Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Estado está inadimplente com União e repasse para centro de eventos foi suspenso
Waldemar Cezar Neto.

Quinta, 5/7/2018 17:49.

Os R$ 15,6 milhões anunciados pelo presidente Michel Temer e o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, em Florianópolis no dia 17 de maio, para concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, não foram liberados por Brasília porque o Estado está inadimplente junto à União.

Desde quarta-feira a reportagem do Página 3 buscou sem sucesso, através das assessorias de imprensa da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Secretaria de Estado da Fazenda, informações que confirmassem ou não a inadimplência.

No final da tarde de ontem (5) a assessoria da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte enviou e-mail informando que “os ajustes necessários para a liberação dos recursos estão sendo providenciados”, sem fornecer maiores detalhes.

A confirmação da inadimplência veio de Brasília, por e-mail: "O Ministério do Turismo foi informado de que o estado está buscando solução para sanar a pendência junto à União, o que torna possível a execução do contrato".

O Centro de Eventos de Balneário Camboriú é um retrato da irresponsabilidade governamental. Foram investidos mais de R$ 100 milhões num equipamento que está parado, sem uso, porque falta uma pequena parcela financeira e definições sobre sua gestão.
 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Variedades

A chegada do bom velhinho também dá inicio a uma intensa programação cultural  


Cidade

Toda a comunidade pode participar no próximo domingo


Cidade

Centro de Eventos de Balneário Camboriú será o maior do Sul do país  


Cidade

Obra é cara e mal explicada 


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Estado está inadimplente com União e repasse para centro de eventos foi suspenso

Waldemar Cezar Neto.
Quinta, 5/7/2018 17:49.

Os R$ 15,6 milhões anunciados pelo presidente Michel Temer e o ministro do Turismo, Vinícius Lummertz, em Florianópolis no dia 17 de maio, para concluir o Centro de Eventos de Balneário Camboriú, não foram liberados por Brasília porque o Estado está inadimplente junto à União.

Desde quarta-feira a reportagem do Página 3 buscou sem sucesso, através das assessorias de imprensa da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte e da Secretaria de Estado da Fazenda, informações que confirmassem ou não a inadimplência.

No final da tarde de ontem (5) a assessoria da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte enviou e-mail informando que “os ajustes necessários para a liberação dos recursos estão sendo providenciados”, sem fornecer maiores detalhes.

A confirmação da inadimplência veio de Brasília, por e-mail: "O Ministério do Turismo foi informado de que o estado está buscando solução para sanar a pendência junto à União, o que torna possível a execução do contrato".

O Centro de Eventos de Balneário Camboriú é um retrato da irresponsabilidade governamental. Foram investidos mais de R$ 100 milhões num equipamento que está parado, sem uso, porque falta uma pequena parcela financeira e definições sobre sua gestão.
 

Publicidade

Publicidade