Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Decoração de Natal de Balneário Camboriú será custeada com recursos da prefeitura
Divulgação PMBC

Quarta, 21/11/2018 7:17.

O projeto Brilhos de Natal de Balneário Camboriú sofreu atrasos e a abertura oficial, que seria nesta semana, teve que ser transferida para o dia 1º de dezembro. O projeto de captação de recursos através da Lei Rouanet não conseguiu adesões de empresas e por isso, todo o Natal será custeado com recursos do próprio município.

A expectativa da Prefeitura, juntamente com a Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc), executora do projeto, era captar até R$ 3,5 milhões para realizar o projeto na íntegra, que incluía grandes shows.

Segundo o secretário interino de Turismo, Nelson Oliveira, este ano a Prefeitura trabalhou em duas frentes: uma licitação para decoração de vários pontos da cidade e o projeto de captação de recursos através da Lei Rouanet.

Nelson esclarece que a licitação da decoração seria de qualquer forma custeada com recursos do município, já o valor captado pela Lei Rouanet seria investido na programação cultural.

A licitação concluída na terça (20) prevê o aluguel e a manutenção de decoração e iluminação deste que é considerado o terceiro maior evento da cidade, atrás apenas do Réveillon e Carnaval.

A primeira colocada declinou, porque não conseguiria apresentar uma certidão negativa em tempo. A segunda colocada foi convocada e a licitação foi homologada na tarde de hoje. A instalação deverá ser iniciada logo após a assinatura do contrato com a empresa vencedora.

O valor investido será de R$ 798 mil. 

Segundo o termo de referência, a decoração e iluminação contemplarão os seguintes pontos:

  • Praça Almirante Tamandaré representa Lapônia, a cidade do Papai Noel onde está sua residência, árvore, trenó com renas e jardim;
  • Calçadão da Avenida Central representa o caminho das luzes que liga as duas principais avenidas da cidade;
  • Barra Sul representa o porto do Papai Noel por aonde as decorações vão exportadas para todo o mundo;
  • Praça do Pescador representa a parte religiosa do Natal;
  • Igreja da Barra representa a porta de entrada para o céu em alusão à parte religiosa;
  • Pontal Norte representa os presentes da Bandeira Azul, importante projeto ambiental internacional conquistado por Balneário Camboriú;
  • Portal de Informações Turísticas representa as luzes do principal acesso da cidade.
  • Praça das Bandeiras representa o cartão de boas vindas do evento de Natal.
  • Figueira da Martin Luther representa uma importante árvore natural decorada e iluminada para o Natal.

Captação

O presidente da Acibalc, Augusto Munchen, lamentou que o projeto não tenha recebido adesões, mas acredita que abriu canais para o próximo ano. Ele entende que a captação deveria ter tido mais tempo, mas como foi um projeto desenvolvido a muitas mãos, demorou para ser liberado e apresentado no Ministério da Cultura.

"Como foi um projeto pioneiro, enfrentamos algumas dificuldades, mas plantamos uma semente", declarou.

Ele contou que cerca de 40 empresas foram consultadas e muitas sinalizaram positivamente para o próximo ano, no entanto, como o projeto foi apresentado no final deste ano, elas não tinham adequar seus cronogramas financeiros.

Mesmo assim Munchen garante que Balneário Camboriú terá um Natal mais bonito do que ano passado. "O prefeito e a Secretaria de Turismo estão empenhados", finalizou.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Decoração de Natal de Balneário Camboriú será custeada com recursos da prefeitura

Divulgação PMBC

Publicidade

Quarta, 21/11/2018 7:17.

O projeto Brilhos de Natal de Balneário Camboriú sofreu atrasos e a abertura oficial, que seria nesta semana, teve que ser transferida para o dia 1º de dezembro. O projeto de captação de recursos através da Lei Rouanet não conseguiu adesões de empresas e por isso, todo o Natal será custeado com recursos do próprio município.

A expectativa da Prefeitura, juntamente com a Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc), executora do projeto, era captar até R$ 3,5 milhões para realizar o projeto na íntegra, que incluía grandes shows.

Segundo o secretário interino de Turismo, Nelson Oliveira, este ano a Prefeitura trabalhou em duas frentes: uma licitação para decoração de vários pontos da cidade e o projeto de captação de recursos através da Lei Rouanet.

Nelson esclarece que a licitação da decoração seria de qualquer forma custeada com recursos do município, já o valor captado pela Lei Rouanet seria investido na programação cultural.

A licitação concluída na terça (20) prevê o aluguel e a manutenção de decoração e iluminação deste que é considerado o terceiro maior evento da cidade, atrás apenas do Réveillon e Carnaval.

A primeira colocada declinou, porque não conseguiria apresentar uma certidão negativa em tempo. A segunda colocada foi convocada e a licitação foi homologada na tarde de hoje. A instalação deverá ser iniciada logo após a assinatura do contrato com a empresa vencedora.

O valor investido será de R$ 798 mil. 

Segundo o termo de referência, a decoração e iluminação contemplarão os seguintes pontos:

  • Praça Almirante Tamandaré representa Lapônia, a cidade do Papai Noel onde está sua residência, árvore, trenó com renas e jardim;
  • Calçadão da Avenida Central representa o caminho das luzes que liga as duas principais avenidas da cidade;
  • Barra Sul representa o porto do Papai Noel por aonde as decorações vão exportadas para todo o mundo;
  • Praça do Pescador representa a parte religiosa do Natal;
  • Igreja da Barra representa a porta de entrada para o céu em alusão à parte religiosa;
  • Pontal Norte representa os presentes da Bandeira Azul, importante projeto ambiental internacional conquistado por Balneário Camboriú;
  • Portal de Informações Turísticas representa as luzes do principal acesso da cidade.
  • Praça das Bandeiras representa o cartão de boas vindas do evento de Natal.
  • Figueira da Martin Luther representa uma importante árvore natural decorada e iluminada para o Natal.

Captação

O presidente da Acibalc, Augusto Munchen, lamentou que o projeto não tenha recebido adesões, mas acredita que abriu canais para o próximo ano. Ele entende que a captação deveria ter tido mais tempo, mas como foi um projeto desenvolvido a muitas mãos, demorou para ser liberado e apresentado no Ministério da Cultura.

"Como foi um projeto pioneiro, enfrentamos algumas dificuldades, mas plantamos uma semente", declarou.

Ele contou que cerca de 40 empresas foram consultadas e muitas sinalizaram positivamente para o próximo ano, no entanto, como o projeto foi apresentado no final deste ano, elas não tinham adequar seus cronogramas financeiros.

Mesmo assim Munchen garante que Balneário Camboriú terá um Natal mais bonito do que ano passado. "O prefeito e a Secretaria de Turismo estão empenhados", finalizou.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade