Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Promotor Rosan da Rocha se aposenta, após 28 anos de Ministério Público
Daniele Sisnandes/Página 3
Rosan em entrevista ao Página 3

Sexta, 1/2/2019 10:21.

O promotor Rosan da Rocha anunciou que está se aposentando após 40 anos de serviços prestados, 28 no Ministério Público.

Ele é um dos promotores com mais tempo de atividade em Balneário Camboriú e ao longo dos anos, em diferentes promotorias, marcou presença no interesse da coisa pública.

Nos últimos anos Rosan teve atuação destacada à frente da 6ª Promotoria de Justiça, que atua sobre direitos do Consumidor, Terceiro Setor, Direitos Humanos e Cidadania.

Teve papel importante na cobrança de respostas do poder público sobre questões diversas como a gestão do Lar dos Idosos, degradação na Estrada da Rainha, loteamento da praia, decks sobre as calçadas, garantia de direitos de manifestação pública, atendimentos na saúde, abusos contra terceira idade, entre tantos outros temas relevantes.

Também se notabilizou pela forte presença nas redes sociais, compartilhando ações da promotoria e opiniões.

A concessão da aposentadoria do promotor foi publicada ontem (31) no Diário Oficial do Ministério Público. Quem está respondendo pela PJ é o promotor Isaac Newton Belota Sabbá Guimarães.

Rosan publicou em suas redes sociais uma nota de agradecimento, em que afirma seguir na busca pela justiça social, “agora trilhando outro caminho”.

"Por enquanto, durante este mês irei descansar . Tenho algumas ideias e propostas, mas meu norte será sempre na área da cidadania", escreveu ao Página 3.

Leia na íntegra:

"Após mais de 40 anos de serviços prestados, 28 anos no Ministério Público de SC como Promotor de Justiça e 23 anos em atividade nesta Comarca de Balneário Camboriú, estou deixando esta honrosa e brilhante carreira, rumo a aposentadoria.

A partir deste dia 1o de Fevereiro/2019 não sou mais Promotor de Justiça em atividade, estarei aposentado.

Foi uma decisão difícil, mas como tudo tem início, meio e fim, resolvi ultrapassar mais esta etapa da minha vida e seguir novos rumos.

Ante um turbilhão de sentimentos que, nesta hora, invadem meu corpo, dois, em especial, me sinto no dever em externar para vocês: O PERDÃO e a GRATIDÃO.

Perdão por não ter conseguido resolver os problemas de muitos que me procuraram em busca de soluções; Perdão pelos momentos que não pude escutar os reclamos de cada um pessoalmente; Perdão pelas palavras duras que, por ventura, tenha proferido a quem não merecia ouvi-las; Perdão por não ter sido mais parceiro, colega e amigo do que deveria. Perdão...

Gratidão pela receptividade e respeito que tive da imprensa, das autoridades e da comunidade em cada Cidade por que passei; Gratidão pela compreensão de muitos em saber das minhas limitações em resolver seus problemas; Gratidão, pela tolerância que tiveram comigo quando não tive a atitude que esperavam; Gratidão pela parceria de inúmeras pessoas que, ao longo destes anos, me ensinaram e contribuíram para que eu pudesse melhorar profissionalmente e como ser ser humano.

Por último, agradeço a DEUS por ter me oportunizado tão especial missão em poder servir ao próximo, rogando ainda que me conserve a saúde e a vontade em continuar empenhado na perseguição da verdadeira justiça social, agora trilhando outro caminho.

MUITO OBRIGADO por terem me feito um homem mais feliz e realizado".

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Promotor Rosan da Rocha se aposenta, após 28 anos de Ministério Público

Daniele Sisnandes/Página 3
Rosan em entrevista ao Página 3
Rosan em entrevista ao Página 3

Publicidade

Sexta, 1/2/2019 10:21.

O promotor Rosan da Rocha anunciou que está se aposentando após 40 anos de serviços prestados, 28 no Ministério Público.

Ele é um dos promotores com mais tempo de atividade em Balneário Camboriú e ao longo dos anos, em diferentes promotorias, marcou presença no interesse da coisa pública.

Nos últimos anos Rosan teve atuação destacada à frente da 6ª Promotoria de Justiça, que atua sobre direitos do Consumidor, Terceiro Setor, Direitos Humanos e Cidadania.

Teve papel importante na cobrança de respostas do poder público sobre questões diversas como a gestão do Lar dos Idosos, degradação na Estrada da Rainha, loteamento da praia, decks sobre as calçadas, garantia de direitos de manifestação pública, atendimentos na saúde, abusos contra terceira idade, entre tantos outros temas relevantes.

Também se notabilizou pela forte presença nas redes sociais, compartilhando ações da promotoria e opiniões.

A concessão da aposentadoria do promotor foi publicada ontem (31) no Diário Oficial do Ministério Público. Quem está respondendo pela PJ é o promotor Isaac Newton Belota Sabbá Guimarães.

Rosan publicou em suas redes sociais uma nota de agradecimento, em que afirma seguir na busca pela justiça social, “agora trilhando outro caminho”.

"Por enquanto, durante este mês irei descansar . Tenho algumas ideias e propostas, mas meu norte será sempre na área da cidadania", escreveu ao Página 3.

Leia na íntegra:

"Após mais de 40 anos de serviços prestados, 28 anos no Ministério Público de SC como Promotor de Justiça e 23 anos em atividade nesta Comarca de Balneário Camboriú, estou deixando esta honrosa e brilhante carreira, rumo a aposentadoria.

A partir deste dia 1o de Fevereiro/2019 não sou mais Promotor de Justiça em atividade, estarei aposentado.

Foi uma decisão difícil, mas como tudo tem início, meio e fim, resolvi ultrapassar mais esta etapa da minha vida e seguir novos rumos.

Ante um turbilhão de sentimentos que, nesta hora, invadem meu corpo, dois, em especial, me sinto no dever em externar para vocês: O PERDÃO e a GRATIDÃO.

Perdão por não ter conseguido resolver os problemas de muitos que me procuraram em busca de soluções; Perdão pelos momentos que não pude escutar os reclamos de cada um pessoalmente; Perdão pelas palavras duras que, por ventura, tenha proferido a quem não merecia ouvi-las; Perdão por não ter sido mais parceiro, colega e amigo do que deveria. Perdão...

Gratidão pela receptividade e respeito que tive da imprensa, das autoridades e da comunidade em cada Cidade por que passei; Gratidão pela compreensão de muitos em saber das minhas limitações em resolver seus problemas; Gratidão, pela tolerância que tiveram comigo quando não tive a atitude que esperavam; Gratidão pela parceria de inúmeras pessoas que, ao longo destes anos, me ensinaram e contribuíram para que eu pudesse melhorar profissionalmente e como ser ser humano.

Por último, agradeço a DEUS por ter me oportunizado tão especial missão em poder servir ao próximo, rogando ainda que me conserve a saúde e a vontade em continuar empenhado na perseguição da verdadeira justiça social, agora trilhando outro caminho.

MUITO OBRIGADO por terem me feito um homem mais feliz e realizado".

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade