Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Diário Oficial Municipal Eletrônico trará economia à cidade

Vereadores votam hoje a proposta de mudança

Quarta, 14/2/2018 7:52.
Reprodução.
Cidades do porte de Balneário Camboriú, como Birigui, já implantaram.

Publicidade

Os vereadores de Balneário Camboriú voltam do feriadão de Carnaval hoje com uma extensa pauta de assuntos para tratar dentre eles a implantação do Diário Oficial Eletrônico, medida que aumenta a transparência e proporciona economia aos cofres públicos.

Ainda como herança de uma época em que não havia internet a prefeitura e a Câmara realizam suas publicações legais em jornal o que custa mais e atinge menos leitores.

De maneira geral um pequeno anúncio impresso custa mais caro do que as publicações legais de um mês inteiro que a prefeitura e a Câmara precisam fazer.

Há interesses e pressões por parte dos jornais impressos que não querem perder esse filão junto a prefeituras e Estado.

Diversos municípios, Estados e a União implantaram seus diários oficiais eletrônicos, mas em Balneário Camboriú persistiram o atraso e o desperdício do dinheiro público situação que levou o vereador Marcelo Achutti a propor o projeto que pode ser lido neste link.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Reprodução.
Cidades do porte de Balneário Camboriú, como Birigui, já implantaram.
Cidades do porte de Balneário Camboriú, como Birigui, já implantaram.

Diário Oficial Municipal Eletrônico trará economia à cidade

Vereadores votam hoje a proposta de mudança

Publicidade

Quarta, 14/2/2018 7:52.

Os vereadores de Balneário Camboriú voltam do feriadão de Carnaval hoje com uma extensa pauta de assuntos para tratar dentre eles a implantação do Diário Oficial Eletrônico, medida que aumenta a transparência e proporciona economia aos cofres públicos.

Ainda como herança de uma época em que não havia internet a prefeitura e a Câmara realizam suas publicações legais em jornal o que custa mais e atinge menos leitores.

De maneira geral um pequeno anúncio impresso custa mais caro do que as publicações legais de um mês inteiro que a prefeitura e a Câmara precisam fazer.

Há interesses e pressões por parte dos jornais impressos que não querem perder esse filão junto a prefeituras e Estado.

Diversos municípios, Estados e a União implantaram seus diários oficiais eletrônicos, mas em Balneário Camboriú persistiram o atraso e o desperdício do dinheiro público situação que levou o vereador Marcelo Achutti a propor o projeto que pode ser lido neste link.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade