Jornal Página 3
Coluna
Ex pressão
Por Caroline Cezar

Conhece a praça?

A praça é o que acontece
Depois do desfile.
Embaixo do palanque.

É estar na mesma altura
Troca verdadeira
Todo mundo autoridade
De si mesmo

A praça,
sobretudo e inclusive,
é o desmontar do palanque

O riso frouxo de quem trabalha
afrouxando as estruturas

Alegria despretensiosa
Encontro à toa

A praça é palco
de todo mundo e todas coisas
criança, chão, árvore, céu

Ar
LIVRE

Rio
PERTO

Espaço
ABERTO


Praça é encontro, e há de se ter espaço
Oi pra vizinho, abraço em comadre, conversa entre amigos

(enquanto essas criança brincam)

É na rua que acontece
E é disso que se tece
a essencial rede da vida

Sabe o pescador que viu avô fazendo
Sabe a tecelã, que viu tudo acontecer
Sabe aquela que tricota a história traçada

Fuxico
Ca fé
Pirão.

Eu praceio por aqui faz tempo
E sei de um saber que nem é meu
Quem sabe de praça é quem praceia nela

O que se constrói em praça é relação humana.

PAREDE

SEPARA

GENTE.

Escrito por Caroline Cezar, 09/09/2019 às 11h21 | carol.jp3@gmail.com



Caroline Cezar

Assina a coluna Ex pressão

É curiosa e encantada com manifestações da natureza, incluindo a humana. Tem resistência a currículos e títulos. Tenta exercitar a entrega cotidiana. Discorda da própria opinião. É apaixonada. Não sabe, nem quer, separar nada de coisa alguma.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Ex pressão
Por Caroline Cezar

Conhece a praça?

A praça é o que acontece
Depois do desfile.
Embaixo do palanque.

É estar na mesma altura
Troca verdadeira
Todo mundo autoridade
De si mesmo

A praça,
sobretudo e inclusive,
é o desmontar do palanque

O riso frouxo de quem trabalha
afrouxando as estruturas

Alegria despretensiosa
Encontro à toa

A praça é palco
de todo mundo e todas coisas
criança, chão, árvore, céu

Ar
LIVRE

Rio
PERTO

Espaço
ABERTO


Praça é encontro, e há de se ter espaço
Oi pra vizinho, abraço em comadre, conversa entre amigos

(enquanto essas criança brincam)

É na rua que acontece
E é disso que se tece
a essencial rede da vida

Sabe o pescador que viu avô fazendo
Sabe a tecelã, que viu tudo acontecer
Sabe aquela que tricota a história traçada

Fuxico
Ca fé
Pirão.

Eu praceio por aqui faz tempo
E sei de um saber que nem é meu
Quem sabe de praça é quem praceia nela

O que se constrói em praça é relação humana.

PAREDE

SEPARA

GENTE.

Escrito por Caroline Cezar, 09/09/2019 às 11h21 | carol.jp3@gmail.com



Caroline Cezar

Assina a coluna Ex pressão

É curiosa e encantada com manifestações da natureza, incluindo a humana. Tem resistência a currículos e títulos. Tenta exercitar a entrega cotidiana. Discorda da própria opinião. É apaixonada. Não sabe, nem quer, separar nada de coisa alguma.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade