Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

O golpe da balsa

Os vereadores Bola, Gelson Rodrigues e Patrick Machado convocaram para a próxima segunda-feira audiência para tratar da reativação da balsa que liga a Barra à Barra Sul.

Corre a alegação que a balsa precisa ser reativada porque algumas pessoas mais simples se sentem desconfortáveis em dividir espaço nos elevadores da Passarela da Barra com a burguesia perfumada.

O argumento é falso, no ano passado já surgiu essa história porque o cara que comprou a balsa queria ganhar nosso dinheiro, usando para isso a suposta pressão popular.

Quando a Passarela não estava pronta e a balsa ainda funcionava ela custava aos cofres públicos quase 30 mil por mês.

Agora existe a Passarela, construída exatamente para substituir a balsa então beira a improbidade administrativa o prefeito autorizar a volta da embarcação já que ela é desnecessária.

Muitas vezes embarquei para pescar no mesmo local onde ocorriam o embarque e o desembarque da balsa de passageiros (ao lado da marina Tedesco) e as pessoas estavam sempre bem vestidas, porque a dignidade de um macacão de pedreiro é a mesma do terno de um doutor.

Trabalho duro, suor do corpo, graxa ou restos de cimento na pele são motivos de orgulho não de vergonha.

Estão apenas usando massa de manobra para faturar algum.

E os vereadores caem nessa.

Querem a volta da balsa? OK, façam, mas cobrem dos passageiros, não da prefeitura.

Vamos ver quantos irão usá-la.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 17/11/2017 às 07h40 | waldemar@camboriu.com.br



Waldemar Cezar Neto

Assina a coluna Dedo na Moleira

Lê, pesca, cozinha, escreve e é diretor chefe do Jornal Página 3.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br