Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Acibalc será a articuladora do Selo Social 2020 em Balneário Camboriú e Camboriú

Segunda, 20/1/2020 16:38.
Divulgação
A presidente da Acibalc, Maria Pissaia, durante a certificação de 2019

Publicidade

A Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc) será a articuladora do Selo Social nas duas cidades que representa em 2020. O marco torna a entidade responsável pela divulgação, captação de novos investidores até a organização do evento que entrega os certificados. O Selo Social é uma iniciativa do Instituto Abaçaí e tem como objetivo promover e reconhecer projetos que impactam positivamente os três setores principais da comunidade: Poder Público, Empresas Privadas e a Sociedade Civil Organizada.

A Acibalc participa do Selo Social desde o primeiro ano de atuação do programa nos municípios de Balneário Camboriú e Camboriú, fazendo parte do conselho e também na apresentação de projetos sociais, sendo certificada por 10 projetos somente em 2019. Este é o quinto ano de programa em ambas as cidades, sendo que agora se tornará um projeto permanente da Acibalc. Até o momento, a iniciativa conta com a participação de cinco investidores, são eles: Alcon, Green Valley, Credifoz, Embraed e Uniavan.

Para a presidente do Instituto Abaçaí, Carina Giunco, a iniciativa da Acibalc frente ao projeto a torna referência para várias organizações e traz para o empresariado um diferencial competitivo.

“A entidade conseguirá integrar os empreendedores das duas cidades, com o poder público e sociedade civil organizada, para potencializar aquilo que deve ser feito nos municípios e criar ações de melhoria dos indicadores locais. Eles se tornarão coresponsabilizadores dos projetos, ao pegar algo que não está muito bacana e melhorar para o bem comum da sociedade. Os resultados dos últimos anos aqui mostram que esses encontros e assessorias realmente melhoram os projetos e aumentam a conexão do empresariado com a sua responsabilidade social”, destaca.

A presidente da Acibalc, Maria Pissaia, destaca que o convite para que a Acibalc se torne articuladora do projeto demonstra o quanto a entidade é reconhecida pelo seu papel agregador e fomentador de boas práticas.

“O Selo Social é uma ferramenta fantástica de medição e de reconhecimento do trabalho voluntário que muitas organizações promovem. Nós vivenciamos o associativismo na prática, com o nosso papel de impactar as pessoas de maneira positiva e temos atingido nosso objetivo. Usar isso para fortalecer o Selo Social será ótimo”, finaliza.


Fonte: Na Mídia Assessoria


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Divulgação
A presidente da Acibalc, Maria Pissaia, durante a certificação de 2019
A presidente da Acibalc, Maria Pissaia, durante a certificação de 2019

Acibalc será a articuladora do Selo Social 2020 em Balneário Camboriú e Camboriú

Publicidade

Segunda, 20/1/2020 16:38.

A Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc) será a articuladora do Selo Social nas duas cidades que representa em 2020. O marco torna a entidade responsável pela divulgação, captação de novos investidores até a organização do evento que entrega os certificados. O Selo Social é uma iniciativa do Instituto Abaçaí e tem como objetivo promover e reconhecer projetos que impactam positivamente os três setores principais da comunidade: Poder Público, Empresas Privadas e a Sociedade Civil Organizada.

A Acibalc participa do Selo Social desde o primeiro ano de atuação do programa nos municípios de Balneário Camboriú e Camboriú, fazendo parte do conselho e também na apresentação de projetos sociais, sendo certificada por 10 projetos somente em 2019. Este é o quinto ano de programa em ambas as cidades, sendo que agora se tornará um projeto permanente da Acibalc. Até o momento, a iniciativa conta com a participação de cinco investidores, são eles: Alcon, Green Valley, Credifoz, Embraed e Uniavan.

Para a presidente do Instituto Abaçaí, Carina Giunco, a iniciativa da Acibalc frente ao projeto a torna referência para várias organizações e traz para o empresariado um diferencial competitivo.

“A entidade conseguirá integrar os empreendedores das duas cidades, com o poder público e sociedade civil organizada, para potencializar aquilo que deve ser feito nos municípios e criar ações de melhoria dos indicadores locais. Eles se tornarão coresponsabilizadores dos projetos, ao pegar algo que não está muito bacana e melhorar para o bem comum da sociedade. Os resultados dos últimos anos aqui mostram que esses encontros e assessorias realmente melhoram os projetos e aumentam a conexão do empresariado com a sua responsabilidade social”, destaca.

A presidente da Acibalc, Maria Pissaia, destaca que o convite para que a Acibalc se torne articuladora do projeto demonstra o quanto a entidade é reconhecida pelo seu papel agregador e fomentador de boas práticas.

“O Selo Social é uma ferramenta fantástica de medição e de reconhecimento do trabalho voluntário que muitas organizações promovem. Nós vivenciamos o associativismo na prática, com o nosso papel de impactar as pessoas de maneira positiva e temos atingido nosso objetivo. Usar isso para fortalecer o Selo Social será ótimo”, finaliza.


Fonte: Na Mídia Assessoria


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade