Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Intervenção em rede coletora antiga da Avenida Atlântica na Barra Sul é concluída

Terça, 7/1/2020 12:57.
Divulgação

Publicidade

A Emasa concluiu na manhã desta terça-feira (7), uma intervenção emergencial em uma rede coletora de esgoto antiga na Barra Sul, não tendo relação com o Emissário, que está em pleno funcionamento.

Durante a noite foi necessário fechar o registro que abastece a região pela proximidade das redes, para a execução do serviço.

Nessa terça-feira na Avenida Atlântica esquina com a Rua 3700, a equipe finaliza o aterro e a pavimentação provisória com lajotas até o completo assentamento para a pavimentação definitiva com asfalto.

A rede que apresentou problema de obstrução desde o último fim de semana, foi uma rede antiga de amianto de aproximadamente 40 anos.

“Devido à sobrecarga de contribuição na região, essa rede antiga não aguentou e estourou, provocando os extravasamentos pontuais. Não tendo relação alguma com o Emissário, que termina na Rua 3700 e está em pleno funcionamento”, esclarece o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber, completando que o amianto é um material usado nas antigas caixas d'água, não sendo mais utilizado há um bom tempo.

A substituição dessa rede coletora antiga já foi licitada e será executada neste ano após a temporada, juntamente com a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Município, que compreende outras redes antigas ou trechos que por ventura, não possuam rede coletora de esgoto ainda. Atualmente Balneário Camboriú é uma das cidades mais saneadas do Estado e país, com 95% de rede coletora implantada.

Desde o último sábado (04) a equipe esteve empenhada para resolver o problema com caminhão hidrojato para a desobstrução do local, no entanto, devido à complexidade na execução foi necessário abrir outros pontos com o uso de equipamentos como retroescavadeira e caminhão basculante para o reparo.

As intervenções na rede foram executadas na maior parte do período durante a madrugada, justamente para causar menos transtorno no trânsito. O local estava sinalizado com monitoramento para evitar acidentes.

Dúvidas e informações nos Canais de Atendimento: SAC - 0800 643-6272, no Fala EMASA - WhatsApp comercial (47) 3261-0000 ou no e-mail: [email protected]


Fonte: Emasa


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação

Intervenção em rede coletora antiga da Avenida Atlântica na Barra Sul é concluída

Publicidade

Terça, 7/1/2020 12:57.

A Emasa concluiu na manhã desta terça-feira (7), uma intervenção emergencial em uma rede coletora de esgoto antiga na Barra Sul, não tendo relação com o Emissário, que está em pleno funcionamento.

Durante a noite foi necessário fechar o registro que abastece a região pela proximidade das redes, para a execução do serviço.

Nessa terça-feira na Avenida Atlântica esquina com a Rua 3700, a equipe finaliza o aterro e a pavimentação provisória com lajotas até o completo assentamento para a pavimentação definitiva com asfalto.

A rede que apresentou problema de obstrução desde o último fim de semana, foi uma rede antiga de amianto de aproximadamente 40 anos.

“Devido à sobrecarga de contribuição na região, essa rede antiga não aguentou e estourou, provocando os extravasamentos pontuais. Não tendo relação alguma com o Emissário, que termina na Rua 3700 e está em pleno funcionamento”, esclarece o diretor-geral da Emasa, Douglas Costa Beber, completando que o amianto é um material usado nas antigas caixas d'água, não sendo mais utilizado há um bom tempo.

A substituição dessa rede coletora antiga já foi licitada e será executada neste ano após a temporada, juntamente com a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário do Município, que compreende outras redes antigas ou trechos que por ventura, não possuam rede coletora de esgoto ainda. Atualmente Balneário Camboriú é uma das cidades mais saneadas do Estado e país, com 95% de rede coletora implantada.

Desde o último sábado (04) a equipe esteve empenhada para resolver o problema com caminhão hidrojato para a desobstrução do local, no entanto, devido à complexidade na execução foi necessário abrir outros pontos com o uso de equipamentos como retroescavadeira e caminhão basculante para o reparo.

As intervenções na rede foram executadas na maior parte do período durante a madrugada, justamente para causar menos transtorno no trânsito. O local estava sinalizado com monitoramento para evitar acidentes.

Dúvidas e informações nos Canais de Atendimento: SAC - 0800 643-6272, no Fala EMASA - WhatsApp comercial (47) 3261-0000 ou no e-mail: [email protected]


Fonte: Emasa


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade