Jornal Página 3
Coluna
Falando Nisso
Por Marlise Schneider

27 ANOS

Em julho de 1991, uma equipe de meia dúzia de sonhadores idealistas estava trabalhando na composição da primeira edição do jornal Página3, uma novidade marcada para nascer como um presente no dia 20 de julho, quando Balneário Camboriú comemorava seus 27 anos de emancipação política.
A equipe se enrolou em tempos, prazos e o fechamento acabou não acontecendo como previsto. O nascimento do semanário foi adiado uma semana: 26 de julho. Sem modéstia, até hoje continuo achando que assim mesmo, fora do tempo previsto, foi um presentão para Balneário Camboriú.
Tudo começou em uma pequena salinha da dona Rosa, na Rua 600, quase na vizinhança com a antiga rodoviária do seu Carlinhos da Rosa. A placa era (quase) maior que a sala...tinha máquinas de escrever, uma máquina fotográfica e apenas um computador na redação. Era tudo meio precário...mas tinha fartura de vontade de trabalhar, de 'fome' de fazer um bom jornal e ajudar no desenvolvimento da praia.
Neste 26 de julho de 2018 é o Página3 que comemora 27 anos. E Balneário Camboriú, uma semana antes, neste 20 de julho, comemora o dobro: 54 anos.
O que aconteceu nestes 27 anos na cidade?
O que aconteceu nestes 27 anos no jornal?
O que aconteceu nestes 27 anos em nossas vidas?
É muita coisa, muita mudança em tão pouco tempo.
A cidade 27 anos atrás? Tinha 40 mil habitantes. Estava deixando de ser uma praia de final de semana. Era o segundo principal polo turístico do Estado. A política local passava por fortes mudanças. Leonel Pavan reinava nos altos da Dinamarca. Uma semana antes do Página3 nascer, a cidade ganhava sua primeira escola pública de tempo integral e o 'pai' da ideia, Leonel Brizola, veio inaugurar.
Naquele julho de 1991, Chitãozinho e Xororó lotaram a Santur. 'As Tartarugas Ninja' estavam entre os filmes mais procurados e Kevin Costner com seu 'Dança com Lobos' ganhava o Oscar de melhor filme e estava em cartaz no nosso Cine Itália.
A equipe de largada da primeira edição, tablóide, com 12 página PB, tinha nove pessoas: os jornalistas Bola Teixeira, Waldemar Marzinho Cezar Neto e Marlise Schneider Cezar (responsáveis pela Redação), Gelci Veit (Comercial), Kiko Novaes (chargista) e os colunistas Luiz Alberto Cavalcanti, José Juca Neves de Souza, Oliveira Brandão e Rogério Faísca.
Desde então, escrevemos a história dos últimos 27 anos desta cidade. E em todos esses anos, em todas as entrevistas que publicamos, nunca ouvi alguém dizer que não gosta de Balneário Camboriú.

Tem presente melhor?
 

Escrito por Marlise Schneider, 18/07/2018 às 10h25 | lisi@pagina3.com.br



Marlise Schneider

Assina a coluna Falando Nisso

... curiosa desde guria, ligada, discreta, caseira, sonhadora. Jornalista, chefe de jornalismo do Jornal Página 3.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Falando Nisso
Por Marlise Schneider

27 ANOS

Em julho de 1991, uma equipe de meia dúzia de sonhadores idealistas estava trabalhando na composição da primeira edição do jornal Página3, uma novidade marcada para nascer como um presente no dia 20 de julho, quando Balneário Camboriú comemorava seus 27 anos de emancipação política.
A equipe se enrolou em tempos, prazos e o fechamento acabou não acontecendo como previsto. O nascimento do semanário foi adiado uma semana: 26 de julho. Sem modéstia, até hoje continuo achando que assim mesmo, fora do tempo previsto, foi um presentão para Balneário Camboriú.
Tudo começou em uma pequena salinha da dona Rosa, na Rua 600, quase na vizinhança com a antiga rodoviária do seu Carlinhos da Rosa. A placa era (quase) maior que a sala...tinha máquinas de escrever, uma máquina fotográfica e apenas um computador na redação. Era tudo meio precário...mas tinha fartura de vontade de trabalhar, de 'fome' de fazer um bom jornal e ajudar no desenvolvimento da praia.
Neste 26 de julho de 2018 é o Página3 que comemora 27 anos. E Balneário Camboriú, uma semana antes, neste 20 de julho, comemora o dobro: 54 anos.
O que aconteceu nestes 27 anos na cidade?
O que aconteceu nestes 27 anos no jornal?
O que aconteceu nestes 27 anos em nossas vidas?
É muita coisa, muita mudança em tão pouco tempo.
A cidade 27 anos atrás? Tinha 40 mil habitantes. Estava deixando de ser uma praia de final de semana. Era o segundo principal polo turístico do Estado. A política local passava por fortes mudanças. Leonel Pavan reinava nos altos da Dinamarca. Uma semana antes do Página3 nascer, a cidade ganhava sua primeira escola pública de tempo integral e o 'pai' da ideia, Leonel Brizola, veio inaugurar.
Naquele julho de 1991, Chitãozinho e Xororó lotaram a Santur. 'As Tartarugas Ninja' estavam entre os filmes mais procurados e Kevin Costner com seu 'Dança com Lobos' ganhava o Oscar de melhor filme e estava em cartaz no nosso Cine Itália.
A equipe de largada da primeira edição, tablóide, com 12 página PB, tinha nove pessoas: os jornalistas Bola Teixeira, Waldemar Marzinho Cezar Neto e Marlise Schneider Cezar (responsáveis pela Redação), Gelci Veit (Comercial), Kiko Novaes (chargista) e os colunistas Luiz Alberto Cavalcanti, José Juca Neves de Souza, Oliveira Brandão e Rogério Faísca.
Desde então, escrevemos a história dos últimos 27 anos desta cidade. E em todos esses anos, em todas as entrevistas que publicamos, nunca ouvi alguém dizer que não gosta de Balneário Camboriú.

Tem presente melhor?
 

Escrito por Marlise Schneider, 18/07/2018 às 10h25 | lisi@pagina3.com.br



Marlise Schneider

Assina a coluna Falando Nisso

... curiosa desde guria, ligada, discreta, caseira, sonhadora. Jornalista, chefe de jornalismo do Jornal Página 3.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade