Jornal Página 3
Coluna
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

Cremer vendida

Uma das mais tradicionais empresas de Blumenau, a Cremer, terá um novo dono. O fundo de investimento Tambaqui, que pertence à gestora Tarpon e até então detinha o controle acionário majoritário da empresa, anunciou que vai vender à CM Hospitalar, 91% das ações da fabricante de materiais descartáveis para saúde, como esparadrapos, cotonetes, gaze e algodão. A transação envolve R$ 499 milhões. A Cremer foi fundada em 1935 pelo imigrante alemão Werner Siegfried Cremer que, com a ajuda de um grupo de 12 médicos e empresários catarinenses, transferiu de Porto Alegre para Blumenau uma pequena fábrica de artigos têxteis para uso cirúrgico e hospitalar. Atualmente a companhia tem cinco fábricas e outros cinco centros de distribuição. Em 2016, faturou R$ 870 milhões. Por ora, as operações, inclusive de Blumenau, devem permanecer sem alterações.

Fusões e aquisições

Os fatos atestam o que se fala há tempos: há um movimento crescente de uma maior concentração de mercado. O movimento de fusões e aquisições tende a aumentar por conta, da imperiosa necessidade das companhias serem competitivas. Juntar forças ou ser vendida, acaba sendo a solução para não fechar melancolicamente.

Receitas financeiras

No mês de novembro, as principais aplicações financeiras renderam: Selic +0,57% (acumulado/ano +9,35%), CDI +0,57% (acumulado +9,34%), Poupança +0,50% (acumulado +6,27%), Bolsa de Valores -3,15% (acumulado +19,50%), Dólar -0,06% (acumulado +0,62%), Euro +2,19% (acumulado +14,29%), Ouro -1,12% (acumulado +11,11%). O IGP-M teve alta de 0,52% em novembro e tem um saldo negativo em 12 meses de -0,86%, que serve para o reajuste dos alugueis para o mês de dezembro.

Por um novo centro

O advogado e ex-candidato a vereador Angelin Laurentino, está batalhando por um novo centro em Brusque. Na sua visão, Brusque tornou-se a cidade do Vale do Itajaí que mais se desenvolveu nas últimas três décadas. Acolheu migrantes de todo o país e gerou empregos. Houve um crescimento expressivo do comércio e da indústria, e também populacional. É uma cidade promissora. O poder executivo municipal precisa estar atento a essas transformações. O centro da cidade clama por mudanças e melhorias. O tráfego de veículos pela Consul, onde está centralizado o comércio de grandes lojas varejistas, bancos, entre outros, comportaria ser alterado e transformado num calçadão, a partir da lanchonete GG até o restaurante Fuzon, o que permitiria a circulação de pessoas livremente e sem nenhum risco de atropelamento, além de eliminar a poluição sonora provocada por veículos de propaganda, prejudicial à saúde das pessoas e lojistas.

Guabiruba terá Biergarten

A pequena e simpática Guabiruba abriu as portas para o seu 1º Biergarten. O objetivo é tornar um ponto turístico de referência regional. Com a proposta de harmonizar produtos locais e cervejas artesanais fabricadas na região, o Biergarten fica estrategicamente posicionado ao lado do tradicional restaurante Schumacher, que é uma referência catarinense pela sua comida alemã. O atendimento acontece de quarta a domingo, das 13h às 19h30 e o estabelecimento faz parte do Empório Biolebem, que abriu suas portas há oito meses disponibilizando souvenirs e produtos da cidade. Tradicionais na Alemanha, os biergartens (bier: cerveja e garten: jardim), são conhecidos pela venda de cervejas e outras bebidas em espaços abertos, reunindo famílias e amigos. Inicialmente estarão disponíveis as cervejas artesanais do tipo Pilsen, Weizen, Ipa, Rauch e Porter, todas produzidas na região.

Azeite de oliva

O Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento retirou do mercado 800 mil litros de azeite de oliva impróprios para o consumo, com indícios de fraude, de 64 marcas e 84 empresas brasileiras. Nesses produtos foi confirmada a presença de aceite “lampante” (não refinado) e outros óleos, como a soja, não permitidos pela legislação. Foram fiscalizadas 76 marcas e realizadas 240 ações fiscais em todo o país. A comercialização foi suspensa e os produtos retirados do mercado.

Dívida Pública Federal

A Dívida Pública Federal, que inclui o endividamento interno e externo do Brasil, aumentou em R$ 8 bilhões em outubro. O estoque da dívida, passando de R$ 3,430 trilhões em setembro, para R$ R$ 3,438 trilhões em outubro. Esse crescimento da dívida ocorreu devido aos gastos com juros no valor de R$ 30,97 bilhões. A dívida interna, que é a parte da dívida pública que pode ser paga em reais, ficou praticamente estável em R$ 3,311 trilhões. Já a dívida externa, captada no mercado internacional, encerrou o mês em RS 127,07 bilhões (US$ 38,78 bilhões).

Detentores da Dívida Pública

Em outubro, os maiores detentores da dívida pública eram os fundos de Previdência (25,37%). O estoque desse grupo passou de R$ 834 bilhões para R$ 840 bilhões, entre setembro e outubro. Em seguida, estão as instituições financeiras, com 21,5%, os fundos de investimentos (25,96%), os investidores estrangeiros (12,78%), o governo (4,69%), seguradoras (4,03%) e outros (5,66%).

Juizado Arbitral de Brusque

Para o ministro Luiz Fux, do STF (Supremo Tribunal Federal), a arbitragem é um procedimento rápido, sigiloso e eficiente, que reduz os custos e o tempo da solução de conflitos. O ministro presidiu a cessão do governo que elaborou o projeto de lei para a criação do novo Código de Processo Civil (CPC), que entrou em vigor em março do ano passado e que estabelece normas para o uso da arbitragem.

Banco do Brasil

O Banco do Brasil está testando uma conta digital para microempreendedores com tarifas a partir de R$ 17. O serviço já está disponível para 100 clientes e deve ser aberto aos demais empreendedores no dia 15 de dezembro. A intenção é atingir 5,8 milhões de MEIs que não são clientes do banco.

Indústria criativa mira no futuro

A indústria criativa de Santa Catarina, com foco em mídia e entretenimento, está construindo o planejamento estratégico do setor para encontrar novos modelos de negócios. Oito tendências orientam o plano. Destaca-se o transmídia, que significa criar negócios baseados numa determinada propriedade intelectual autoral que dê origem a diferentes tipos de produtos e receitas. O volume do Fundo Setorial do Audiovisual alcançou R$ 622 milhões em 2016. Os Estados que apresentam maior utilização dos recursos do fundo são Rio de Janeiro e São Paulo (70% do total). Santa Catarina encontra-se na 16ª posição, com a utilização de R$ 1,7 milhão.

Planos para demitir

Os Correios abriram um PDV (Programa de Demissão Voluntária) para desligar entre 2 mil e 5 mil funcionários. Podem fazer a adesão, até 29 de dezembro, os funcionários com 15 anos de casa. Quem aderir receberá indenização de até R$ 9.800, dependendo do tempo de trabalho, parcelada em 93 meses.

Vale dos Teares Convention

O Casarão Garibaldi foi palco para a posse da nova diretoria do Vale dos Teares Convention & Visitors Bureau. A entidade, que antes era denominada Brusque Convention & Visitors Bureau, mudou de nome porque agora tem como foco desenvolver o turismo regional. O empresário Luis Felipe Zen Cherem foi empossado presidente. A nova diretoria destaca que a expectativa frente ao Convention é muito boa. O objetivo é unir as cidades de Brusque, Guabiruba, Botuverá e Nova Trento neste trabalho e fomentar o turismo em nossa região. Nossa rica história é um excelente produto a ser oferecido aos turistas, destaca o novo presidente.

Têxteis

Na região de Brusque, Botuverá, Guabiruba e Nova Trento, trabalhadores do setor têxtil chegaram a um acordo com o Sindicato Patronal e acertaram um reajuste salarial de 3%, índice acima da variação do INPC nos últimos 12 meses, que é de 1,83%. O piso salarial da categoria passa para R$ 1.231,00.

Atualização cadastral

A Secretaria Municipal da Fazenda de Brusque publicou edital que solicita no prazo de 60 dias, a atualização cadastral de cerca de mil empresas. As instituições constam nos registros da Prefeitura pendentes de regularização. Em alguns casos os empreendimentos já se encontram suspensos, cancelados, baixados e até mesmo falidos. Sem essa atualização cadastral essas empresas geram lançamentos de taxas e tributos indevidos, que se tornam dívidas sem embasamento jurídico para serem cobrados. O objetivo é fazer com que os responsáveis procurem o Poder Público Municipal e regularizem sua situação, seja para cancelar, reativar ou suspender.

Fenômeno

O empresário Luciano Hang, de Brusque, fundador e presidente da Havan, é o maior fenômeno do empreendedorismo catarinense. Abriu 14 lojas este ano no país, gerando mais de 3 mil novos empregos. No último sábado, dia 2, entregou a unidade de Joaçaba. Pretende encerrar o ano com 107 lojas.

Transatlântico

O maior navio da MSC Cruzeiros, Seaview, que será inaugurado em junho de 2018 virá no próximo ano para o litoral brasileiro. Já foram programadas escalas em Balneário Camboriú. O navio, com 180 mil toneladas, terá capacidade para 5,7 mil passageiros e carrega o que há de mais moderno em tecnologia náutica. Como novidade estrutural, uma promenade externa. O anúncio foi feito dentro do Preziosa durante recepção de autoridades estaduais e de BC pela diretoria de operações da MSC, Márcia Leite.

Suspeita de irregularidades

As 18 empresas que estão instaladas na área industrial do bairro Limeira terão de prestar contas à Prefeitura de Brusque nas próximas semanas. O poder público está notificando-as a apresentar documentos que comprovem que cumpriram as exigências previstas no acordo firmado na época da sua instalação. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico está à frente do trabalho de levantamento das doações de terrenos na área industrial. O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC) tem questionado esse instrumento de incentivo à economia em Brusque. Cada empresa beneficiada deverá comparecer à prefeitura com os documentos.  

Programa ampliado

Celesc e Engie decidiram ampliar o projeto Bônus Fotovoltaico, que oferece subsídio de 60% na compra de painéis de geração de energia elétrica a partir da luz solar. Mais 250 residências catarinenses serão beneficiadas com a iniciativa. Outras mil já tiveram os equipamentos instalados. A expansão atende pelo menos uma parte da grande demanda da fase inicial, que atraiu mais de 11 mil interessados. O investimento no aparato é de R$ 6,6 mil, valor que pode ser recuperado em pouco mais de três anos.

Ranking

A Martinelli Advogados, com sede em Joinville, foi, pela décima segunda vez consecutiva, considerado um dos escritórios de advocacia mais admirados do Brasil na opinião de executivos e diretores jurídicos das 1,8 mil maiores empresas do país. O ranking Análise Advocacia 500 é o maior levantamento do gênero no país.

Empresas devedoras

O número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 3,60% em outubro na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando a variação havia sido de 7,27%. Na passagem de setembro para outubro deste ano, sem ajuste sazonal, houve leve crescimento de 0,82%. Os dados são do Indicador de Inadimplência Pessoa Jurídica calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Contratos coletivos

A Câmara dos Deputados avalia liberar o reajuste nos planos de saúde dos idosos, apesar de eles já enfrentarem aumentos abusivos permitidos por brechas nas leis. O índice pode chegar a 35%. Para especialista, reajustes acima de 30% são excessivos. Convênios individuais contratados após 2004 só podem cobrar reajuste por mudança de faixa etária até cliente completar 59 anos. 

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 05/12/2017 às 10h24 | acdiegoli@gmail.com

publicidade





publicidade



Augusto Cesar Diegoli

Assina a coluna Economia & Negócios

Contabilista aposentado, graduado em Direito pela Univali (ex-Fepevi), pós graduado em Direito tributário e Finanças Empresariais pela Furb, árbitro/mediador e diretor da Câmara de Mediação e Arbitragrem de Brusque e diretor da Facema - Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem.
















Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br