Jornal Página 3
Coluna
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Supremo garante correção
O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou dia 3 que, em processos judiciais contra órgãos públicos no período entre 2009 e 2015, os valores atrasados têm de ser corrigidos pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial). A decisão beneficia segurados que têm valores do INSS a receber. O governo deve gastar R$ 40 bilhões a mais.

Mais grana para dívidas
A pesquisa do IBGE divulgada na última semana concluiu que as despesas médias das famílias brasileiras é de R$ 4.650. Deste total, 92% são destinados com moradia, transporte, educação e consumo, percentual praticamente estável em relação à pesquisa anterior. A parcela que vai para pagar dívidas cresceu de 21% para 32%, puxada pela quitação de empréstimos. A fatia de outras despesas, como pagamento de impostos e contribuições trabalhistas, por exemplo, ocupa 12% do orçamento. Houve grande alta das tarifas bancárias.

STF piora
O vergonhoso voto de ministros do STF, anulando sentenças da Lava Jato, teve um voto primoroso: mais uma vez do ministro Luiz Roberto Barroso. Textual: “A sociedade mudou, a economia mudou e as instituições estão mudando. Só a Justiça parece que não quer mudar”. A Nação que exige moralidade pública e apoia a Lava Jato aplaude de pé o ministro Barroso.

Loterias
A Caixa Econômica Federal lançou o aplicativo Loterias Caixa, uma plataforma de venda de apostas, via celular. Maiores de 18 anos de idade podem fazer apostas em nove tipos de loterias: megasena, lotofácil, quina, lotomania, timemania, dupla sena, loteca, lotogol e dia da sorte. O valor mínimo é de R$ 30 e o máximo de R$ 500 por dia. O aplicativo está disponível para usuários da plataforma IOS.

Briga em casa
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) ignorou recurso das Lojas Hering e dessa forma ficou mantida decisão do TJ-SC que reconheceu a Cia. Hering como real detentora do direito sobre a milionária marca Hering e sobre o sinal figurativo caracterizado por dois peixinhos, além de fixar indenização pelo uso indevido das marcas. A disputa pela famosa marca vinha desde 1999.

Tocando e trocando cervejas
Uma dúzia para os músicos! O baile ia longe, noite a dentro. O salão estava repleto. A música era boa: era o Jazz Band América que tocava (composta de cinco Krieger e cinco Diegoli), todos parentes entre si. O baile estava animado. As pessoas dançavam a valer. Alguém então gritava lá no meio do salão: “uma dúzia para os músicos”. E, em seguida, se via o garçom saindo do bar do clube, ajudado às vezes. Levava para o Jazz uma dúzia de cervejas, que eram colocadas atrás do conjunto. A música não parava. Eles tocavam e bebiam e as oferendas continuavam: “mais meia dúzia para os músicos ... mais uma dúzia ...” até que chegava a um ponto em que o palco ficava cheio de cervejas. Lá vinha o garçom, mãos vazias. Estranho? Não! Ele agora, vinha comprar cervejas dos músicos, porque o estoque no bar tinha acabado: estava todo em cima do palco! Estamos falando da década de 30.

Indicadores
O faturamento e as horas trabalhadas na indústria nacional aumentaram 0,6% em agosto na comparação com julho. Mas a massa salarial caiu 0,7% e o rendimento médio recuou 0,4%. Os números são da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mais profissionais
Santa Catarina terá de qualificar 785 mil trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Senai para subsidiar a oferta de cursos da instituição. A demanda prevista pelo estado inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (30%) estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial).

Kohler Tinturaria
A Kohler & Cia. Tinturaria e Estamparia está comemorando 70 anos de história. Fundada pelos irmãos Paulo, Érico e Alois Kohler, a empresa cresceu ao longo dos anos, fortaleceu os ideais de sustentabilidade e trouxe inovações para a produção. A empresa é uma prestadora de serviços que atua em todo o Brasil, de forma mais concentrada em SC e SP. Com duas unidades, uma no centro de Guabiruba e outra no bairro Pomerânia, tem cerca de 30 mil m² de parque fabril. A capacidade de produção é de 64 toneladas por dia e conta com quase 500 colaboradores.

Maiores demandas
As áreas que mais vão demandar a capacitação de profissionais com formação técnica em SC são os transversais, metalmecânica, informática, energia, telecomunicações e eletrônica. Profissionais com qualificação transversal trabalham em qualquer segmento, como técnicos em eletrotécnica e técnicos de controle da produção. As demandas mais significativas para quem tem formação superior estão nas áreas de gestão, informática, construção e metalmecânica.

Balança comercial
A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,24 bilhões em setembro, segundo o Ministério da Economia, no pior resultado para o mês desde 2014, quando houve déficit de US$ 946,4 milhões. Fortemente afetado pelo recuo nas exportações, o dado também veio abaixo da expectativa de um saldo positivo de US$ 3,2 bilhões. Em setembro, as vendas de produtos brasileiros ao exterior caíram 11,6% ante igual mês de 2018. Houve queda de 32% nas exportações de produtos semimanufaturados e de 14% na de básicos, com destaque, neste último grupo, para a redução de 38% nas vendas de petróleo bruto. Os produtos manufaturados subiram 4,4% em relação a igual mês de 2018.

Só o começo
A população de SC teve um fim de semana diferente, próprio para merecidas celebrações, pelo início do programa de inauguração do novo aeroporto internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. A obra fala por si, em termos de beleza, amplos espaços, modernidade, conforto aos usuários e um leque de serviços qualificados, alguns inéditos no Estado. O novo terminal vai oferecer o que já de melhor o Brasil oferece aos que viajam. Mas o produto está fora do aeroporto. A partir de agora, por exemplo, incentivar o conhecimento da língua inglesa de seus funcionários que atendem os turistas. Espanhol, então, é obrigação de todos. A consciência de que o turismo e não o turista deve ser explorado é fundamental nesta nova fase.

Zurich mundial
A Zurich Airport, que opera o novo aeroporto Hercílio Luz, tem uma expressiva presença na América Latina. Tem também 100% dos aeroportos de Iquique e Antofogasta (Chile), 12,5% do aeroporto de Belo Horizonte e 10% do aeroporto de Curaçao, além de atuar no aeroporto de Bogotá. Sua presença mais premiada é a do aeroporto de Zurich, que movimenta 30 milhões de passageiros por ano, em três pistas de pouso e decolagem.

Mais empregos
Além do número expressivo de novos empregos gerados em Brusque no mês de agosto, os municípios da região também tiveram saldo positivo: Guabiruba (+19), Botuverá (+4), São João Batista (+166) foram alguns dos resultados.

Biergartenplatz
Foi aberto oficialmente no último sábado em Guabiruba, o 1º Biergartenplat. A festa alemã já demonstrou sucesso e veio para ficar. É um verdadeiro “esquenta” para as festas de outubro na região. A presidente da Associação Visite Guabiruba (AVIGUA), Rosemari Glatz idealizadora do evento, estava eufórica com o grande público. Assim começou as grandes festas em Santa Catarina.

Investimentos da BMW
A fábrica da BMW Group em Araquari completou cinco anos em 30 de setembro. Já foram produzidos mais de 55 mil carros. A unidade ocupa 1,5 milhão de m², dos quais 500 mil m² são pavimentados. O investimento feito entre 2014 e 2018 soma R$ 1 bilhão e mais R$ 130 milhões adicionais foram aplicados nos últimos 12 meses para os novos BMW série 3, X3 e X4. Outros números que impressionam são os 98 mil m² de compensação ambiental, a redução de 39% no consumo de água e 26% de energia. Além de investimentos contínuos em novas tecnologias, tudo parte do Strategy number one, que visa tornar a BMW uma empresa não só criadora de veículos do futuro, mas de mobilidade. A empresa investe também em projetos sociais e ambientais.

Investimento em Garuva
A SuperFrio inaugurou sua 14ª unidade frigorificada em Garuva. O investimento é de R$ 120 milhões feito pelo fundo Pátria Investimentos, que é parceiro da empresa desde 2014. O fundo administra recursos de R$ 54 bilhões. A nova unidade da SuperFrio é a primeira em SC. A companhia já atua em São Paulo e no Paraná. O empreendimento no Norte catarinense vai atender demandas de grandes grupos do setor de alimentos, como Seara, BRF e Marfrig, que exportam ou importam pelo porto de Itapoá. O grupo é o único operador logístico frigorificado do Brasil a adotar o sistema WMS, da JDA, referência global em tecnologia de armazéns. Em Garuva, a unidade tem câmaras frias para armazenar 15 mil pallets, pátio para 500 contêineres e tem 200 tomadas.

Economia do Vale
A economia do Vale do Itajaí se saiu pior no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2018. Elaborado pela Facisc, o mais novo boletim do Índice de Perfomance Econômica das Regiões (Iper-SC), mostra retração de 0,2% na região entre janeiro e junho. O indicador estadual ficou positivo, com leve avanço de 0,6%. O Iper engloba 13 subregiões catarinenses e considera variáveis como geração de emprego nos setores da economia (indústria, comércio, serviços e agronegócio), exportações e importações, operações de crédito, financiamentos imobiliários, depósitos, consumo de energia elétrica e frota de veículos. Trata-se de uma metodologia própria a pedido dos empresários que querem atualizações mais frequentes sobre a economia local, já que o IBGE divulga dados oficiais do PIB com dois anos de defasagem.

Regra 86/96
A reforma da Previdência, em fase final de aprovação no Congresso, vaia acabar com a regra 86/96. Hoje, ela garante o benefício integral com a soma da idade e o tempo de contribuição do segurado. Quando a reforma começar a valer, só terá direito a esta regra quem estiver cumprido as exigências até a véspera.

Odebrecht
A Caixa pediu a liquidação do conglomerado de construção Odebrecht, de acordo com um documento judicial visto pela Reuters. A Caixa também quer que o juiz permite aos credores nomear novos administradores para o conglomerado e suas subsidiárias em uma assembleia. A Odebrecht, que pediu recuperação em junho, apresentou um plano de reestruturação que foi contestado por credores.

Duplicação da Antônio Heil
A Associação Empresarial de Brusque (Acibr) teve papel fundamental para que a duplicação da rodovia Antônio Heil (SC-486), que liga o município a Itajaí, saísse do papel. Desde a sua fundação, a entidade atuou com afinco para melhorias na malha viária regional, o que beneficia o empresariado para escoamento da produção e, em última instância, a sociedade em geral. A Acibr atuou fortemente para pleitear a duplicação desta rodovia. O caminho sempre foi difícil devido a burocracia governamental e a morosidade do poder público.

Obras paradas
Em Santa Catarina há 120 obras paralisadas ou com o andamento comprometido que resultam em um total contratado de R$ 6,9 bilhões e afetam 66 cidades, mostra levantamentos realizados pela Fiesc e TCE-SC. Audiência pública está debatendo o tema. As obras rodoviárias respondem por R$ 4 bilhões das obras contratadas.

Proteção de Dados
Que atire a primeira pedra quem nunca teve a sensação de ter a vida vigiada ou exposta na internet. Com acessos cada vez mais simplificados e interações que vão de redes sociais a aplicativos bancários, a preocupação com a proteção de nossas informações pessoais é uma realidade e um tema necessário a ser debatido. Foi neste cenário que a Lei Geral de Proteção de Dados nasceu. Prevista para entrar em vigor em fevereiro de 2020, destaca, entre outras questões, que empresas só poderão coletar ou compartilhar dados de seus clientes se estes permitirem. Vazamentos de informações estarão sujeitos a penalidades severas, como multas que podem chegar a R$ 50 milhões.

Reforma da Previdência
Aprovada no Senado em primeiro turno na última semana, as novas regras para quem se aposenta pelo INSS estão entre as maiores mudanças da história da Previdência no país. A reforma muda não só as regras de acesso ao benefício, mas também o cálculo e endurece as condições mínimas que garantem diversos direitos previdenciários.

Informalidade no emprego
O mercado de trabalho apresentou aumento dos postos de trabalho para 93,6 milhões e redução da taxa de desemprego, para 11,8%, no trimestre encerrado em agosto deste ano. No entanto, essa melhora dos indicadores tem sido puxada pelo aumento da informalidade no país. De acordo com o IBGE, os trabalhadores na informalidade atingiram o recorde de 41,4% do total da população ocupada no país. Esse é o maior nível desde que o indicador passou a ser medido em 2016. Dos 684 mil novos postos de trabalho criados no trimestre terminado em agosto deste ano, 87% foram postos informais, ou seja, trabalhos sem carteira assinada, trabalhadores por conta própria e aqueles sem remuneração. Segundo os dados do IBGE, os trabalhadores sem carteira assinada totalizaram 11,8 milhões de pessoas em agosto.

Vazamento
A Polícia Federal e o Ministério Público Federal investigam se a cúpula do banco BTG Pactual obteve informações das reuniões do Copom – Comitê de Política Monetária do Banco Central, órgão que define a taxa básica de juros da economia do país. Segundo os investigadores, a operação conjunta investiga vazamentos de resultados de reunião do Copom ocorridos nos anos de 2010, 2011 e 2012, inseridos em contexto de obtenção de vantagens ilícitas mútuas entre banqueiro e agentes públicos do alto escalão do governo federal da época.

Outubro de festas
O mês de outubro no Vale do Itajaí pode ser analisado de várias formas: período para celebrar a tradição, incentivo para a economia local, oportunidade para provar da gastronomia típica ou estímulo à cultura cervejeira. Com diferentes motivações, moradores da região e milhares de turistas de outros estados percorrem Blumenau, Brusque, Timbó, Itajaí e Porto Belo para visitas as populares festas de outubro.

Turnê pela Alemanha
A orquestra do Colégio Cônsul fará uma turnê pela Alemanha em 2020. Formada por 35 alunos entre 9 e 18 anos, a orquestra está em atividade ininterrupta desde 2008 e se apresentará pela primeira vez na Europa. O grupo passará pelas cidades co-irmãs de Brusque e Guabiruba: Bruchsal, Karlsdorf e Karlsruhe, além de Stuttagart, Munique e Augsburg. A viagem está marcada para o mês de setembro.

Radiação
O Tribunal Superior do Trabalho, a partir de uma demanda de SC, posicionou-se contrário ao pagamento de adicional de periculosidade a empregados de hospitais que atuam em áreas com aparelhos móveis de Raio X. No julgamento considerou-se o que se discutiu em audiência pública sobre o assunto, no ano passado, com a presença de físicos, especialistas em medicina, juristas e representantes da administração pública.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 08/10/2019 às 11h24 | acdiegoli@gmail.com



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.














Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Supremo garante correção
O Supremo Tribunal Federal (STF) confirmou dia 3 que, em processos judiciais contra órgãos públicos no período entre 2009 e 2015, os valores atrasados têm de ser corrigidos pelo IPCA-E (Índice de Preços ao Consumidor Amplo Especial). A decisão beneficia segurados que têm valores do INSS a receber. O governo deve gastar R$ 40 bilhões a mais.

Mais grana para dívidas
A pesquisa do IBGE divulgada na última semana concluiu que as despesas médias das famílias brasileiras é de R$ 4.650. Deste total, 92% são destinados com moradia, transporte, educação e consumo, percentual praticamente estável em relação à pesquisa anterior. A parcela que vai para pagar dívidas cresceu de 21% para 32%, puxada pela quitação de empréstimos. A fatia de outras despesas, como pagamento de impostos e contribuições trabalhistas, por exemplo, ocupa 12% do orçamento. Houve grande alta das tarifas bancárias.

STF piora
O vergonhoso voto de ministros do STF, anulando sentenças da Lava Jato, teve um voto primoroso: mais uma vez do ministro Luiz Roberto Barroso. Textual: “A sociedade mudou, a economia mudou e as instituições estão mudando. Só a Justiça parece que não quer mudar”. A Nação que exige moralidade pública e apoia a Lava Jato aplaude de pé o ministro Barroso.

Loterias
A Caixa Econômica Federal lançou o aplicativo Loterias Caixa, uma plataforma de venda de apostas, via celular. Maiores de 18 anos de idade podem fazer apostas em nove tipos de loterias: megasena, lotofácil, quina, lotomania, timemania, dupla sena, loteca, lotogol e dia da sorte. O valor mínimo é de R$ 30 e o máximo de R$ 500 por dia. O aplicativo está disponível para usuários da plataforma IOS.

Briga em casa
O Superior Tribunal de Justiça (STJ) ignorou recurso das Lojas Hering e dessa forma ficou mantida decisão do TJ-SC que reconheceu a Cia. Hering como real detentora do direito sobre a milionária marca Hering e sobre o sinal figurativo caracterizado por dois peixinhos, além de fixar indenização pelo uso indevido das marcas. A disputa pela famosa marca vinha desde 1999.

Tocando e trocando cervejas
Uma dúzia para os músicos! O baile ia longe, noite a dentro. O salão estava repleto. A música era boa: era o Jazz Band América que tocava (composta de cinco Krieger e cinco Diegoli), todos parentes entre si. O baile estava animado. As pessoas dançavam a valer. Alguém então gritava lá no meio do salão: “uma dúzia para os músicos”. E, em seguida, se via o garçom saindo do bar do clube, ajudado às vezes. Levava para o Jazz uma dúzia de cervejas, que eram colocadas atrás do conjunto. A música não parava. Eles tocavam e bebiam e as oferendas continuavam: “mais meia dúzia para os músicos ... mais uma dúzia ...” até que chegava a um ponto em que o palco ficava cheio de cervejas. Lá vinha o garçom, mãos vazias. Estranho? Não! Ele agora, vinha comprar cervejas dos músicos, porque o estoque no bar tinha acabado: estava todo em cima do palco! Estamos falando da década de 30.

Indicadores
O faturamento e as horas trabalhadas na indústria nacional aumentaram 0,6% em agosto na comparação com julho. Mas a massa salarial caiu 0,7% e o rendimento médio recuou 0,4%. Os números são da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Mais profissionais
Santa Catarina terá de qualificar 785 mil trabalhadores em ocupações industriais nos níveis superior, técnico, qualificação e aperfeiçoamento entre 2019 e 2023. Os dados são do Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Senai para subsidiar a oferta de cursos da instituição. A demanda prevista pelo estado inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (30%) estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial).

Kohler Tinturaria
A Kohler & Cia. Tinturaria e Estamparia está comemorando 70 anos de história. Fundada pelos irmãos Paulo, Érico e Alois Kohler, a empresa cresceu ao longo dos anos, fortaleceu os ideais de sustentabilidade e trouxe inovações para a produção. A empresa é uma prestadora de serviços que atua em todo o Brasil, de forma mais concentrada em SC e SP. Com duas unidades, uma no centro de Guabiruba e outra no bairro Pomerânia, tem cerca de 30 mil m² de parque fabril. A capacidade de produção é de 64 toneladas por dia e conta com quase 500 colaboradores.

Maiores demandas
As áreas que mais vão demandar a capacitação de profissionais com formação técnica em SC são os transversais, metalmecânica, informática, energia, telecomunicações e eletrônica. Profissionais com qualificação transversal trabalham em qualquer segmento, como técnicos em eletrotécnica e técnicos de controle da produção. As demandas mais significativas para quem tem formação superior estão nas áreas de gestão, informática, construção e metalmecânica.

Balança comercial
A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,24 bilhões em setembro, segundo o Ministério da Economia, no pior resultado para o mês desde 2014, quando houve déficit de US$ 946,4 milhões. Fortemente afetado pelo recuo nas exportações, o dado também veio abaixo da expectativa de um saldo positivo de US$ 3,2 bilhões. Em setembro, as vendas de produtos brasileiros ao exterior caíram 11,6% ante igual mês de 2018. Houve queda de 32% nas exportações de produtos semimanufaturados e de 14% na de básicos, com destaque, neste último grupo, para a redução de 38% nas vendas de petróleo bruto. Os produtos manufaturados subiram 4,4% em relação a igual mês de 2018.

Só o começo
A população de SC teve um fim de semana diferente, próprio para merecidas celebrações, pelo início do programa de inauguração do novo aeroporto internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. A obra fala por si, em termos de beleza, amplos espaços, modernidade, conforto aos usuários e um leque de serviços qualificados, alguns inéditos no Estado. O novo terminal vai oferecer o que já de melhor o Brasil oferece aos que viajam. Mas o produto está fora do aeroporto. A partir de agora, por exemplo, incentivar o conhecimento da língua inglesa de seus funcionários que atendem os turistas. Espanhol, então, é obrigação de todos. A consciência de que o turismo e não o turista deve ser explorado é fundamental nesta nova fase.

Zurich mundial
A Zurich Airport, que opera o novo aeroporto Hercílio Luz, tem uma expressiva presença na América Latina. Tem também 100% dos aeroportos de Iquique e Antofogasta (Chile), 12,5% do aeroporto de Belo Horizonte e 10% do aeroporto de Curaçao, além de atuar no aeroporto de Bogotá. Sua presença mais premiada é a do aeroporto de Zurich, que movimenta 30 milhões de passageiros por ano, em três pistas de pouso e decolagem.

Mais empregos
Além do número expressivo de novos empregos gerados em Brusque no mês de agosto, os municípios da região também tiveram saldo positivo: Guabiruba (+19), Botuverá (+4), São João Batista (+166) foram alguns dos resultados.

Biergartenplatz
Foi aberto oficialmente no último sábado em Guabiruba, o 1º Biergartenplat. A festa alemã já demonstrou sucesso e veio para ficar. É um verdadeiro “esquenta” para as festas de outubro na região. A presidente da Associação Visite Guabiruba (AVIGUA), Rosemari Glatz idealizadora do evento, estava eufórica com o grande público. Assim começou as grandes festas em Santa Catarina.

Investimentos da BMW
A fábrica da BMW Group em Araquari completou cinco anos em 30 de setembro. Já foram produzidos mais de 55 mil carros. A unidade ocupa 1,5 milhão de m², dos quais 500 mil m² são pavimentados. O investimento feito entre 2014 e 2018 soma R$ 1 bilhão e mais R$ 130 milhões adicionais foram aplicados nos últimos 12 meses para os novos BMW série 3, X3 e X4. Outros números que impressionam são os 98 mil m² de compensação ambiental, a redução de 39% no consumo de água e 26% de energia. Além de investimentos contínuos em novas tecnologias, tudo parte do Strategy number one, que visa tornar a BMW uma empresa não só criadora de veículos do futuro, mas de mobilidade. A empresa investe também em projetos sociais e ambientais.

Investimento em Garuva
A SuperFrio inaugurou sua 14ª unidade frigorificada em Garuva. O investimento é de R$ 120 milhões feito pelo fundo Pátria Investimentos, que é parceiro da empresa desde 2014. O fundo administra recursos de R$ 54 bilhões. A nova unidade da SuperFrio é a primeira em SC. A companhia já atua em São Paulo e no Paraná. O empreendimento no Norte catarinense vai atender demandas de grandes grupos do setor de alimentos, como Seara, BRF e Marfrig, que exportam ou importam pelo porto de Itapoá. O grupo é o único operador logístico frigorificado do Brasil a adotar o sistema WMS, da JDA, referência global em tecnologia de armazéns. Em Garuva, a unidade tem câmaras frias para armazenar 15 mil pallets, pátio para 500 contêineres e tem 200 tomadas.

Economia do Vale
A economia do Vale do Itajaí se saiu pior no primeiro semestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2018. Elaborado pela Facisc, o mais novo boletim do Índice de Perfomance Econômica das Regiões (Iper-SC), mostra retração de 0,2% na região entre janeiro e junho. O indicador estadual ficou positivo, com leve avanço de 0,6%. O Iper engloba 13 subregiões catarinenses e considera variáveis como geração de emprego nos setores da economia (indústria, comércio, serviços e agronegócio), exportações e importações, operações de crédito, financiamentos imobiliários, depósitos, consumo de energia elétrica e frota de veículos. Trata-se de uma metodologia própria a pedido dos empresários que querem atualizações mais frequentes sobre a economia local, já que o IBGE divulga dados oficiais do PIB com dois anos de defasagem.

Regra 86/96
A reforma da Previdência, em fase final de aprovação no Congresso, vaia acabar com a regra 86/96. Hoje, ela garante o benefício integral com a soma da idade e o tempo de contribuição do segurado. Quando a reforma começar a valer, só terá direito a esta regra quem estiver cumprido as exigências até a véspera.

Odebrecht
A Caixa pediu a liquidação do conglomerado de construção Odebrecht, de acordo com um documento judicial visto pela Reuters. A Caixa também quer que o juiz permite aos credores nomear novos administradores para o conglomerado e suas subsidiárias em uma assembleia. A Odebrecht, que pediu recuperação em junho, apresentou um plano de reestruturação que foi contestado por credores.

Duplicação da Antônio Heil
A Associação Empresarial de Brusque (Acibr) teve papel fundamental para que a duplicação da rodovia Antônio Heil (SC-486), que liga o município a Itajaí, saísse do papel. Desde a sua fundação, a entidade atuou com afinco para melhorias na malha viária regional, o que beneficia o empresariado para escoamento da produção e, em última instância, a sociedade em geral. A Acibr atuou fortemente para pleitear a duplicação desta rodovia. O caminho sempre foi difícil devido a burocracia governamental e a morosidade do poder público.

Obras paradas
Em Santa Catarina há 120 obras paralisadas ou com o andamento comprometido que resultam em um total contratado de R$ 6,9 bilhões e afetam 66 cidades, mostra levantamentos realizados pela Fiesc e TCE-SC. Audiência pública está debatendo o tema. As obras rodoviárias respondem por R$ 4 bilhões das obras contratadas.

Proteção de Dados
Que atire a primeira pedra quem nunca teve a sensação de ter a vida vigiada ou exposta na internet. Com acessos cada vez mais simplificados e interações que vão de redes sociais a aplicativos bancários, a preocupação com a proteção de nossas informações pessoais é uma realidade e um tema necessário a ser debatido. Foi neste cenário que a Lei Geral de Proteção de Dados nasceu. Prevista para entrar em vigor em fevereiro de 2020, destaca, entre outras questões, que empresas só poderão coletar ou compartilhar dados de seus clientes se estes permitirem. Vazamentos de informações estarão sujeitos a penalidades severas, como multas que podem chegar a R$ 50 milhões.

Reforma da Previdência
Aprovada no Senado em primeiro turno na última semana, as novas regras para quem se aposenta pelo INSS estão entre as maiores mudanças da história da Previdência no país. A reforma muda não só as regras de acesso ao benefício, mas também o cálculo e endurece as condições mínimas que garantem diversos direitos previdenciários.

Informalidade no emprego
O mercado de trabalho apresentou aumento dos postos de trabalho para 93,6 milhões e redução da taxa de desemprego, para 11,8%, no trimestre encerrado em agosto deste ano. No entanto, essa melhora dos indicadores tem sido puxada pelo aumento da informalidade no país. De acordo com o IBGE, os trabalhadores na informalidade atingiram o recorde de 41,4% do total da população ocupada no país. Esse é o maior nível desde que o indicador passou a ser medido em 2016. Dos 684 mil novos postos de trabalho criados no trimestre terminado em agosto deste ano, 87% foram postos informais, ou seja, trabalhos sem carteira assinada, trabalhadores por conta própria e aqueles sem remuneração. Segundo os dados do IBGE, os trabalhadores sem carteira assinada totalizaram 11,8 milhões de pessoas em agosto.

Vazamento
A Polícia Federal e o Ministério Público Federal investigam se a cúpula do banco BTG Pactual obteve informações das reuniões do Copom – Comitê de Política Monetária do Banco Central, órgão que define a taxa básica de juros da economia do país. Segundo os investigadores, a operação conjunta investiga vazamentos de resultados de reunião do Copom ocorridos nos anos de 2010, 2011 e 2012, inseridos em contexto de obtenção de vantagens ilícitas mútuas entre banqueiro e agentes públicos do alto escalão do governo federal da época.

Outubro de festas
O mês de outubro no Vale do Itajaí pode ser analisado de várias formas: período para celebrar a tradição, incentivo para a economia local, oportunidade para provar da gastronomia típica ou estímulo à cultura cervejeira. Com diferentes motivações, moradores da região e milhares de turistas de outros estados percorrem Blumenau, Brusque, Timbó, Itajaí e Porto Belo para visitas as populares festas de outubro.

Turnê pela Alemanha
A orquestra do Colégio Cônsul fará uma turnê pela Alemanha em 2020. Formada por 35 alunos entre 9 e 18 anos, a orquestra está em atividade ininterrupta desde 2008 e se apresentará pela primeira vez na Europa. O grupo passará pelas cidades co-irmãs de Brusque e Guabiruba: Bruchsal, Karlsdorf e Karlsruhe, além de Stuttagart, Munique e Augsburg. A viagem está marcada para o mês de setembro.

Radiação
O Tribunal Superior do Trabalho, a partir de uma demanda de SC, posicionou-se contrário ao pagamento de adicional de periculosidade a empregados de hospitais que atuam em áreas com aparelhos móveis de Raio X. No julgamento considerou-se o que se discutiu em audiência pública sobre o assunto, no ano passado, com a presença de físicos, especialistas em medicina, juristas e representantes da administração pública.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 08/10/2019 às 11h24 | acdiegoli@gmail.com



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.