Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Vereador Bola propõe nome de Teixeirinha a avenida do Estaleiro

Morto no sábado ele foi uma lenda no futebol catarinense

Segunda, 18/6/2018 15:57.
Acervo da família.
Teixerinha (à direita) ao lado do Luis Corredor, morador do Estaleiro, que também faleceu recentemente.

Publicidade

O vereador Aldemar "Bola" Pereira propôs o nome de Nildo Teixeira de Melo, o Teixeirinha,à via na beira mar, no trecho entre a Rua Vergílio Rodrigues Pereira e a Rua Napoleão Vieira no Estaleiro.

Teixeirinha, morador há décadas no Estaleiro, foi uma lenda no futebol catarinense e a justificativa anexada ao projeto do vereador Bola explica os motivos para a homenagem.

Justificativa
A homenagem concedida através da nomeação de um bem público é uma honraria reservada para aqueles que tiveram uma história exemplar.

Uma honraria que, portanto, logo se imagina sendo concedida para alguém como o Sr. Nildo Teixeira de Melo, o Teixeirinha.

A via pública, localizada no Bairro do Estaleiro, à beira mar, no trecho entre a Rua Vergílio Rodrigues Pereira e a Rua Napoleão Vieira, não possui nome (conforme comprova a certidão anexa) e deve ser devidamente denominada, motivo pelo qual o presente Projeto de Lei propõe a
denominação “Avenida Nildo Teixeira de Melo” à referida via.

Nildo Teixeira de Melo deixou muito mais do que uma bela lembrança aos seus parentes e amigos. Ele deixou um legado de inspiração, dedicação e amor pelo futebol, sendo considerado por muitos o melhor jogador da história do futebol catarinense.

Carinhosamente conhecido como “Teixeirinha”, Nildo Teixeira de Melo nasceu no dia 03 de agosto de 1923, na cidade de Tubarão – SC, mas o destino – felizmente – trouxe seu talento e sua estimável presença até Balneário Camboriú.

Brilhou em diversos times brasileiros, tais como o Palmeiras de Blumenau – SC, o Carlos Renaux – SC, o Olímpico de Blumenau – SC, o Botafogo – RJ, o Bangu – RJ e o São Paulo Futebol Clube.

Conforme extraído da matéria do Página 3, Teixeirinha foi pentacampeão pelo Palmeiras Esporte Clube de Blumenau na liga LBF (Liga Blumenauense de Futebol) e campeão do Centenário de Blumenau em 1950. Foi tricampeão pelo Carlos Renaux na LBF, tricampeão da Liga de Brusque, e campeão pela Seleção Catarinense no Sul Brasileiro em 1960.

Foi artilheiro da Seleção Catarinense na XXI Edição do Campeonato Brasileiro, disputada em 1952. E disputou, ainda, os campeonatos Brasileiros de 1956 e 1960.

Jogou por 40 (quarenta) anos como profissional e a sua extraordinária trajetória foi encantadoramente homenageada através do livro “O Craque Eterno”, escrito pelo seu filho, Nildo Teixeira de Melo Junior, o Bola Teixeira.

Faleceu no dia 09 de junho de 2018, aos 94 anos. Sua ausência deixou aos seus contristados familiares, seus filhos, noras, netos, bisneto e aos amigos, conhecidos e à toda uma sociedade, um exemplo de cidadão de bem.

Esta homenagem faz justiça a este cidadão que dedicou vários anos da sua vida ao futebol catarinense, motivo pelo qual requer-se o acolhimento da presente propositura pelos Nobres Edis que compõem esta Casa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Acervo da família.
 Teixerinha (à direita) ao lado do Luis Corredor, morador do Estaleiro, que também faleceu recentemente.
Teixerinha (à direita) ao lado do Luis Corredor, morador do Estaleiro, que também faleceu recentemente.

Vereador Bola propõe nome de Teixeirinha a avenida do Estaleiro

Morto no sábado ele foi uma lenda no futebol catarinense

Publicidade

Segunda, 18/6/2018 15:57.

O vereador Aldemar "Bola" Pereira propôs o nome de Nildo Teixeira de Melo, o Teixeirinha,à via na beira mar, no trecho entre a Rua Vergílio Rodrigues Pereira e a Rua Napoleão Vieira no Estaleiro.

Teixeirinha, morador há décadas no Estaleiro, foi uma lenda no futebol catarinense e a justificativa anexada ao projeto do vereador Bola explica os motivos para a homenagem.

Justificativa
A homenagem concedida através da nomeação de um bem público é uma honraria reservada para aqueles que tiveram uma história exemplar.

Uma honraria que, portanto, logo se imagina sendo concedida para alguém como o Sr. Nildo Teixeira de Melo, o Teixeirinha.

A via pública, localizada no Bairro do Estaleiro, à beira mar, no trecho entre a Rua Vergílio Rodrigues Pereira e a Rua Napoleão Vieira, não possui nome (conforme comprova a certidão anexa) e deve ser devidamente denominada, motivo pelo qual o presente Projeto de Lei propõe a
denominação “Avenida Nildo Teixeira de Melo” à referida via.

Nildo Teixeira de Melo deixou muito mais do que uma bela lembrança aos seus parentes e amigos. Ele deixou um legado de inspiração, dedicação e amor pelo futebol, sendo considerado por muitos o melhor jogador da história do futebol catarinense.

Carinhosamente conhecido como “Teixeirinha”, Nildo Teixeira de Melo nasceu no dia 03 de agosto de 1923, na cidade de Tubarão – SC, mas o destino – felizmente – trouxe seu talento e sua estimável presença até Balneário Camboriú.

Brilhou em diversos times brasileiros, tais como o Palmeiras de Blumenau – SC, o Carlos Renaux – SC, o Olímpico de Blumenau – SC, o Botafogo – RJ, o Bangu – RJ e o São Paulo Futebol Clube.

Conforme extraído da matéria do Página 3, Teixeirinha foi pentacampeão pelo Palmeiras Esporte Clube de Blumenau na liga LBF (Liga Blumenauense de Futebol) e campeão do Centenário de Blumenau em 1950. Foi tricampeão pelo Carlos Renaux na LBF, tricampeão da Liga de Brusque, e campeão pela Seleção Catarinense no Sul Brasileiro em 1960.

Foi artilheiro da Seleção Catarinense na XXI Edição do Campeonato Brasileiro, disputada em 1952. E disputou, ainda, os campeonatos Brasileiros de 1956 e 1960.

Jogou por 40 (quarenta) anos como profissional e a sua extraordinária trajetória foi encantadoramente homenageada através do livro “O Craque Eterno”, escrito pelo seu filho, Nildo Teixeira de Melo Junior, o Bola Teixeira.

Faleceu no dia 09 de junho de 2018, aos 94 anos. Sua ausência deixou aos seus contristados familiares, seus filhos, noras, netos, bisneto e aos amigos, conhecidos e à toda uma sociedade, um exemplo de cidadão de bem.

Esta homenagem faz justiça a este cidadão que dedicou vários anos da sua vida ao futebol catarinense, motivo pelo qual requer-se o acolhimento da presente propositura pelos Nobres Edis que compõem esta Casa.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade