Jornal Página 3
Coluna
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Desconto no aluguel

A FGV (Fundação Getúlio Vargas) divulgou o IGP-M (Índice Geral de Preços – Mercado), que é o reajuste adotado na maioria dos contratos de aluguel residencial. O índice de dezembro fechou em 0,89%, mas no acumulado do ano, entre janeiro e dezembro, a oscilação foi negativa, ficando em -0,52%.

Golpistas

Criminosos do Mato Grosso, São Paulo e Pernambuco estão aplicando um novo golpe no sistema bancário. Fazem depósitos nas máquinas do caixa eletrônico usando envelopes vazios. Ligam para os titulares dizendo que fizeram operação errada e pedem para estornar a quantia na conta dos golpistas. Gerentes aconselham clientes a ligarem para a polícia quando receberem tais ligações.

Cesta básica

O Dieese divulgou dados referentes a variação da cesta básica de Brusque em relação ao mês de dezembro do ano passado. Conforme os números divulgados, o município teve um reajuste de 0,87%, elevando o custo dos produtos essenciais que compõem a cesta básica para R$ 358,68. Os três principais vilões da variação positiva foram o pão com variação de 10,13%, seguido pelo tomate com 9,09% e a banana com 8,33%. O produto que teve a menor variação no mês de dezembro foi a batata -14,36%.

Pastor Heinrich Sandreczki

Chegou a Brusque em fevereiro de 1865 com o objetivo de dar assistência religiosa aos imigrantes luteranos. E, atendendo também à necessidade de dar ensino básico aos filhos deles, criou, em 20 de abril de 1872, a Escola Evangélica Alemã, ponto de partida do atual Colégio Cônsul Carlos Renaux, atualmente a escola particular mais antiga de SC, de acordo com o Conselho Estadual de Educação. O Pastor Sandreczki esteve à frente da Igreja e do educandário até 1879, quando transferiu-se para a Comunidade Luterana de Blumenau. Como pioneiro, marcou história local e por isso, em sua homenagem, o Centro Evangélico leva o nome dele.

Georg Boettger

A primeira farmácia de Brusque foi fundada por Georg Boettger, um personagem pouco conhecido da maioria, mas que exerceu um papel muito importante na cidade no início do século. Vindo da Alemanha, ficou registrado nas histórias da família Boettger seu grande interesse pelo Brasil, suas matas, sua flora. Assim, fez receitas próprias, que desenvolveu em Brusque. Mais tarde, suas fórmulas-patentes foram vendidas ao Laboratório Catarinense, de Joinville. Foi o criador da pomada Minâncora, uma das marcas de medicamentos mais conhecidas do Brasil.

Salas de cinema

São Bento do Sul, no Planalto Norte de Santa Catarina, ganhará salas de cinema em 2018. O investimento será da rede Cine Gracher, de Brusque, que teve o financiamento de R$ 6,3 milhões aprovado pelo BNDES. Este valor contempla a implantação de cinemas em São Bento e em Indaial, a serem inaugurados no primeiro semestre deste ano. Todos os cinemas serão construídos dentro da Havan, megastore que também nasceu em Brusque e atualmente tem unidades em todas as regiões do País. A loja de São Bento do Sul será construída às margens da SC-418, próximo ao trevo da Oxford.

Geração de empregos

Surpreendeu os números divulgados pelo Caged que revelam que a economia brasileira eliminou 12.292 postos de trabalho com carteira assinada em novembro, com 14 unidades da federação apresentando resultados no vermelho. No acumulado do ano (janeiro a novembro) foram criados 299,6 mil novos postos de trabalho no país, o que comprova que a economia segue em processo de retomada. Santa Catarina mais uma vez navegou contra a maré e se destacou na geração de empregos em novembro, com a criação de 4.995 novas vagas. O Estado teve o segundo melhor resultado do mês no país, atrás apenas do Rio Grande do Sul (+8.753). O desempenho foi puxado pelo comércio, que abriu 5.090 postos de trabalho no período, já efeito das contratações mirando a temporada de verão. No acumulado do ano, SC tem saldo positivo de 51.550 novas vagas, com destaques para Joinville (+7.567), Blumenau (+3.527), São José (+3.184), Brusque (+2.729) e Chapecó (+2.544). Florianópolis tem o pior desempenho do Estado com 4.614 vagas fechadas no ano.

Bagunça

Florianópolis não tem opção ou cobra taxa de pedágio e qualifica o turismo ou seu futuro estará comprometido. Até pelo espaço físico não tem condições de oferecer turismo de massa. A queda do nível dos turistas que aqui estiveram na virada do ano é ostensiva. A falta de infraestrutura é uma dura realidade. Ambulantes às centenas, cachorros na praia, sons estridentes de madrugada, barracas ilegais na orla, dezenas de ônibus estacionados irregularmente, e por aí vai ...

Gigante

A Uniasselvi, que nasceu em SC e já é uma das maiores instituições privadas de ensino do país, vai partir para uma oferta pública de ações (IPO) e captar recursos no mercado, no primeiro semestre de 2018, segundo O Globo. A escola foi arrematada por Carlyle e Vinci Partners junto à Kroton, por pouco mais de R$ 1 bilhão, em 2015.

Balança comercial

A balança comercial teve um superávit de US$ 67 bilhões em 2017, melhor resultado da série histórica iniciada em 1989, de acordo com dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. As exportações somaram US$ 217,7 bilhões no ano passado, um crescimento de 18,5% em relação a 2016. Já as importações somaram US$ 150,7 bilhões em 2017, ou seja, alta de 10,5%. O saldo positivo do ano representou um aumento de 40,5% na comparação com 2016, ano em que o superávit já havia sido recorde, de US$ 47,7 bilhões.

Leva de emancipações

Itapoá é a grande destaque em crescimento entre os 18 municípios em Santa Catarina na primeira leva pós-Constituição de 1988, com as emancipações completando 30 anos a partir deste mês. A cidade do Litoral Norte pulou de 4 mil para 19,3 mil moradores entre a contagem populacional de 1991 e estimativa de 2017. Em abril de 1989, Itapoá se emancipou de Garuva. Daquele grupo, a cidade mais populosa era e continua sendo Forquilhinha, emancipada de Criciúma e hoje com 26 mil habitantes. Outras seis cidades, como Timbó Grande, no Planalto Norte, ganharam população, enquanto as demais tiveram encolhimento. Outros 76 municípios foram criados entre 1991 e 1995. Depois, as regras endureceram e só surgiram mais dois, em 2003.

Poupança

Em dezembro, os brasileiros colocaram mais dinheiro na poupança do que sacaram: foram R$ 19,3 bilhões a mais. Com isso, a caderneta fechou 2017 com o ingresso de R$ 17,1 bilhões, o melhor resultado em três anos, quando houve mais saídas que entradas em 2015 e 2016.

Cristal Blumenau

Estão suspensas as atividades da empresa Cristal Blumenau. Uma reunião definirá como serão feitas as rescisões dos cerca de 150 trabalhadores que atuavam na fabricante de copos e taças de cristal. Os funcionários chegaram a se apresentar para o trabalho no início deste ano para reinício das atividades. No entanto, informados da decisão da empresa de paralisar as atividades, foram para casa. A empresa vinha sofrendo com os altos custos de produção. Só a mão de obra representava 70% das despesas, além de enfrentar concorrência brutal com produtos da China e do Leste Europeu, muito mais baratos. A Cristal Blumenau fecha as portas devendo dois salários, 13º e outros direitos trabalhistas atrasados. Outra representante tradicional do ramo, a Strauss, fechou as portas em junho de 2016. Com dívidas de R$ 117 milhões, a empresa entrou com pedido de autofalência na Justiça. Os bens da Strauss foram vendidos em leilão para a Oxford, fabricante de porcelanas de São Bento do Sul.

Desafios

Em artigo distribuído à imprensa, o presidente da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), lista o que chama de “fatores condicionantes mínimos” para o país reencontrar o caminho do desenvolvimento sustentável: 1 – A economia precisa crescer ao menos entre 4% e 5% ao ano e a renda per capita, dobrar em menos de 15 anos; 2 – Depois da revisão das leis trabalhistas, é preciso dar continuidade às reformas, sobretudo a previdenciária e a tributária; 3 – É preciso avançar em desburocratização, saneamento fiscal, modernização e melhora da produtividade do estado, com mais segurança jurídica.

Receita Federal

A agência da Receita Federal de Itajaí foi absorvida pela Delegacia do órgão em Florianópolis. Com isso, a Receita passa a ter apenas a Alfândega em Itajaí, que vai abraçar também o atendimento ao público. A mudança fará com que o horário de atendimento seja ampliado, das 7h às 19h. A expectativa é que, com mais tempo, a fila para solicitar informações e certidões negativas, por exemplo, reduza significativamente.

Banco próprio

Mais pessoas estão percebendo as vantagens de serem sócias de cooperativas de crédito. É isso que dá para concluir diante da liderança do Sicoob entre as empresas do setor financeiro que mais cresceram por receita no país em 2016, segundo o ranking Valor Grandes Grupos. O Sicoob é a sexta maior instituição financeira do país. Tem 3,8 milhões de cooperados, 475 cooperativas singulares e 16 centrais. Em Santa Catarina, é líder com presença em 250 municípios em atuação a partir do Estado e também no Rio Grande do Sul e Paraná.

Lote da malha fina

A Receita Federal está liberando para consulta ao primeiro lote de malha fina da declaração do Imposto de Renda enviada em 2017. O lote também tem pessoas que haviam caído na malha fina desde 2008. Ao todo, 165 mil contribuintes receberão o crédito em suas contas, totalizando R$ 310 milhões.

Acordo judicial

A Petrobrás vai colocar um ponto final em uma ação judicial contra a empresa que tramita nos Estados Unidos. Acordo anunciado prevê o pagamento de US$ 2,95 bilhões (quase R$ 10 bilhões) em três parcelas a investidores que compraram bônus da estatal entre 2010 e 2014. Um escritório de advocacia americano acusou a estatal brasileira de oferecer informações falsas e ocultar o esquema de corrupção revelado pela Operação Lava-Jato.

Nota fiscal obrigatória

Todas as encomendas com fins comerciais enviadas pelos Correios e demais transportadoras deverão ser obrigatoriamente acompanhadas de nota fiscal a partir deste ano. Nenhuma encomenda será aceita nas agências sem que eu o documento esteja devidamente afixado externamente à embalagem. Para enviar produtos que não estão sujeitos à tributação, será necessário preencher uma declaração de conteúdo, que também deve ser fixada na parte externa do pacote. A medida visa atender às exigências dos órgãos de fiscalização tributária sobre legislações para a circulação de mercadorias no país.

Sem dividendos

O acionista da Petrobrás corre o risco de ficar mais um ano sem dividendos, após o acordo fechado com investidores nos Estados Unidos. O mercado já considera a possibilidade, pela diferença de valorização e preço entre as ações preferenciais (Petr4) e ordinárias (Petr3). A estatal não paga dividendos desde 2014, devido aos sucessivos prejuízos. O pagamento da multa deve afetar o resultado da companhia.

Fraudes no Bolsa Família

Uma auditoria feita pela CGU (Controladoria-Geral da União) apontou que 346 mil famílias teriam recebido dinheiro do Bolsa Família sob “fortes indícios” de terem falsificado ou omitido informações de renda no momento do cadastro. O número representa 2,5% do total de beneficiados com o programa (quase 14 milhões de famílias). Ao todo, o pagamento para essas 346 mil famílias representa até R$ 1,3 bilhão depositados, em dois anos, segundo a auditoria. A maioria dessas famílias com indício de fraude (86%) teria renda subdeclarada entre meio e um salário mínimo, segundo a CGU.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 09/01/2018 às 14h36 | acdiegoli@gmail.com



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br