Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Após 12 anos em Balneário Camboriú, Frei Ladi será transferido da Paróquia Santa Inês
Waldemar Cezar Neto
Frei Ladi em entrevista ao Página 3, há dois anos

Quarta, 9/1/2019 17:36.

Após 12 anos de trabalho em Balneário Camboriú à frente da Paróquia Santa Inês, o Frei Ladi Antoniazzi, será transferido para Curitiba.

Em entrevista ao portal Fala Litoral, Ladi disse que a mudança não foi uma decisão sua e sim da igreja. O frei comentou que gostaria de permanecer aqui, mas por obediência seguirá a determinação da instituição.


Frei Ladi Antoniazzi é gaúcho de Severiano de Almeida, completaria em fevereiro 12 anos em Balneário Camboriú.

Depois de trabalhar 24 anos em Bauru e no Espírito Santo, ficou surpreso quando colocaram Balneário na sua rota. Filho de descendentes italianos, nasceu em uma família grande, nove irmãos. Quando descobriu sua vocação ainda era criança. Deixou o tempo passar, mas na adolescência a vontade de dedicar-se à igreja voltou com mais força e determinação. Estudou em Petrópolis (Rio). Ingressou na Ordem Franciscana em 1971, foi ordenado sacerdote em 1976.

Em 2017 o Frei concedeu entrevista aos jornalistas do Página 3 Marlise Schneider Cezar e Waldemar Cezar Neto e contou que identificou-se com a cidade que o acolheu muito bem. Também lembrou com tristeza o assalto que sofreu há alguns anos onde mora (junto à igreja).

Os ladrões queriam um cofre, mas não tinha, então agrediram o frei, que ficou bastante machucado e só recuperou a voz, porque teve ajuda de uma fonoaudióloga por anos.

Para relembrar o bate-papo com o Página 3 clique aqui.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Após 12 anos em Balneário Camboriú, Frei Ladi será transferido da Paróquia Santa Inês

Waldemar Cezar Neto
Frei Ladi em entrevista ao Página 3, há dois anos
Frei Ladi em entrevista ao Página 3, há dois anos

Publicidade

Quarta, 9/1/2019 17:36.

Após 12 anos de trabalho em Balneário Camboriú à frente da Paróquia Santa Inês, o Frei Ladi Antoniazzi, será transferido para Curitiba.

Em entrevista ao portal Fala Litoral, Ladi disse que a mudança não foi uma decisão sua e sim da igreja. O frei comentou que gostaria de permanecer aqui, mas por obediência seguirá a determinação da instituição.


Frei Ladi Antoniazzi é gaúcho de Severiano de Almeida, completaria em fevereiro 12 anos em Balneário Camboriú.

Depois de trabalhar 24 anos em Bauru e no Espírito Santo, ficou surpreso quando colocaram Balneário na sua rota. Filho de descendentes italianos, nasceu em uma família grande, nove irmãos. Quando descobriu sua vocação ainda era criança. Deixou o tempo passar, mas na adolescência a vontade de dedicar-se à igreja voltou com mais força e determinação. Estudou em Petrópolis (Rio). Ingressou na Ordem Franciscana em 1971, foi ordenado sacerdote em 1976.

Em 2017 o Frei concedeu entrevista aos jornalistas do Página 3 Marlise Schneider Cezar e Waldemar Cezar Neto e contou que identificou-se com a cidade que o acolheu muito bem. Também lembrou com tristeza o assalto que sofreu há alguns anos onde mora (junto à igreja).

Os ladrões queriam um cofre, mas não tinha, então agrediram o frei, que ficou bastante machucado e só recuperou a voz, porque teve ajuda de uma fonoaudióloga por anos.

Para relembrar o bate-papo com o Página 3 clique aqui.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade