Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Natal de Balneário Camboriú: licitação deve ser lançada até o final do mês

Terça, 20/10/2020 19:36.
Renata Rutes
Decoração na praça Tamandaré e na Barra Sul em Balneário Camboriú estão garantidas

Publicidade

Por Renata Rutes

O secretário de Turismo Valdir Walendowsky disse que a licitação do Brilhos de Natal, a decoração natalina da cidade, deverá ser lançada até o final de outubro.

Sobre o Réveillon, o processo deve acontecer em meados de novembro – porém, ainda não está definido se haverá queima de fogos ou não, dependendo do decreto do governo estadual de prevenção ao Covid-19.

A capital, Florianópolis, anunciou o cancelamento do show de fogos na segunda-feira (19).

Brilhos de Natal

Walendowsky explicou que não pode divulgar muitas informações sobre o projeto técnico da decoração natalina antes da licitação ser lançada.

“Até o final deste mês [outubro] deve abrir o pregão. Além da parte técnica, já foi finalizado o projeto, mas há outras burocracias”, disse.

Barra Sul, 2018 (Foto Ivan Rupp)

Ele antecipou que há dois focos: os pontos principais da cidade, como praça Tamandaré e molhe da Barra Sul, e também outras áreas da cidade, fora da orla, como demais praças e o Calçadão.

“É dentro disso que estamos focando”, afirmou.

Réveillon: licitação mantida, mas show ainda não confirmada

O secretário salientou que pretendem lançar a licitação para os fogos em novembro, mas que para a queima acontecer ou não depende do cenário da Covid-19 que atualmente restringe aglomerações, uma das principais formas de contaminação da doença.

“Dependemos do decreto, mas teremos a parte burocrática encaminhada. Se der para fazer, estaremos com o projeto pronto”, explicou.

Para conter a aglomeração de pessoas, uma das opções, até o momento, é transmitir a queima de fogos via live nas redes sociais.

“Hoje o que está mantido é o processo legal para fazer a licitação. O assunto queima de fogos será discutido depois, e dependemos totalmente do governo do Estado”, completou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Renata Rutes
Decoração na praça Tamandaré e na Barra Sul em Balneário Camboriú estão garantidas
Decoração na praça Tamandaré e na Barra Sul em Balneário Camboriú estão garantidas

Natal de Balneário Camboriú: licitação deve ser lançada até o final do mês

Publicidade

Terça, 20/10/2020 19:36.

Por Renata Rutes

O secretário de Turismo Valdir Walendowsky disse que a licitação do Brilhos de Natal, a decoração natalina da cidade, deverá ser lançada até o final de outubro.

Sobre o Réveillon, o processo deve acontecer em meados de novembro – porém, ainda não está definido se haverá queima de fogos ou não, dependendo do decreto do governo estadual de prevenção ao Covid-19.

A capital, Florianópolis, anunciou o cancelamento do show de fogos na segunda-feira (19).

Brilhos de Natal

Walendowsky explicou que não pode divulgar muitas informações sobre o projeto técnico da decoração natalina antes da licitação ser lançada.

“Até o final deste mês [outubro] deve abrir o pregão. Além da parte técnica, já foi finalizado o projeto, mas há outras burocracias”, disse.

Barra Sul, 2018 (Foto Ivan Rupp)

Ele antecipou que há dois focos: os pontos principais da cidade, como praça Tamandaré e molhe da Barra Sul, e também outras áreas da cidade, fora da orla, como demais praças e o Calçadão.

“É dentro disso que estamos focando”, afirmou.

Réveillon: licitação mantida, mas show ainda não confirmada

O secretário salientou que pretendem lançar a licitação para os fogos em novembro, mas que para a queima acontecer ou não depende do cenário da Covid-19 que atualmente restringe aglomerações, uma das principais formas de contaminação da doença.

“Dependemos do decreto, mas teremos a parte burocrática encaminhada. Se der para fazer, estaremos com o projeto pronto”, explicou.

Para conter a aglomeração de pessoas, uma das opções, até o momento, é transmitir a queima de fogos via live nas redes sociais.

“Hoje o que está mantido é o processo legal para fazer a licitação. O assunto queima de fogos será discutido depois, e dependemos totalmente do governo do Estado”, completou.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade