Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Bandeira Azul faz parte de plano de turismo ecológico previsto para a Interpraias

Prefeito diz que vai anunciar um "master plan" para a região com foco na preservação e sustentabilidade

Quinta, 12/12/2019 12:46.
Caroline Cezar

Publicidade

A Bandeira Azul foi hasteada nessa quinta-feira pela manhã na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, com a presença do prefeito, autoridades e moradores. O selo de certificação ambiental foi concedido às praias do Estaleiro e Estaleirinho, entre outras nove praias contempladas no Brasil, que precisam cumprir uma série de critérios de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestrutura, informação aos frequentadores e sensibilização ambiental.

A Bandeira Azul nas duas praias ficará hasteada durante a temporada de verão 2019/2020, e nesse período a praia tem fiscais orientando sobre os cuidados com a restinga, banheiros funcionando, e atenção às melhorias de passarelas e lixeiras. Recentemente foi instalada uma nova proteção da restinga, dessa vez na faixa de areia e há outras ações programadas para o período.

O prefeito Fabrício Oliveira, em entrevista ao Página3, afirmou que a Bandeira Azul marca o território com um selo de sustentabilidade, preservação e consciência ambiental e que vem para somar a um grande projeto que será apresentado no início do próximo ano e que contempla toda região da Interpraias com o turismo ecológico, ainda pouco explorado pelo município.

"Temos um master plan de toda essa área para consolidar ela num turismo ecológico, que tem um ticket médio cinco vezes mais que o turismo sol e mar, pessoas que querem vir usufruir da natureza, respeitar e preservar. Nós podemos usufruir dessa modalidade econômica preservando e criando ícones, como a Bandeira Azul, o Parque de Taquarinhas e assim por diante. Queremos fazer um programa sistêmico, que abrange diversas áreas, educação ambiental nas escolas, nosso programa de reciclagem, que é um dos melhores do país...

Fabrício comenta que BC tem características únicas, é uma cidade pequena, uma das mais adensadas do sul do país, e ao mesmo tempo tem praias agrestes preservadas, uma ainda completamente nativa e virgem, que é Taquarinhas, e que ele garante que vai ser preservada, e transformada num parque de ecologia. "Aqui é nosso pulmão, nós não podemos perder essa características e podemos aproveitá-las para valorizar muito essa região", disse Fabrício.


Leia mais sobre a Bandeira Azul.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade














Página 3
Caroline Cezar

Bandeira Azul faz parte de plano de turismo ecológico previsto para a Interpraias

Prefeito diz que vai anunciar um "master plan" para a região com foco na preservação e sustentabilidade

Publicidade

Quinta, 12/12/2019 12:46.

A Bandeira Azul foi hasteada nessa quinta-feira pela manhã na Praia do Estaleiro, em Balneário Camboriú, com a presença do prefeito, autoridades e moradores. O selo de certificação ambiental foi concedido às praias do Estaleiro e Estaleirinho, entre outras nove praias contempladas no Brasil, que precisam cumprir uma série de critérios de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infraestrutura, informação aos frequentadores e sensibilização ambiental.

A Bandeira Azul nas duas praias ficará hasteada durante a temporada de verão 2019/2020, e nesse período a praia tem fiscais orientando sobre os cuidados com a restinga, banheiros funcionando, e atenção às melhorias de passarelas e lixeiras. Recentemente foi instalada uma nova proteção da restinga, dessa vez na faixa de areia e há outras ações programadas para o período.

O prefeito Fabrício Oliveira, em entrevista ao Página3, afirmou que a Bandeira Azul marca o território com um selo de sustentabilidade, preservação e consciência ambiental e que vem para somar a um grande projeto que será apresentado no início do próximo ano e que contempla toda região da Interpraias com o turismo ecológico, ainda pouco explorado pelo município.

"Temos um master plan de toda essa área para consolidar ela num turismo ecológico, que tem um ticket médio cinco vezes mais que o turismo sol e mar, pessoas que querem vir usufruir da natureza, respeitar e preservar. Nós podemos usufruir dessa modalidade econômica preservando e criando ícones, como a Bandeira Azul, o Parque de Taquarinhas e assim por diante. Queremos fazer um programa sistêmico, que abrange diversas áreas, educação ambiental nas escolas, nosso programa de reciclagem, que é um dos melhores do país...

Fabrício comenta que BC tem características únicas, é uma cidade pequena, uma das mais adensadas do sul do país, e ao mesmo tempo tem praias agrestes preservadas, uma ainda completamente nativa e virgem, que é Taquarinhas, e que ele garante que vai ser preservada, e transformada num parque de ecologia. "Aqui é nosso pulmão, nós não podemos perder essa características e podemos aproveitá-las para valorizar muito essa região", disse Fabrício.


Leia mais sobre a Bandeira Azul.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade