Jornal Página 3
Coluna
Cá Pra Nós
Por Fernando Baumann

É nóis!

 Não são os políticos, isso é papo furado!!

Estou ficando desorientado com tanta besteira que estamos falando por aí, dizendo que a responsabilidade por tudo que está acontecendo é deles, chega de tanta bobagem. Vamos parar de transferir nossa responsabilidade e culpa, assumindo o compromisso de mudar o que está aí a partir de nós?

Os bobalhões que se divertem em país estrangeiro humilhando uma pessoa que desconhece a língua significa o que? O esperto do funcionário de uma loja na rua da minha casa que vem de moto contramão todo dia porque tem preguiça de dar a volta na quadra é o que?

Outro exemplo: semana passada fui ao Rio, e chegando próximo a serra das Araras o trânsito estava impedido por conta do tombamento de uma carreta. Então quando vêm uma ambulância todos dão um jeito de liberar espaço para ela passar, mas aí atrás segue um batalhão de sem noção aproveitando a oportunidade de burlar a fila. Sem falar os que passaram pelo acostamento!

Mais um: almoço habitualmente num restaurante na terceira avenida que invariavelmente lota, então algumas pessoas que entram já procuram mesa livre e a reservam com bolsas, celulares e chaves, chamando de idiota àqueles que se servem primeiro para depois sentar,  que é a ordem natural das coisas.  Amigo leitor, sinceramente, o que significa isso para você?

Então são os políticos os abestados que destroem o país, ou é nossa falta de cultura, individualidade, ganância e egoísmo? Nos achamos espertos, safos ou o que quer que seja, sendo que na verdade somos a pólvora que destrói o tecido social, e as consequências estão aí: “os políticos”. A verdade é a seguinte, não estamos nem aí para o outro. Ele que se dane. Farinha pouca meu pirão primeiro.

Recentemente li em importante definição que precisamos do termo VOE para mudar nosso modelo comportamental, que significa combater a Vaidade, o Orgulho e o Egoísmo. Somados, estes três elementos compõe o coquetel da insanidade social que vivemos. O resto é consequência. Tem dúvida de que nossa sociedade está doente? Observe o trânsito.

Chega de falação!! Voe, voe, voe, para poder decolar desse chão de misérias míopes.

É “nóis”, pombas.

 

Escrito por Fernando Baumann, 26/06/2018 às 10h12 | fernando@bba-reiki.com.br



Fernando Baumann

Assina a coluna Cá Pra Nós

Economista, empresário e militante das causas coletivas, acredita no associativismo e cooperativismo como ferramentas para a construção de uma sociedade mais justa. Busca incessantemente evoluir como ser humano e social.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br

Página 3
Cá Pra Nós
Por Fernando Baumann

É nóis!

 Não são os políticos, isso é papo furado!!

Estou ficando desorientado com tanta besteira que estamos falando por aí, dizendo que a responsabilidade por tudo que está acontecendo é deles, chega de tanta bobagem. Vamos parar de transferir nossa responsabilidade e culpa, assumindo o compromisso de mudar o que está aí a partir de nós?

Os bobalhões que se divertem em país estrangeiro humilhando uma pessoa que desconhece a língua significa o que? O esperto do funcionário de uma loja na rua da minha casa que vem de moto contramão todo dia porque tem preguiça de dar a volta na quadra é o que?

Outro exemplo: semana passada fui ao Rio, e chegando próximo a serra das Araras o trânsito estava impedido por conta do tombamento de uma carreta. Então quando vêm uma ambulância todos dão um jeito de liberar espaço para ela passar, mas aí atrás segue um batalhão de sem noção aproveitando a oportunidade de burlar a fila. Sem falar os que passaram pelo acostamento!

Mais um: almoço habitualmente num restaurante na terceira avenida que invariavelmente lota, então algumas pessoas que entram já procuram mesa livre e a reservam com bolsas, celulares e chaves, chamando de idiota àqueles que se servem primeiro para depois sentar,  que é a ordem natural das coisas.  Amigo leitor, sinceramente, o que significa isso para você?

Então são os políticos os abestados que destroem o país, ou é nossa falta de cultura, individualidade, ganância e egoísmo? Nos achamos espertos, safos ou o que quer que seja, sendo que na verdade somos a pólvora que destrói o tecido social, e as consequências estão aí: “os políticos”. A verdade é a seguinte, não estamos nem aí para o outro. Ele que se dane. Farinha pouca meu pirão primeiro.

Recentemente li em importante definição que precisamos do termo VOE para mudar nosso modelo comportamental, que significa combater a Vaidade, o Orgulho e o Egoísmo. Somados, estes três elementos compõe o coquetel da insanidade social que vivemos. O resto é consequência. Tem dúvida de que nossa sociedade está doente? Observe o trânsito.

Chega de falação!! Voe, voe, voe, para poder decolar desse chão de misérias míopes.

É “nóis”, pombas.

 

Escrito por Fernando Baumann, 26/06/2018 às 10h12 | fernando@bba-reiki.com.br



Fernando Baumann

Assina a coluna Cá Pra Nós

Economista, empresário e militante das causas coletivas, acredita no associativismo e cooperativismo como ferramentas para a construção de uma sociedade mais justa. Busca incessantemente evoluir como ser humano e social.


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade