

Rever a forma de atender

Uma dica para o retorno às atividades turísticas é o turismo personalizado, pois a crise que a pandemia trouxe no setor irá nos obrigar a rever a forma de recepcionar, de guiar, de atender e vender as atrações. Desde 2013 muitos turistas já vem buscando uma viagem mais exclusiva, sem passeios cronometrados e roteiros corridos, buscam experiências e contato com os moradores e sua cultura e agora com a pandemia essa forma de fazer turismo ganhará uma proporção maior. A tendência será cada vez mais voltada para o turismo de experiencias e personalizado, dando qualidade na viagem.

Os fatores importantes para o sucesso de uma viagem personalizada são as experiências que a agência tem para oferecer no roteiro, o guia preparado para ser anfitrião nesse novo conceito de serviço de guiamento com experiencias e com número reduzido de participantes ou até mesmo no atendimento exclusivo e individual. A agência deverá conhecer o destino a ser visitado, as experiências a serem oferecidas, os conceitos culturais, distâncias entre outros fatores. Além disso, a organização cuidadosa entre os envolvidos é o diferencial para que o turista não tenha que se preocupar com detalhes. O anfitrião "guia personalizado" tem papel fundamental no resultado dos serviços conhecendo bem do local onde será visitado, entender o idioma do turista, conhecer da cultura onde serão apresentadas as experiências, as atrações e as histórias.
A tendência no turismo personalizado não se trata apenas de passeios guiados com pequenos grupos, mas de todos os serviços organizados para a chegada e estadia de um ou mais turista, essa é uma ótima opção para quem busca um serviço exclusivo e de qualidade. O importante é o aproveitamento do tempo do visitante e as experiências.
 
É na crise que se cresce.
Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 24/04/2020 às 18h21 | mvpagelkopf@gmail.com

Sugestão para depois da quarentena

Olá amigos.

Uma sugestão de lazer, experiências e fé para quando tudo isso passar é conhecer a rota Turística Caminhos de Santa Paulina via Caetés em Camboriú, roteiro que hoje é reconhecido pelo governo do estado de Santa Catarina como rota de peregrinação e turística.

Minha dica é programar a saída defronte a fazenda Caetés, no local tem uma gruta em homenagem a Santa Paulina, seguindo 7 km tem a propriedade do senhor Joel onde toma-se um café a moda rural para repor as energias, 9 km a frente sugiro almoçar com a família Bianchezzi, ali tudo que é servido vem de suas produções, a Claudete e a Jucelia preparam pratos italianos, galinha caipira com polenta e mandioca, macarrão caseiro com salada direto da horta para a mesa, que são servidos no galpão onde a família de agricultores relatam sua trajetória na região de Tijucas. 

Depois de almoçar e passar momentos únicos junto aos Bianchezzi, 7 km a frente a opção é hospedar-se na pousada Bixo do Mato administrada pela Mara e pela Mari que é chefe de cozinha, elas tem o maior prazer em acolher e apresentar as delicias gastronômicas que fazem você esquecer o cansaço, esse é o momento para recordar o quão emocionante foi o seu dia. A pousada é equipada com quartos e suítes, todos com ar condicionados, roupas de cama e café da manhã. O café é servido logo cedo para seguir a caminhada.

Perto do meio dia, do segundo dia, chega-se na propriedade da dona Maria, ela e os filhos recebem os peregrinos com um carinho tão especial que não tem como esquecer esse momento, além de servir frutas frescas colhidas de seus pomares o aconchego e a carisma faz com que você sinta que faz parte de sua família.

O almoço do segundo dia é mais complicado, eu indico reservar com dona Claudete para que ela sirva em horário e local combinados.

Quase no final da caminhada chega-se no Bairro Tirol já em Nova Trento, as placas indicam o inicio da trilha que vai levar ao fundo do Santuário, Nesses últimos quilômetros você poderá degustar do melhor vinho colonial da região fabricado no porão da casa do senhor Atílio Visintainer, sobrinho da Santa Paulina.

A Secretaria de Turismo de Nova Trento em parceria com o Santuário fornece um certificado para quem completar a caminhada.

Informações de contatos para reservas, carro de apoio passo no blog euqueroirnessa.com .

Momentos de fé, determinação e experiencias para que depois do que estamos passando com essa onda do COVID 19 possamos relaxar.

Programem-se e venham viver momentos únicos em Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 24/03/2020 às 11h21 | mvpagelkopf@gmail.com

Santa Catarina para os blogueiros

Olá meus amigos.

Outro dia recepcionei mais um casal de blogueiros aqui no Chalé e as boas vindas foram com degustações de frutos do mar, ostras ao natural e ao bafo, mexilhões a vinagrete e camarão ao alho e óleo.O que marcou o paladar foi o buzio ao bafo e uma receita que aprendi na Armação da Piedade com um pescador, siri frito, sabores que envolvem experiencias e culturas.
 

No Vale Europeu apresento o lado cultural e gastronômico, na serra emoções e adrenalina e no litoral atrações históricas ecológicas. Sempre indico o que ver, onde ir, o que fazer e onde dormir nos roteiros.

Eles relatam suas experiencias, o que viveram, as acomodações e atrações, vejo isso como uma ferramenta espetacular para as divulgações. Já atendi vários, a família Mochilão Busca Pé, o casal do canal Conexão SC, o Pé e Patas na Estrada e Nós e Ela sem Fronteiras.

Esse casal Nós e Ela sem Fronteiras (ela professora e ele auxiliar administrativo), deixaram tudo para trás após descobrirem uma doença que mudou a forma de viver e ver a vida. Essa historia você pode acompanhar no blogue e no canal do youtube deles. Resumindo, eles compraram uma kombi e a transformaram em seu lar itinerante e as experiencias do que viverão em Santa Catarina irão postar em suas redes sociais.

Para os pequenos empreendedores do turismo esse tipo de ação torna-se uma forma eficaz de publicidade e renovação de imagens que é muito importante no mundo virtual.

Programem-se vocês também e venham conhecer Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 28/02/2020 às 14h34 | mvpagelkopf@gmail.com

Turismo em ambiente rural e religioso

Olá meus amigos.

Busco sempre apresentar novas atrações turísticas que temos próximas a Balneário Camboriú, e na cidade de Camboriú estamos preparando junto a Sectur com o apoio da diretora de turismo, Karla Camargo, os últimos detalhes para que o Braddock um REO 35 (Caminhão Militar americano) atue na missão de levar com segurança os turistas que desejam conhecer o Caminhos de Santa Paulina que liga Camboriú a Nova Trento. São 64 km de muitas emoções, sabores e fé.

O caminhão militar tem capacidade para levar até 20 passageiros, essa opção é para quem não quer ou não pode caminhar. As paradas serão em propriedades rurais, sítios, fazendas e vinícolas coloniais centenárias que estão localizadas no interior da cidade de Nova Trento, tudo isso com uma pitada de adrenalina e deliciosa gastronomia regada a vinhos.

As saídas serão realizadas semanalmente aos sábados e domingos.

Nesse roteiro a gastronomia é uma das atrações, pois o almoço e o café da tarde são servidos nas casas dos agricultores, os produtos são orgânicos e coloniais com sabor que só o legitimo fogão a lenha da colonia proporciona.

Mais uma propriedade em Camboriú estará abrindo as portas para atender os turistas e visitantes no Caminhos de Santa Paulina.

Outro passeio que o 6x6 realizará será visita nas praias de Itajaí. Programem-se e venham viver momentos marcantes em Santa Catarina.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 04/02/2020 às 11h24 | mvpagelkopf@gmail.com

O relato da visita dos blogueiros Pés e Patas na Estrada.

Olá meus amigos, vejam o relato da visita dos blogueiros Pés e Patas na Estrada.

"O Caminhos do Alto Vale é oficialmente uma região turística de Santa Catarina desde 2016, já que antes a maioria das cidades integrava a região do Vale Europeu. Hoje, com 28 municípios o Alto Vale oferece um ecoturismo repleto de trilhas, cachoeiras e aventura, além de rotas de cicloturismo e roteiros culturais e gastronômicos. 

A proximidade das cidades e a forma como os roteiros entre elas se complementa faz da região um destino muito especial para quem gosta de natureza e de experienciar ao mesmo tempo aventura e sossego. Em dezembro deste ano nós tivemos a oportunidade de conhecer um pouco da região com um roteiro incrivelmente elaborado pelo Marcos aqui do Página 3. Foram quatro dias intensos no alto vale que nos deixou admirados com as belezas e com aquele gostinho de quero mais.

Nossas principais paradas foram nas cidades de Presidente Getúlio e Ibirama, onde pudemos conhecer um pouco mais das cachoeiras e praticar atividades de aventura como voo livre, rafting e tirolesa.

Além disso tivemos a oportunidade de descansar em uma pousada muito tranquila e aconchegante, o Sítio Sellin, que oferece hospedagem através da plataforma do AIRBNB e foi uma parada estratégica para repor as energias, nos desconectar um pouco e só curtir o local.

Outra parada relaxante foi no Recantos da Natureza, em Witmarsum. Um espaço simples e aconchegante, que nos fez lembrar da casa das nossas avós, com uma recepção calorosa e familiar. A propriedade faz parte da Acolhida na Colônia e proporciona vivências do dia a dia no campo.

Esses dias nos lembraram como o turismo em Santa Catarina é rico e diverso, indo muito além das nossas belas praias.

Trouxe também a importância de apoiar e fomentar a economia criativa catarinense que cuida e preserva nossas riquezas, movimenta nossas cidades e proporciona experiências inesquecíveis aos visitantes!"

Essa visita foi programada para você conhecer parte do Caminhos do Alto Vale, a Ilha das Bromélias e a Maria Fumaça.

Nessa semana estarei recebendo o casal do Blogueiros Família Buscapé, estou estudando um roteiro para eles viverem experiências que no mínimo se igualam as vividas nas suas visitas ao exterior.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 09/01/2020 às 20h42 | mvpagelkopf@gmail.com



1 2 3 4 5 6

Marcos Vinicios Pagelkopf

Assina a coluna Viagens & Turismo

Trabalho com turismo desde 1985, já fui agente de viagens, promotor de vendas de atrativos turísticos, professor de curso de recepção municipal e de guia de turismo da Univali, consultor, palestrante e idealizador de ações como a primeira comemoração do Dia Mundial do Turismo no Brasil.