Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Lockdown em Balneário Camboriú terá barreira sanitária, ações na praia e nas ruas, para pedir conscientização

Sexta, 26/2/2021 18:58.

Publicidade

A Polícia Militar está liderando as ações de fiscalização neste primeiro final de semana de lockdown, a partir das 23h desta sexta-feira até 6h de segunda-feira (1º). Haverá ações em estabelecimentos comerciais – que deverão estar fechados, uma barreira sanitária na entrada da cidade e vigilância nas praias, porque o decreto proíbe circulação e permanência nestes locais.

Fiscalização em três frentes

O Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário, Tenente-Coronel Daniel Nunes da Silva, explicou ao Página 3 que o lockdown tende a ser ‘um dos maiores desafios’ enfrentados pela corporação e pelo Comitê Municipal de Crise de Combate ao Covid-19 neste ano, junto com a Operação Veraneio.

“Tentaremos conscientizar a população a seguir as normas sanitárias com três frentes de trabalho: a primeira será a barreira sanitária, na principal entrada da cidade [Avenida do Estado, em frente ao PIT – Portal de Informações Turísticas], orientando e conscientizando motoristas, e de segunda a sexta-feira [mesmo sem lockdown oficial durante os dias da semana] teremos um ponto de conscientização na praça Tamandaré; a segunda ação são operações programadas entre todos os órgãos de segurança, começando nesta sexta às 22h30, fiscalizando os estabelecimentos; a terceira serão ações individualizadas por cada órgão envolvido, Guarda e Agentes de Trânsito, Polícia Civil, Fiscalização. Nós da PM iremos checar possíveis aglomerações e alvarás e fazendo cumprir o decreto estadual”, explica.

“O foco é conscientizar”

Nunes salienta que o foco da operação é conscientizar a comunidade, quando todas as pessoas tiverem conhecimento passarão então para a ‘segunda fase’: possíveis sanções.

“Se flagrarmos estabelecimentos que não podem estar abertos [bares, restaurantes com atendimento presencial, casas noturnas, lojas, etc.] iremos orientar que fechem, se retornarmos e estiverem abertos serão notificados e o alvará poderá ser cassado”, salienta.

Circulação na praia será coibida

A circulação e permanência em áreas públicas conforme cita o documento, praias, praças e parques, estão proibidas.

“Vamos orientar que as pessoas não permaneçam e nem circulem. Sabemos que será diferente do lockdown de março/2020, época em que as pessoas estavam assustadas e permaneciam em casa, agora tende a diminuir a circulação de pessoas, mas zerar é difícil. Mesmo assim, pedimos a conscientização e que o público siga as regras. Como os estabelecimentos estarão fechados isso deve ajudar, esse é o objetivo do Governo do Estado”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3

Lockdown em Balneário Camboriú terá barreira sanitária, ações na praia e nas ruas, para pedir conscientização

Sexta, 26/2/2021 18:58.

A Polícia Militar está liderando as ações de fiscalização neste primeiro final de semana de lockdown, a partir das 23h desta sexta-feira até 6h de segunda-feira (1º). Haverá ações em estabelecimentos comerciais – que deverão estar fechados, uma barreira sanitária na entrada da cidade e vigilância nas praias, porque o decreto proíbe circulação e permanência nestes locais.

Fiscalização em três frentes

O Comandante do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Balneário, Tenente-Coronel Daniel Nunes da Silva, explicou ao Página 3 que o lockdown tende a ser ‘um dos maiores desafios’ enfrentados pela corporação e pelo Comitê Municipal de Crise de Combate ao Covid-19 neste ano, junto com a Operação Veraneio.

“Tentaremos conscientizar a população a seguir as normas sanitárias com três frentes de trabalho: a primeira será a barreira sanitária, na principal entrada da cidade [Avenida do Estado, em frente ao PIT – Portal de Informações Turísticas], orientando e conscientizando motoristas, e de segunda a sexta-feira [mesmo sem lockdown oficial durante os dias da semana] teremos um ponto de conscientização na praça Tamandaré; a segunda ação são operações programadas entre todos os órgãos de segurança, começando nesta sexta às 22h30, fiscalizando os estabelecimentos; a terceira serão ações individualizadas por cada órgão envolvido, Guarda e Agentes de Trânsito, Polícia Civil, Fiscalização. Nós da PM iremos checar possíveis aglomerações e alvarás e fazendo cumprir o decreto estadual”, explica.

“O foco é conscientizar”

Nunes salienta que o foco da operação é conscientizar a comunidade, quando todas as pessoas tiverem conhecimento passarão então para a ‘segunda fase’: possíveis sanções.

“Se flagrarmos estabelecimentos que não podem estar abertos [bares, restaurantes com atendimento presencial, casas noturnas, lojas, etc.] iremos orientar que fechem, se retornarmos e estiverem abertos serão notificados e o alvará poderá ser cassado”, salienta.

Circulação na praia será coibida

A circulação e permanência em áreas públicas conforme cita o documento, praias, praças e parques, estão proibidas.

“Vamos orientar que as pessoas não permaneçam e nem circulem. Sabemos que será diferente do lockdown de março/2020, época em que as pessoas estavam assustadas e permaneciam em casa, agora tende a diminuir a circulação de pessoas, mas zerar é difícil. Mesmo assim, pedimos a conscientização e que o público siga as regras. Como os estabelecimentos estarão fechados isso deve ajudar, esse é o objetivo do Governo do Estado”, completa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade