Jornal Página 3
Coluna
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Evolução das aplicações financeiras
As principais aplicações financeiras em julho apresentaram o seguinte desempenho: Selic e CDI (+0,57%) acumulado/ano (+3,66%), Poupança (+0,37%) acumulado (+2,63%), Bolsa de Valores (+0,84%) acumulado (+15,84%), Dólar (-0,55%) acumulado (-1,44%),Euro (-3,17%) acumulado (-4,61%), IGP-M (+0,40%) acumulado (+4,79%). Em 12 meses, o IGP-M teve uma variação de (+6,39%), índice que deverá ser utilizado para os contratos de alugueis que vencem no mês de agosto.

Taxa básica de juros
O Banco Central anunciou o primeiro corte na taxa básica de juros desde março de 2018. A taxa Selic caiu de 6,5% para 6% ao ano, em decisão unânime do Copom (Comitê de Política Monetária). Esse é o menor patamar desde que a Selic passou a ser utilizada como instrumento de política monetária, em 1999. Também o Federal Reserve (Fed), banco central americano, cortou a taxa de juros, para uma faixa de 2 a 2,25%. Foi a primeira redução desde a crise financeira que atingiu o país no final de 2008.

Ambev em Itajaí
O complexo logístico Mega Itajaí, da desenvolvedora e administradora de ativos imobiliários Capital Realty, ampliou em mais 30 mil m2 totalizando 84 mil m2 no condomínio já existente. O investimento foi de R$ 60 milhões. Na área ampliada, a Ambev instala um centro de distribuição. As operações devem começar no final deste ano. O espaço ficará responsável pelo abastecimento de centros de distribuições de Santa Catarina, parte do Paraná e do Rio Grande do Sul. A Capital Realty fechou contrato de pré-locação com a Ambev em maio.

Fator motivador
O acesso do Brusque à Série C do Brasileiro repercute internamente no futebol de Blumenau. Pessoas ligadas ao Metropolitano dizem que o crescimento do maior rival em nível nacional pode servir como fator motivador. Soma-se isso à iminente construção da Arena Havan. Fato é que as cidades de Blumenau e Brusque sempre foram rivais no esporte, até em jogo de quilica. Que essa rivalidade impacte positivamente para o Metrô quando se fala em futebol. O crescimento dos brusquenses e a ida à Série C têm de ser empurrão, não decepção.

Descalabro
A criação descontrolada de Cursos de Direito no país causa indignação do ex-presidente da OAB-SC, o desembargador Fernando Carioni. O Brasil atingiu a 1.670 Faculdades de Direito. Afirma “É um verdadeiro descalabro da enganação. O maior absurdo. O exame de ordem, desde 1994, comprova ausência de índice mínimo de conhecimento. Mas as comprovações são suficientes para que o MEC, tome atitude responsável, cancelando cursos sem formação acadêmica”.

China
Não foi nenhuma das conhecidas e bilionárias agroindústrias que operam em SC as duas primeiras, no Estado, dentre 24 em todo o Brasil, habilitadas pela China para vender a ela produtos lácteos, como queijo, manteiga e leite em pó e condensado. São o Laticínio São João, de São João do Oeste, e a Áurea Indústria e Comércio, de Braço do Norte.

Privatização em SC
Sem dinheiro para pagar servidores e muito menos para investir em necessidades primárias da população, como educação, saúde e segurança, 17 Estados planejam vender empresas estatais, passar rodovias para administração privada e formatar Parceria Público-Privada (PPPs) nos mais diversos setores. Conforma a FSP, Santa Catarina quer passar adiante, via venda, concessão ou PPP, empreendimentos públicos como o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, o Terminal Rodoviário Rita Maria, de Florianópolis e o Mirante da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Muller.

BB reduz agências
O Banco do Brasil anunciou um programa de reestruturação de cargos e pontos de atendimento, além do lançamento de um programa com desligamento incentivado e da criação de uma unidade de inteligência artificial. As mudanças foram aprovadas pelo Conselho de Administração do Banco e serão implantadas neste segundo semestre de 2019. O impacto financeiro do programa será divulgado até o final de agosto. Serão transformados 333 agências em postos avançados (estrutura menor e mais barata) e 49 postos em agências. Também serão abertas 42 agências empresas.

Consumo imediato
Acaba de ser inaugurada em Brusque, na avenida Otto Renaux, a Loja Tempo Curto, que surge com uma proposta inédita na cidade: a venda de produtos para consumo imediato com descontos de até 70%, em comparação ao preço de mercado. Tratam-se de produtos perecíveis, como carnes, iogurtes, pães, peixes, refrigerantes, biscoitos e chocolates, por exemplo.

Imóveis bloqueados
A FSP publicou uma extensa matéria sobre as dívidas de Ronaldinho, 39 anos, e seus problemas com a Justiça. Segundo o jornal, o ex-jogador está com 57 imóveis bloqueados, quatro deles penhorados pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por conta de uma multa ambiental no valor de R$ 9,5 milhões. Destes imóveis, apenas dois são localizados fora do Estado (no Rio de Janeiro). A reportagem também cita R$ 7,8 milhões em protestos em três cartórios na capital gaúcha. Em novembro do ano passado, tanto ele quanto seu irmão e empresário Roberto de Assis Moreira, tiveram seus passaportes apreendidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Black Friday
Na Secretaria de Comunicação da Presidência da República, o empresário Luciano Lang (leia-se Havan), na companhia de outros grandes do varejo nacional, sugeriu que a cívica Semana da Pátria deste ano seja diferente. Em todo país o comércio se uniria na promoção de uma espécie de “Black Friday”, para impulsionar as vendas, com vantajosos descontos durante a semana de 6 a 13 de setembro.

Teka
Em que pese a situação financeira continuar delicada, a administradora judicial da Teka cita pontos positivos da nova gestão da companhia em relatório sobre as atividades do segundo trimestre apresentado à 2ª Vara Cível de Blumenau, onde corre o processo de recuperação judicial. Entre eles está a redução do tempo de 45 para dois dias entre o faturamento e a coleta de mercadorias e um prazo maior para pagamento a fornecedores. Outro destaque foi a participação na Market Week Brasil, evento promovido pelo Sintex em abril. Na ocasião, a Teka fechou pedidos com novos clientes, além de negociar o retorno de compradores.

Cobrança
O Comitê de Defesa da Competitividade da Economia Catarinense emitiu nota lamentando que o governador de SC descumpriu promessa feita aos deputados estaduais e aos empresários de suspender os efeitos, que terminaram ontem (31/7), dos decretos 1.866 e 1.867. Assim, a partir de 1/8 estão eliminados incentivos de 26 segmentos, com “efeitos devastadores para a economia catarinense”. Caem os incidentes sobre o gás, leite em pó, aves, suínos, erva-mate beneficiada, farinha de trigo, massas, arroz, feijão, sacos de papel, produtos farmacêuticos e cimento, entre outros. A conta será remetida ao consumidor, com elevação de preços, como compensação.

Pão francês
O Sindicato da Indústria do Trigo de Santa Catarina está inconformado com a decisão do governo estadual sobre retirar o benefício fiscal de produtos de mistura prontas para panificação do pãozinho francês. O assunto gravita em torno do decreto que restabeleceu, parcialmente, condições reivindicadas pelos moinhos catarinenses, mas não restituiu tratamento tributário a estas misturas. Assim, o ICMS cobrado sobre esses itens passou de 7% para 17% desde 1/8. Aí fica difícil para os 20 moinhos catarinenses competirem com os fabricantes de trigo do Paraná e do Rio Grande do Sul, onde a alíquota de ICMS é de 7%. O setor não tem como suportar essa diferença e não há como repassar para o peço final. A situação abre caminho para a entrada de moinhos dos Estados vizinhos no mercado catarinense.

Banco de projetos
O governo do Estado está criando um banco de projetos e cada Secretaria deve apresentar pelo menos dois para serem trabalhados em grupo. A Secretaria de Articulação Internacional ambiciona colocar SC do quinto para o primeiro lugar em proficiência em inglês. Vai criar um instituto para qualificar professores. A outra iniciativa da Pasta é criar o selo “quality of Santa Catarina”, que qualificará produtores catarinenses e dar a eles, a credencial para tornar os produtos grife mundial.

Fome
O ditador Maduro da Venezuela, pode jactar-se no momento de ter menos habitantes passando fome em seu país. A estatística favorável deve-se à maior tragédia humanitária do Continente, que motivou a saída de mais de 4 milhões de venezuelanos para fora de suas fronteiras. Aliás, voluntários e militantes de causas sociais aqui no Brasil, em até em SC, estão incentivando e estimulando simpatizantes expressos da ditadura Maduro a emigrarem para a Venezuela, ocupando em parte o espaço de que se foi. Já que gostam tanto ...

Tribunal derruba alta programada
Um segurado do INSS conseguiu manter, com decisão do TRF4, que julga casos dos estados do Sul do país, o pagamento de seu auxílio-doença. Ele buscou a Justiça depois que o INSS o incluiu na alta programada após 120 dias da concessão. Os desembargadores apontaram que o benefício só pode ser cortado após perícia. O segurado tem o diagnóstico de transtorno de humor bipolar e depressão.

Mediação
A partir deste mês de agosto, a Associação Empresarial de Joinville vai sediar pós-graduação em mediação e resolução de conflitos oferecida pela Universidade da Paz (Unipaz).

Importância do Marketing
A importância do Marketing para as empresas foi tema de um Workshop gratuito que aconteceu no Centro Empresarial de Brusque, onde um bate-papo de quase três horas sobre o tema, que em princípio, envolve todas as empresas. Divulgar seus produtos é uma necessidade, saber divulgar é outra. O Marketing atualmente, é importante para qualquer tipo de negócio. Ficar escondido é o mesmo que pedir para não crescer. O exemplo foi dado por grandes empresas de Brusque, que tinham um bom produto, no entanto, achavam que não precisavam de divulgação. Quando abriram os olhos já era tarde demais.

Ortobom
A empresa Colchões Ortobom de Brusque está com nova direção. Um coquetel de reinauguração aconteceu no final de julho que marcou o início das atividades sob o comando de Alisson Dario e Gisele Dario. A empresa está localizada no Centro de Brusque (antiga Sorveteria Gleich).

INSS devolve dinheiro
Os convênios com quatro associações de aposentados foram cancelados pelo INSS por causa de descontos irregulares feitos diretamente nos benefícios previdenciários. Em junho, o governo bloqueou os descontos das contribuições de 800 mil aposentadorias e pensões. Os R$ 57 milhões que ficaram retidos serão devolvidos aos aposentados ao longo da próxima semana, com crédito em conta. As quatro associações representam 90% das reclamações por descontos não autorizados em benefícios. As queixas desse tipo dispararam. Foram 27,4 mil apenas para a Ouvidoria e 10,4 mil processos judiciais.

Sem comprador
O leilão dos seis lotes na orla da Praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, terminou na última semana, em Florianópolis, sem arrematante. Durante a semana, dois investidores dos Estados Unidos haviam demonstrado interesse na área, além de possíveis compradores de São Paulo. Mas a situação ambiental da praia segurou as ofertas. O lance mínimo era de R$ 87 milhões. O próprio edital de leilão alertava se tratar de área de preservação. Taquarinhas integra a Área de Proteção Ambiental Costa Brava, cujo plano de manejo está em construção.

O juro cai, mas não cai (1)
Ninguém esperava uma recuperação rápida da economia, mas o primeiro semestre deste ano conseguiu ficar abaixo das expectativas. O desemprego caiu um pouco, mas continuou muito alto. Com a grana curta, as famílias não se animaram a aumentar as compras. Em situações como essa, os governos tentam estimular a produção e o consumo aumentando gastos, principalmente com obras, e baixando os juros. A primeira opção, como se sabe, está fora de alcance, porque a grana secou. Restava, portanto, a alternativa de mudar os juros. Foi o que o Banco Central fez na quarta-feira (2), ao reduzir sua taxa de 6,5% para 6% ao ano. No papel, tudo certo. É até motivo de comemoração, porque o Brasil foi por muitos anos campeão mundial de juros , que eram de 14,25% apenas dois anos atrás e passaram dos 40% nos anos 1990.

O juro cai, mas não cai (2)
A taxa do BC serve para indicar qual vai ser o rendimento das aplicações que os clientes fazem nos bancos. Quando ela cai, portanto, os custos dos bancos também caem. Assim, dá para diminuir também os juros cobrados no cheque especial, no cartão de crédito e nos financiamentos para empresas e consumidores. Só que isso não está acontecendo como deveria. Quem precisa comprar a prazo ou tornar grana emprestada ainda arca com uma conta altíssima. Para pessoas físicas, a média é de 53% ao ano. Os bancos alegam que tomam muito prejuízo com gente que não paga as dívidas e, por isso, precisam cobrar mais de quem paga. Pode até ser, mas bem que poderia haver mais competição nesse mercado, dominado por quatro gigantes (Banco do Brasil, Caixa, Itaú e Bradesco). O BC diz que vai abrir o setor. Se quiser tirar o país do buraco, é bom mesmo.

Desconto na aposentadoria
Aposentados que tiveram descontos de associações no benefício sem autorização podem ter o valor de volta. O INSS devolverá automaticamente taxas de junho e julho. Serão pagos R$ 57 milhões a 800 mil segurados. Para débitos anteriores a maio, será preciso procurar a associação ou instituição financeira.

Abusos no consignado
O INSS firmou parceria com a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), órgão ligado ao Ministério da Justiça, pra intensificara fiscalização da prática abusiva na concessão de empréstimo consignado a aposentados e pensionistas. O combate ao vazamento de informações do INSS e ao assédio a aposentados foram o foco das discussões do presidente do INSS em reunião anual dos Procons estaduais e Distrito Federal. Além do INSS e Senacon, Banco Central, Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e Dataprev assinaram portaria que institui o Grupo de Trabalho Interinstitucional sobre empréstimo consignado.

Roubo de carga
Uma carga roubada avaliada em R$ 1 milhão, composta por roupas e calçados, foi recuperada pela Polícia Civil, em Joinville. Os produtos estavam escondidos em um depósito na zona Sul da cidade e seriam originários de São Paulo.

Novos cursos na Uniasselvi
A partir deste semestre, a Uniasselvi de Brusque passa a ofertar os cursos presenciais de Fisioterapia e Nutrição, autorizados pelo MEC. Os cursos estão com valor promocional de lançamento nas mensalidades e já estão disponíveis para inscrição. O bacharelado em Fisioterapia tem duração de dez semestres e visa formar profissionais capacitados para estudar, prevenir e tratar distúrbios do movimento e da postura humana. Em Nutrição, o bacharelado tem duração de oito semestres e fornece ferramenta para estudar a ciência dos alimentos e sua relação com a saúde humana.

Produção industrial
Após registrar em maio, a produção industrial brasileira caiu novamente e fechou o mês de junho em -0,6%, segundo o IBGE. Nos seis primeiros meses deste ano, o setor acumula retração de 1,6%. No mesmo período de 2018, a indústria havia registrado crescimento de 2,2% e se mantido estável no segundo semestre.

Novo polo de SC
O balanço das exportações de SC no 1º semestre indica que as carnes de aves lideram em volume, com 24,1% de participação no total, além de 8,1% de carne suína. Isto significa que um terço do comércio exterior do Estado deve-se ao agronegócio. A base da extraordinária produção e liderança em Chapecó, a Capital da Agroindústria que já consolidou como novo polo de desenvolvimento catarinense. As notícias da região são auspiciosas. Com a construção do Contorno Oeste, cujos recursos foram prometidos pelo governador em sua última visita ao Oeste, a Aurora vai duplicar o abate de aves, passando de 170 mil para 320 mil por dia. Também projeta passar o abate de suínos de 5 mil para 10 mil diários.

Pequenos negócios
A geração de empregos com carteira assinada em junho veio dos pequenos negócios, pela quinta vez seguida neste ano. A análise pelo Sebrae a partir de dados do Caged, mostra que foram criados 52,7 mil postos de trabalho no segmento. O número de empregos criados pelas micros e pequenas empresas em junho, registrou o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos.

Grandes corporações
Segundo o levantamento, as médias e grandes empresas, pela segunda vez consecutiva, mais demitiram do que contrataram, registrando saldo negativo de 4,8 mil empregos. Ao se agregar o resultado da administração pública a esses saldos, no total foram gerados no país 48.436 postos de trabalho no país. No primeiro semestre de 2019, os pequenos negócios respondem por 387,3 mil empregos, 70 vezes maior que o saldo de empregos gerados pelas médias e grandes empresas (5,3 mil).

Trabalho
A Superintendência do Trabalho em SC, antigo Ministério do Trabalho, inaugurou oficialmente a nova gerência de Itajaí. A unidade mudou de sede para comportar o atendimento à demanda de Balneário Camboriú, cuja agência fechou no mês de abril deste ano, na política de contenção de custos do governo federal. A gerência de Itajaí já está de novo endereço, na Avenida Marcos Konder. A principal mudança é que a unidade passará a ter serviço de auditores do trabalho. Até então, as auditorias eram feitas por Florianópolis ou Blumenau.

Nota fiscal
Há mudança em vista no ferry boat: a partir desta semana passa a emitir nota fiscal eletrônica para todos os usuários que fizerem a travessia. Hoje, quem pede a nota recebe o documento preenchido à mão. A tributação da empresa de navegação é calculada pelo Estado sobre o número de veículos e pedestres que fazem a travessia.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 06/08/2019 às 16h30 | acdiegoli@gmail.com



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Evolução das aplicações financeiras
As principais aplicações financeiras em julho apresentaram o seguinte desempenho: Selic e CDI (+0,57%) acumulado/ano (+3,66%), Poupança (+0,37%) acumulado (+2,63%), Bolsa de Valores (+0,84%) acumulado (+15,84%), Dólar (-0,55%) acumulado (-1,44%),Euro (-3,17%) acumulado (-4,61%), IGP-M (+0,40%) acumulado (+4,79%). Em 12 meses, o IGP-M teve uma variação de (+6,39%), índice que deverá ser utilizado para os contratos de alugueis que vencem no mês de agosto.

Taxa básica de juros
O Banco Central anunciou o primeiro corte na taxa básica de juros desde março de 2018. A taxa Selic caiu de 6,5% para 6% ao ano, em decisão unânime do Copom (Comitê de Política Monetária). Esse é o menor patamar desde que a Selic passou a ser utilizada como instrumento de política monetária, em 1999. Também o Federal Reserve (Fed), banco central americano, cortou a taxa de juros, para uma faixa de 2 a 2,25%. Foi a primeira redução desde a crise financeira que atingiu o país no final de 2008.

Ambev em Itajaí
O complexo logístico Mega Itajaí, da desenvolvedora e administradora de ativos imobiliários Capital Realty, ampliou em mais 30 mil m2 totalizando 84 mil m2 no condomínio já existente. O investimento foi de R$ 60 milhões. Na área ampliada, a Ambev instala um centro de distribuição. As operações devem começar no final deste ano. O espaço ficará responsável pelo abastecimento de centros de distribuições de Santa Catarina, parte do Paraná e do Rio Grande do Sul. A Capital Realty fechou contrato de pré-locação com a Ambev em maio.

Fator motivador
O acesso do Brusque à Série C do Brasileiro repercute internamente no futebol de Blumenau. Pessoas ligadas ao Metropolitano dizem que o crescimento do maior rival em nível nacional pode servir como fator motivador. Soma-se isso à iminente construção da Arena Havan. Fato é que as cidades de Blumenau e Brusque sempre foram rivais no esporte, até em jogo de quilica. Que essa rivalidade impacte positivamente para o Metrô quando se fala em futebol. O crescimento dos brusquenses e a ida à Série C têm de ser empurrão, não decepção.

Descalabro
A criação descontrolada de Cursos de Direito no país causa indignação do ex-presidente da OAB-SC, o desembargador Fernando Carioni. O Brasil atingiu a 1.670 Faculdades de Direito. Afirma “É um verdadeiro descalabro da enganação. O maior absurdo. O exame de ordem, desde 1994, comprova ausência de índice mínimo de conhecimento. Mas as comprovações são suficientes para que o MEC, tome atitude responsável, cancelando cursos sem formação acadêmica”.

China
Não foi nenhuma das conhecidas e bilionárias agroindústrias que operam em SC as duas primeiras, no Estado, dentre 24 em todo o Brasil, habilitadas pela China para vender a ela produtos lácteos, como queijo, manteiga e leite em pó e condensado. São o Laticínio São João, de São João do Oeste, e a Áurea Indústria e Comércio, de Braço do Norte.

Privatização em SC
Sem dinheiro para pagar servidores e muito menos para investir em necessidades primárias da população, como educação, saúde e segurança, 17 Estados planejam vender empresas estatais, passar rodovias para administração privada e formatar Parceria Público-Privada (PPPs) nos mais diversos setores. Conforma a FSP, Santa Catarina quer passar adiante, via venda, concessão ou PPP, empreendimentos públicos como o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, o Terminal Rodoviário Rita Maria, de Florianópolis e o Mirante da Serra do Rio do Rastro, em Lauro Muller.

BB reduz agências
O Banco do Brasil anunciou um programa de reestruturação de cargos e pontos de atendimento, além do lançamento de um programa com desligamento incentivado e da criação de uma unidade de inteligência artificial. As mudanças foram aprovadas pelo Conselho de Administração do Banco e serão implantadas neste segundo semestre de 2019. O impacto financeiro do programa será divulgado até o final de agosto. Serão transformados 333 agências em postos avançados (estrutura menor e mais barata) e 49 postos em agências. Também serão abertas 42 agências empresas.

Consumo imediato
Acaba de ser inaugurada em Brusque, na avenida Otto Renaux, a Loja Tempo Curto, que surge com uma proposta inédita na cidade: a venda de produtos para consumo imediato com descontos de até 70%, em comparação ao preço de mercado. Tratam-se de produtos perecíveis, como carnes, iogurtes, pães, peixes, refrigerantes, biscoitos e chocolates, por exemplo.

Imóveis bloqueados
A FSP publicou uma extensa matéria sobre as dívidas de Ronaldinho, 39 anos, e seus problemas com a Justiça. Segundo o jornal, o ex-jogador está com 57 imóveis bloqueados, quatro deles penhorados pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul por conta de uma multa ambiental no valor de R$ 9,5 milhões. Destes imóveis, apenas dois são localizados fora do Estado (no Rio de Janeiro). A reportagem também cita R$ 7,8 milhões em protestos em três cartórios na capital gaúcha. Em novembro do ano passado, tanto ele quanto seu irmão e empresário Roberto de Assis Moreira, tiveram seus passaportes apreendidos pelo Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul.

Black Friday
Na Secretaria de Comunicação da Presidência da República, o empresário Luciano Lang (leia-se Havan), na companhia de outros grandes do varejo nacional, sugeriu que a cívica Semana da Pátria deste ano seja diferente. Em todo país o comércio se uniria na promoção de uma espécie de “Black Friday”, para impulsionar as vendas, com vantajosos descontos durante a semana de 6 a 13 de setembro.

Teka
Em que pese a situação financeira continuar delicada, a administradora judicial da Teka cita pontos positivos da nova gestão da companhia em relatório sobre as atividades do segundo trimestre apresentado à 2ª Vara Cível de Blumenau, onde corre o processo de recuperação judicial. Entre eles está a redução do tempo de 45 para dois dias entre o faturamento e a coleta de mercadorias e um prazo maior para pagamento a fornecedores. Outro destaque foi a participação na Market Week Brasil, evento promovido pelo Sintex em abril. Na ocasião, a Teka fechou pedidos com novos clientes, além de negociar o retorno de compradores.

Cobrança
O Comitê de Defesa da Competitividade da Economia Catarinense emitiu nota lamentando que o governador de SC descumpriu promessa feita aos deputados estaduais e aos empresários de suspender os efeitos, que terminaram ontem (31/7), dos decretos 1.866 e 1.867. Assim, a partir de 1/8 estão eliminados incentivos de 26 segmentos, com “efeitos devastadores para a economia catarinense”. Caem os incidentes sobre o gás, leite em pó, aves, suínos, erva-mate beneficiada, farinha de trigo, massas, arroz, feijão, sacos de papel, produtos farmacêuticos e cimento, entre outros. A conta será remetida ao consumidor, com elevação de preços, como compensação.

Pão francês
O Sindicato da Indústria do Trigo de Santa Catarina está inconformado com a decisão do governo estadual sobre retirar o benefício fiscal de produtos de mistura prontas para panificação do pãozinho francês. O assunto gravita em torno do decreto que restabeleceu, parcialmente, condições reivindicadas pelos moinhos catarinenses, mas não restituiu tratamento tributário a estas misturas. Assim, o ICMS cobrado sobre esses itens passou de 7% para 17% desde 1/8. Aí fica difícil para os 20 moinhos catarinenses competirem com os fabricantes de trigo do Paraná e do Rio Grande do Sul, onde a alíquota de ICMS é de 7%. O setor não tem como suportar essa diferença e não há como repassar para o peço final. A situação abre caminho para a entrada de moinhos dos Estados vizinhos no mercado catarinense.

Banco de projetos
O governo do Estado está criando um banco de projetos e cada Secretaria deve apresentar pelo menos dois para serem trabalhados em grupo. A Secretaria de Articulação Internacional ambiciona colocar SC do quinto para o primeiro lugar em proficiência em inglês. Vai criar um instituto para qualificar professores. A outra iniciativa da Pasta é criar o selo “quality of Santa Catarina”, que qualificará produtores catarinenses e dar a eles, a credencial para tornar os produtos grife mundial.

Fome
O ditador Maduro da Venezuela, pode jactar-se no momento de ter menos habitantes passando fome em seu país. A estatística favorável deve-se à maior tragédia humanitária do Continente, que motivou a saída de mais de 4 milhões de venezuelanos para fora de suas fronteiras. Aliás, voluntários e militantes de causas sociais aqui no Brasil, em até em SC, estão incentivando e estimulando simpatizantes expressos da ditadura Maduro a emigrarem para a Venezuela, ocupando em parte o espaço de que se foi. Já que gostam tanto ...

Tribunal derruba alta programada
Um segurado do INSS conseguiu manter, com decisão do TRF4, que julga casos dos estados do Sul do país, o pagamento de seu auxílio-doença. Ele buscou a Justiça depois que o INSS o incluiu na alta programada após 120 dias da concessão. Os desembargadores apontaram que o benefício só pode ser cortado após perícia. O segurado tem o diagnóstico de transtorno de humor bipolar e depressão.

Mediação
A partir deste mês de agosto, a Associação Empresarial de Joinville vai sediar pós-graduação em mediação e resolução de conflitos oferecida pela Universidade da Paz (Unipaz).

Importância do Marketing
A importância do Marketing para as empresas foi tema de um Workshop gratuito que aconteceu no Centro Empresarial de Brusque, onde um bate-papo de quase três horas sobre o tema, que em princípio, envolve todas as empresas. Divulgar seus produtos é uma necessidade, saber divulgar é outra. O Marketing atualmente, é importante para qualquer tipo de negócio. Ficar escondido é o mesmo que pedir para não crescer. O exemplo foi dado por grandes empresas de Brusque, que tinham um bom produto, no entanto, achavam que não precisavam de divulgação. Quando abriram os olhos já era tarde demais.

Ortobom
A empresa Colchões Ortobom de Brusque está com nova direção. Um coquetel de reinauguração aconteceu no final de julho que marcou o início das atividades sob o comando de Alisson Dario e Gisele Dario. A empresa está localizada no Centro de Brusque (antiga Sorveteria Gleich).

INSS devolve dinheiro
Os convênios com quatro associações de aposentados foram cancelados pelo INSS por causa de descontos irregulares feitos diretamente nos benefícios previdenciários. Em junho, o governo bloqueou os descontos das contribuições de 800 mil aposentadorias e pensões. Os R$ 57 milhões que ficaram retidos serão devolvidos aos aposentados ao longo da próxima semana, com crédito em conta. As quatro associações representam 90% das reclamações por descontos não autorizados em benefícios. As queixas desse tipo dispararam. Foram 27,4 mil apenas para a Ouvidoria e 10,4 mil processos judiciais.

Sem comprador
O leilão dos seis lotes na orla da Praia de Taquarinhas, em Balneário Camboriú, terminou na última semana, em Florianópolis, sem arrematante. Durante a semana, dois investidores dos Estados Unidos haviam demonstrado interesse na área, além de possíveis compradores de São Paulo. Mas a situação ambiental da praia segurou as ofertas. O lance mínimo era de R$ 87 milhões. O próprio edital de leilão alertava se tratar de área de preservação. Taquarinhas integra a Área de Proteção Ambiental Costa Brava, cujo plano de manejo está em construção.

O juro cai, mas não cai (1)
Ninguém esperava uma recuperação rápida da economia, mas o primeiro semestre deste ano conseguiu ficar abaixo das expectativas. O desemprego caiu um pouco, mas continuou muito alto. Com a grana curta, as famílias não se animaram a aumentar as compras. Em situações como essa, os governos tentam estimular a produção e o consumo aumentando gastos, principalmente com obras, e baixando os juros. A primeira opção, como se sabe, está fora de alcance, porque a grana secou. Restava, portanto, a alternativa de mudar os juros. Foi o que o Banco Central fez na quarta-feira (2), ao reduzir sua taxa de 6,5% para 6% ao ano. No papel, tudo certo. É até motivo de comemoração, porque o Brasil foi por muitos anos campeão mundial de juros , que eram de 14,25% apenas dois anos atrás e passaram dos 40% nos anos 1990.

O juro cai, mas não cai (2)
A taxa do BC serve para indicar qual vai ser o rendimento das aplicações que os clientes fazem nos bancos. Quando ela cai, portanto, os custos dos bancos também caem. Assim, dá para diminuir também os juros cobrados no cheque especial, no cartão de crédito e nos financiamentos para empresas e consumidores. Só que isso não está acontecendo como deveria. Quem precisa comprar a prazo ou tornar grana emprestada ainda arca com uma conta altíssima. Para pessoas físicas, a média é de 53% ao ano. Os bancos alegam que tomam muito prejuízo com gente que não paga as dívidas e, por isso, precisam cobrar mais de quem paga. Pode até ser, mas bem que poderia haver mais competição nesse mercado, dominado por quatro gigantes (Banco do Brasil, Caixa, Itaú e Bradesco). O BC diz que vai abrir o setor. Se quiser tirar o país do buraco, é bom mesmo.

Desconto na aposentadoria
Aposentados que tiveram descontos de associações no benefício sem autorização podem ter o valor de volta. O INSS devolverá automaticamente taxas de junho e julho. Serão pagos R$ 57 milhões a 800 mil segurados. Para débitos anteriores a maio, será preciso procurar a associação ou instituição financeira.

Abusos no consignado
O INSS firmou parceria com a Senacon (Secretaria Nacional do Consumidor), órgão ligado ao Ministério da Justiça, pra intensificara fiscalização da prática abusiva na concessão de empréstimo consignado a aposentados e pensionistas. O combate ao vazamento de informações do INSS e ao assédio a aposentados foram o foco das discussões do presidente do INSS em reunião anual dos Procons estaduais e Distrito Federal. Além do INSS e Senacon, Banco Central, Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e Dataprev assinaram portaria que institui o Grupo de Trabalho Interinstitucional sobre empréstimo consignado.

Roubo de carga
Uma carga roubada avaliada em R$ 1 milhão, composta por roupas e calçados, foi recuperada pela Polícia Civil, em Joinville. Os produtos estavam escondidos em um depósito na zona Sul da cidade e seriam originários de São Paulo.

Novos cursos na Uniasselvi
A partir deste semestre, a Uniasselvi de Brusque passa a ofertar os cursos presenciais de Fisioterapia e Nutrição, autorizados pelo MEC. Os cursos estão com valor promocional de lançamento nas mensalidades e já estão disponíveis para inscrição. O bacharelado em Fisioterapia tem duração de dez semestres e visa formar profissionais capacitados para estudar, prevenir e tratar distúrbios do movimento e da postura humana. Em Nutrição, o bacharelado tem duração de oito semestres e fornece ferramenta para estudar a ciência dos alimentos e sua relação com a saúde humana.

Produção industrial
Após registrar em maio, a produção industrial brasileira caiu novamente e fechou o mês de junho em -0,6%, segundo o IBGE. Nos seis primeiros meses deste ano, o setor acumula retração de 1,6%. No mesmo período de 2018, a indústria havia registrado crescimento de 2,2% e se mantido estável no segundo semestre.

Novo polo de SC
O balanço das exportações de SC no 1º semestre indica que as carnes de aves lideram em volume, com 24,1% de participação no total, além de 8,1% de carne suína. Isto significa que um terço do comércio exterior do Estado deve-se ao agronegócio. A base da extraordinária produção e liderança em Chapecó, a Capital da Agroindústria que já consolidou como novo polo de desenvolvimento catarinense. As notícias da região são auspiciosas. Com a construção do Contorno Oeste, cujos recursos foram prometidos pelo governador em sua última visita ao Oeste, a Aurora vai duplicar o abate de aves, passando de 170 mil para 320 mil por dia. Também projeta passar o abate de suínos de 5 mil para 10 mil diários.

Pequenos negócios
A geração de empregos com carteira assinada em junho veio dos pequenos negócios, pela quinta vez seguida neste ano. A análise pelo Sebrae a partir de dados do Caged, mostra que foram criados 52,7 mil postos de trabalho no segmento. O número de empregos criados pelas micros e pequenas empresas em junho, registrou o melhor resultado para o mês nos últimos cinco anos.

Grandes corporações
Segundo o levantamento, as médias e grandes empresas, pela segunda vez consecutiva, mais demitiram do que contrataram, registrando saldo negativo de 4,8 mil empregos. Ao se agregar o resultado da administração pública a esses saldos, no total foram gerados no país 48.436 postos de trabalho no país. No primeiro semestre de 2019, os pequenos negócios respondem por 387,3 mil empregos, 70 vezes maior que o saldo de empregos gerados pelas médias e grandes empresas (5,3 mil).

Trabalho
A Superintendência do Trabalho em SC, antigo Ministério do Trabalho, inaugurou oficialmente a nova gerência de Itajaí. A unidade mudou de sede para comportar o atendimento à demanda de Balneário Camboriú, cuja agência fechou no mês de abril deste ano, na política de contenção de custos do governo federal. A gerência de Itajaí já está de novo endereço, na Avenida Marcos Konder. A principal mudança é que a unidade passará a ter serviço de auditores do trabalho. Até então, as auditorias eram feitas por Florianópolis ou Blumenau.

Nota fiscal
Há mudança em vista no ferry boat: a partir desta semana passa a emitir nota fiscal eletrônica para todos os usuários que fizerem a travessia. Hoje, quem pede a nota recebe o documento preenchido à mão. A tributação da empresa de navegação é calculada pelo Estado sobre o número de veículos e pedestres que fazem a travessia.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 06/08/2019 às 16h30 | acdiegoli@gmail.com



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade