Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Chuvarada causa transtornos e apreensão em Balneário Camboriú

Segunda, 1/3/2021 10:12.
Defesa Civil

Publicidade

A chuva forte e constante que está acontecendo em Balneário Camboriú e região desde sábado (27) causou interdições de diversas ruas, incluindo o túnel da 3.700 e as avenidas Panorâmica e das Flores, além de deslizamentos e quedas de árvores.

É necessária atenção porque a previsão é de chuva para os próximos dias.

O túnel da Rua 3.700 e a Avenida Panorâmica estavam interditados, assim como a saída da Avenida Santa Catarina em direção à Avenida das Flores, mas com o escoamento da água, foram liberadas ao tráfego.

Rios monitorados

Segundo o diretor da Defesa Civil, Fabrício Melo, a maior preocupação da cidade no momento é o Rio das Ostras, com parte da água já inundando a Rua Maria Mansoto, no Bairro São Judas Tadeu.

“Ele está bem cheio, assim como o rio Camboriú. No Parque Linear (em Camboriú) e no interior do município vizinho está bastante cheio, estamos em atenção para possíveis inundações. Para que a comunidade tenha uma ideia, em dezembro/2020, quando choveu 500 milímetros, os rios não ficaram na condição que estão hoje”, explicou.

Mais ocorrências

Fabrício aponta que nas últimas 24 horas choveu 76 milímetros, e alerta que há previsão de chuva para a semana toda. A Defesa Civil estadual pediu que a municipal mantenha o monitoramento de forma mais intensa até o final desta segunda-feira.

“Registramos também deslizamento na Rua Panamá, no Bairro das Nações, no sábado; entrou água em alguns quintais. Por conta do volume de chuva a drenagem realmente não dá conta. Houve também queda de muro na Rua Machado de Assis, na Praia dos Amores. Vento não tivemos tanto problema, como nas diversas ocasiões de 2020”, diz.

O diretor pediu que a comunidade continue informando caso suspeite de possibilidade de alagamentos por conta dos rios, problemas em encostas, dúvidas em caso de possíveis inclinações de postes e árvores (houve também três quedas de árvores ao longo do final de semana).

Qualquer esclarecimento, registro de ocorrência ou mais informações, a comunidade pode ligar no 199.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Defesa Civil

Chuvarada causa transtornos e apreensão em Balneário Camboriú

Segunda, 1/3/2021 10:12.

A chuva forte e constante que está acontecendo em Balneário Camboriú e região desde sábado (27) causou interdições de diversas ruas, incluindo o túnel da 3.700 e as avenidas Panorâmica e das Flores, além de deslizamentos e quedas de árvores.

É necessária atenção porque a previsão é de chuva para os próximos dias.

O túnel da Rua 3.700 e a Avenida Panorâmica estavam interditados, assim como a saída da Avenida Santa Catarina em direção à Avenida das Flores, mas com o escoamento da água, foram liberadas ao tráfego.

Rios monitorados

Segundo o diretor da Defesa Civil, Fabrício Melo, a maior preocupação da cidade no momento é o Rio das Ostras, com parte da água já inundando a Rua Maria Mansoto, no Bairro São Judas Tadeu.

“Ele está bem cheio, assim como o rio Camboriú. No Parque Linear (em Camboriú) e no interior do município vizinho está bastante cheio, estamos em atenção para possíveis inundações. Para que a comunidade tenha uma ideia, em dezembro/2020, quando choveu 500 milímetros, os rios não ficaram na condição que estão hoje”, explicou.

Mais ocorrências

Fabrício aponta que nas últimas 24 horas choveu 76 milímetros, e alerta que há previsão de chuva para a semana toda. A Defesa Civil estadual pediu que a municipal mantenha o monitoramento de forma mais intensa até o final desta segunda-feira.

“Registramos também deslizamento na Rua Panamá, no Bairro das Nações, no sábado; entrou água em alguns quintais. Por conta do volume de chuva a drenagem realmente não dá conta. Houve também queda de muro na Rua Machado de Assis, na Praia dos Amores. Vento não tivemos tanto problema, como nas diversas ocasiões de 2020”, diz.

O diretor pediu que a comunidade continue informando caso suspeite de possibilidade de alagamentos por conta dos rios, problemas em encostas, dúvidas em caso de possíveis inclinações de postes e árvores (houve também três quedas de árvores ao longo do final de semana).

Qualquer esclarecimento, registro de ocorrência ou mais informações, a comunidade pode ligar no 199.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade