Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Capela mortuária do Bairro das Nações será licitada em 30 dias: reunião da associação com o prefeito foi positiva

Quarta, 11/3/2020 10:09.
Divulgação/Amoban
Prefeito Fabrício na reunião

Publicidade

A aguardada capela mortuária do Bairro das Nações foi um dos temas discutidos na reunião da Associação dos Moradores do Bairro das Nações (AMOBAN) com o prefeito Fabrício Oliveira e seu secretariado, na noite de segunda-feira (9). A obra deverá ser licitada em 30 dias, e será feita na Rua Madagascar. Também foram discutidas questões de saúde, educação, manutenções de rua e a presença de andarilhos pelo bairro, o que tem sido alvo de reclamação daquela comunidade.

Segundo a presidente da AMOBAN, Marisa Strebe, a reunião foi participativa, com diversas reivindicações e esclarecimentos, propostas e comprometimento com as soluções.

“Agradecemos aos moradores de nosso bairro pela presença e interesse na busca por soluções para as necessidades de todos”, disse.

Participaram da reunião o prefeito Fabrício Oliveira e quase todos os secretários municipais, além dos vereadores Nilson Probst, Pedro Francez, Roberto Souza Junior, Arlindo Cruz, Joceli Nazari e Marcelo Achutti.

Capela Mortuária

A Capela Mortuária, cujo terreno e layout já foi definido e aprovado pela comunidade em reunião anterior, será construída na Rua Madagascar, ao lado do Centro Multi eventos. A diretora de Patrimônio, Zezé Wolff, informou que em novembro de 2019 foi aprovada uma lei de onde sairá a dotação orçamentária para a construção da capela. A previsão é de que em 30 dias inicie o processo licitatório para a contratação da empresa que fará a obra.

Manutenção de ruas e obras na Martin Luther

O secretário de Obras, Osmar de Souza Nunes Filho, o Mazoca, informou que a Rua Paquistão e outras ruas, acima da Avenida Palestina, serão revitalizadas: ruas Síria, Nepal, México e Panamá. A calçada em frente ao NEI Recanto dos Passarinhos, que fica na Rua Paquistão, será consertada ainda nesta semana; e também será analisada a possibilidade de fazer a calçada em frente ao Centro Social São Sebastião e Capela Nossa Senhora de Fátima.

Também foi prometido que será feito um mutirão para limpeza das bocas de lobo em todo o bairro; na Praça da Avenida Palestina, esquina com Rua Paraguai será feito trabalho de recuperação e foi pedido para a comunidade ajudar para evitar a depredação e o vandalismo na mesma.

Moradores também relataram ruas que precisam de manutenção, como a México, Uruguai e Ilhas Virgens. Os parquinhos da Avenida Martin Luther passarão por reformas e serão colocados equipamentos para segurança das crianças. Foi questionado sobre o término da Avenida Martin Luther, e Mazoca informou que estão sendo feitos os processos para desapropriações de imóveis desde a Rua Venezuela até o Bairro Ariribá para que seja dado prosseguimento à obra; também informou que está sendo dada continuidade ao projeto de abertura da Rua Arapongas até a BR-101, o que trará muitos benefícios ao trânsito da região.

Saúde

A secretária Andressa Hadad apresentou relatório de consultas, exames, cirurgias, manutenções e atendimentos realizados na cidade e também especificamente no bairro. Ela informou que a equipe de manutenção da secretaria está fazendo diversas intervenções na unidade básica de saúde da Rua México, buscando sanar alguns problemas que a comunidade apresentou.

Andarilhos no bairro

A secretária da Inclusão Social, Christina Barichello, responsável pela equipe do Resgate Social, órgão que aborda e encaminha as pessoas em situação de rua, foi questionada sobre o aumento do número de andarilhos e pessoas de rua no bairro e em toda a cidade. Ela apresentou a equipe do Resgate Social e outros funcionários da Inclusão Social, fazendo um relatório sobre todos os atendimentos realizados junto aos moradores de rua, informando que precisam respeitar os direitos humanos e que não podem simplesmente retirar as pessoas da rua.

No final da reunião, quando a comunidade estava fazendo suas reivindicações, novamente se tocou no problema do grande número de andarilhos e moradores de rua, ficando como sugestão o agendamento de uma reunião com a secretária Christina e o Resgate Social, para que se busquem soluções para a situação.

Educação

A secretária Rosângela Percegona falou sobre o sucesso da implantação do cartão para aquisição do material escolar, dizendo que houve impacto na economia junto aos comércios de material escolar da região do bairro; informou ainda que os uniformes escolares de verão já foram entregues nas unidades de ensino e estão sendo distribuídos; foi salientado também que foram enviadas duas caçambas de areia para ser espalhado no pátio do NEI Recanto dos Passarinhos – o que havia sido solicitado pela comunidade.

Solicitações da comunidade

Além dos temas citados, os moradores do bairro que participaram da reunião fizeram as seguintes solicitações:

- Que o Conselho Tutelar faça incursões na praça perto do colégio Presidente Médici, onde crianças são vistas sozinhas à noite; e também na Avenida Martin Luther onde muitas crianças e adolescentes são vistos embriagados. Como pela lei é proibido a venda de bebida alcoólica para menores foi solicitado que haja fiscalização dos bares e conveniências da região.

- Que haja fiscalização e orientação aos proprietários de imóveis que não tem calçadas e também aos que não tem o piso tátil, para circulação de pessoas com deficiência visual.

Comunidade fez vários pedidos


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Divulgação/Amoban
Prefeito Fabrício na reunião
Prefeito Fabrício na reunião

Capela mortuária do Bairro das Nações será licitada em 30 dias: reunião da associação com o prefeito foi positiva

Publicidade

Quarta, 11/3/2020 10:09.

A aguardada capela mortuária do Bairro das Nações foi um dos temas discutidos na reunião da Associação dos Moradores do Bairro das Nações (AMOBAN) com o prefeito Fabrício Oliveira e seu secretariado, na noite de segunda-feira (9). A obra deverá ser licitada em 30 dias, e será feita na Rua Madagascar. Também foram discutidas questões de saúde, educação, manutenções de rua e a presença de andarilhos pelo bairro, o que tem sido alvo de reclamação daquela comunidade.

Segundo a presidente da AMOBAN, Marisa Strebe, a reunião foi participativa, com diversas reivindicações e esclarecimentos, propostas e comprometimento com as soluções.

“Agradecemos aos moradores de nosso bairro pela presença e interesse na busca por soluções para as necessidades de todos”, disse.

Participaram da reunião o prefeito Fabrício Oliveira e quase todos os secretários municipais, além dos vereadores Nilson Probst, Pedro Francez, Roberto Souza Junior, Arlindo Cruz, Joceli Nazari e Marcelo Achutti.

Capela Mortuária

A Capela Mortuária, cujo terreno e layout já foi definido e aprovado pela comunidade em reunião anterior, será construída na Rua Madagascar, ao lado do Centro Multi eventos. A diretora de Patrimônio, Zezé Wolff, informou que em novembro de 2019 foi aprovada uma lei de onde sairá a dotação orçamentária para a construção da capela. A previsão é de que em 30 dias inicie o processo licitatório para a contratação da empresa que fará a obra.

Manutenção de ruas e obras na Martin Luther

O secretário de Obras, Osmar de Souza Nunes Filho, o Mazoca, informou que a Rua Paquistão e outras ruas, acima da Avenida Palestina, serão revitalizadas: ruas Síria, Nepal, México e Panamá. A calçada em frente ao NEI Recanto dos Passarinhos, que fica na Rua Paquistão, será consertada ainda nesta semana; e também será analisada a possibilidade de fazer a calçada em frente ao Centro Social São Sebastião e Capela Nossa Senhora de Fátima.

Também foi prometido que será feito um mutirão para limpeza das bocas de lobo em todo o bairro; na Praça da Avenida Palestina, esquina com Rua Paraguai será feito trabalho de recuperação e foi pedido para a comunidade ajudar para evitar a depredação e o vandalismo na mesma.

Moradores também relataram ruas que precisam de manutenção, como a México, Uruguai e Ilhas Virgens. Os parquinhos da Avenida Martin Luther passarão por reformas e serão colocados equipamentos para segurança das crianças. Foi questionado sobre o término da Avenida Martin Luther, e Mazoca informou que estão sendo feitos os processos para desapropriações de imóveis desde a Rua Venezuela até o Bairro Ariribá para que seja dado prosseguimento à obra; também informou que está sendo dada continuidade ao projeto de abertura da Rua Arapongas até a BR-101, o que trará muitos benefícios ao trânsito da região.

Saúde

A secretária Andressa Hadad apresentou relatório de consultas, exames, cirurgias, manutenções e atendimentos realizados na cidade e também especificamente no bairro. Ela informou que a equipe de manutenção da secretaria está fazendo diversas intervenções na unidade básica de saúde da Rua México, buscando sanar alguns problemas que a comunidade apresentou.

Andarilhos no bairro

A secretária da Inclusão Social, Christina Barichello, responsável pela equipe do Resgate Social, órgão que aborda e encaminha as pessoas em situação de rua, foi questionada sobre o aumento do número de andarilhos e pessoas de rua no bairro e em toda a cidade. Ela apresentou a equipe do Resgate Social e outros funcionários da Inclusão Social, fazendo um relatório sobre todos os atendimentos realizados junto aos moradores de rua, informando que precisam respeitar os direitos humanos e que não podem simplesmente retirar as pessoas da rua.

No final da reunião, quando a comunidade estava fazendo suas reivindicações, novamente se tocou no problema do grande número de andarilhos e moradores de rua, ficando como sugestão o agendamento de uma reunião com a secretária Christina e o Resgate Social, para que se busquem soluções para a situação.

Educação

A secretária Rosângela Percegona falou sobre o sucesso da implantação do cartão para aquisição do material escolar, dizendo que houve impacto na economia junto aos comércios de material escolar da região do bairro; informou ainda que os uniformes escolares de verão já foram entregues nas unidades de ensino e estão sendo distribuídos; foi salientado também que foram enviadas duas caçambas de areia para ser espalhado no pátio do NEI Recanto dos Passarinhos – o que havia sido solicitado pela comunidade.

Solicitações da comunidade

Além dos temas citados, os moradores do bairro que participaram da reunião fizeram as seguintes solicitações:

- Que o Conselho Tutelar faça incursões na praça perto do colégio Presidente Médici, onde crianças são vistas sozinhas à noite; e também na Avenida Martin Luther onde muitas crianças e adolescentes são vistos embriagados. Como pela lei é proibido a venda de bebida alcoólica para menores foi solicitado que haja fiscalização dos bares e conveniências da região.

- Que haja fiscalização e orientação aos proprietários de imóveis que não tem calçadas e também aos que não tem o piso tátil, para circulação de pessoas com deficiência visual.

Comunidade fez vários pedidos


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade