Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Síndicos e Emasa entram em acordo para mudar lei contra poluição das águas

Reunião e caminhada à Câmara acontecerão na terça-feira 

 
 
 

Domingo, 6/10/2019 12:24.
Kattiúcia Villain.
Poluição do Marambaia levou prefeito a propor lei enérgica.

Publicidade

Na próxima terça-feira, às 18, na Capela Santa Catarina de Alexandria, na Avenida Santa Catarina, 631, síndicos de Balneário Camboriú e a direção da Emasa concluirão o acordo de aperfeiçoamento da Lei 4260 que instituiu a Declaração de Regularidade Sanitária de Edificações.

Essa lei, rigorosa em relação a prédios que poluem cursos d´água com esgoto, deverá ser “suavizada”, depois que os síndicos reclamaram dos prazos curtos e multas elevadas.

Um líder informal dos síndicos, Carlos Spilleri, disse ao Página 3 que foram várias reuniões, respeitosas de parte a parte, focando em mais prazo para cumprir a lei, redução do valor da multa e tolerância para correções quando houver irregularidades.

Spilleri lembrou que no verão ocorrem as assembleias com os moradores dos prédios, dando oportunidade dos síndicos explicarem a nova legislação aos moradores a reforçarem o alerta sobre a responsabilidade ambiental de cada um.

O diretor geral de Emasa, Douglas Costa Beber Rocha, disse esperar que com o acordo centenas de prédios apresentem a Declaração de Regularidade Sanitária de Edificações.

Após a reunião na Capela Santa Catarina de Alexandria, síndicos e diretores da Emasa irão à Câmara protocolar o projeto de alteração na lei e pedirão aos vereadores que procurem analisar e votar com rapidez a proposta.

As mudanças propostas na lei:

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Kattiúcia Villain.
Poluição do Marambaia levou prefeito a propor lei enérgica.
Poluição do Marambaia levou prefeito a propor lei enérgica.

Síndicos e Emasa entram em acordo para mudar lei contra poluição das águas

Reunião e caminhada à Câmara acontecerão na terça-feira 

 
 
 

Publicidade

Domingo, 6/10/2019 12:24.

Na próxima terça-feira, às 18, na Capela Santa Catarina de Alexandria, na Avenida Santa Catarina, 631, síndicos de Balneário Camboriú e a direção da Emasa concluirão o acordo de aperfeiçoamento da Lei 4260 que instituiu a Declaração de Regularidade Sanitária de Edificações.

Essa lei, rigorosa em relação a prédios que poluem cursos d´água com esgoto, deverá ser “suavizada”, depois que os síndicos reclamaram dos prazos curtos e multas elevadas.

Um líder informal dos síndicos, Carlos Spilleri, disse ao Página 3 que foram várias reuniões, respeitosas de parte a parte, focando em mais prazo para cumprir a lei, redução do valor da multa e tolerância para correções quando houver irregularidades.

Spilleri lembrou que no verão ocorrem as assembleias com os moradores dos prédios, dando oportunidade dos síndicos explicarem a nova legislação aos moradores a reforçarem o alerta sobre a responsabilidade ambiental de cada um.

O diretor geral de Emasa, Douglas Costa Beber Rocha, disse esperar que com o acordo centenas de prédios apresentem a Declaração de Regularidade Sanitária de Edificações.

Após a reunião na Capela Santa Catarina de Alexandria, síndicos e diretores da Emasa irão à Câmara protocolar o projeto de alteração na lei e pedirão aos vereadores que procurem analisar e votar com rapidez a proposta.

As mudanças propostas na lei:

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade