Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Grupo do Marambaia tenta afastar turistas e Carlos Humberto reage

Vice prefeito disse que comportamento é "criminoso" com uma cidade que depende do turismo

Segunda, 10/12/2018 7:02.
Reprodução.
Campanha mentirosa, exame da Fatma mostrou dois pontos impróprios para banho.

Publicidade

O vice-prefeito em exercício do cargo de prefeito, Carlos Humberto Metzner Silva, reagiu contra um um grupo de moradores que no sábado, a pretexto de pedir a despoluição do Canal do Marambaia, percorreu a praia central de Balneário Camboriú com faixas que diziam aos turistas para não tomarem banho porque o mar está poluído.

A campanha é mentirosa, a praia central de Balneário Camboriú apresenta apenas dois pontos de poluição segundo o último laudo do IMA (ex-Fatma) divulgado na semana passada e reproduzido abaixo.

Os moradores fazem pressão para que a cidade compre uma estação de tratamento de esgotos recomendada por um ex-assessor da Emasa que integra o grupo.

O Ministério Público e a Controladoria do município investigam o contrato desse consultor que foi feito sem licitação.

Engenheiros da Emasa e integrantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú são contra a instalação da estação de tratamento de esgoto no trecho final do Marambaia.

Todos são a favor do que está sendo feito, melhorar o sistema, identificando os pontos que levam à poluição e eliminando-os.

Dentre os manifestantes (na foto abaixo) segurando faixa um empresário que na semana passada foi surpreendido pela fiscalização da Emasa porque seu hotel joga esgoto direto na rede.

As 24.820 inspeções, reinspeções e fiscalizações realizadas pela Emasa nas últimas semanas em imóveis localizados na bacia do Marambaia mostraram que 36% deles têm irregularidades no esgoto.

Em entrevista ao Página 3 o vice-prefeito Carlos Humberto disse que a manifestação "é uma sacanagem e chega a ser criminosa contra uma cidade que depende dos turistas para viver".
 

A nota publicada por Carlos Humberto é a seguinte:

Nota

Não posso deixar de manifestar minha indignação com um fato ocorrido no dia de ontem, na praia central de Balneário Camboriú.

Algumas pessoas, com o pretexto de manifestação em favor da despoluição do Canal do Marambaia (algo perfeitamente legítimo) percorreram nossa praia Central com cartazes e faixas difamando nossa cidade, e afugentando nossos turistas.

Esses mesmos ou não são daqui, ou não entendem que Balneário Camboriú, depende do turismo para sobreviver. Nossa população, que precisa pagar aluguel, prestações, comprar comida e vestuário, que sonha em dar dignidade para suas famílias, dependem dos empregos, da geração de riqueza, e aqui tudo isso é atrelado e dependente do turismo, dos visitantes, que são muito bem vindos, para gastarem e se divertirem aqui.

O Canal do Marambaia (como também os Rios Peroba e das Ostras) é uma ferida da nossa cidade, é a prova do descaso do público e também do privado ao longo das últimas décadas, e isso precisa ser resolvido, e será. A mobilização popular, organizada e bem constituída, é a grande mola propulsora das resoluções que estão sendo construídas, e que trarão um novo momento para nossa cidade. Já manifestações irresponsáveis e amadoras como a de ontem, em nada contribuem. Estamos entrando na temporada de verão, precisamos dela para sobreviver, e irresponsáveis como esses, colocam em risco nossa temporada, e consequentemente nossa sobrevivência.

Não podemos fingir que o problema não existe, ele precisa ser enfrentado, resolvido, e isso só acontecerá com a participação de todos. Temos a oportunidade de edificarmos algo muito bonito aqui, marcarmos a despoluição como algo feito por todos, servindo de exemplo para outros municípios do Brasil, algo que marcará nossa cidade positivamente e não negativamente, e que elevará ainda mais nosso Balneário no cenário nacional e mundial, eu realmente acredito nisso, e estou à disposição da cidade que amo.


Carlos Humberto Metzner Silva
Morador nativo de Balneário Camboriú, dependente do turismo.

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Grupo do Marambaia tenta afastar turistas e Carlos Humberto reage

Reprodução.
Campanha mentirosa, exame da Fatma mostrou dois pontos impróprios para banho.
Campanha mentirosa, exame da Fatma mostrou dois pontos impróprios para banho.

Publicidade

Segunda, 10/12/2018 7:02.

O vice-prefeito em exercício do cargo de prefeito, Carlos Humberto Metzner Silva, reagiu contra um um grupo de moradores que no sábado, a pretexto de pedir a despoluição do Canal do Marambaia, percorreu a praia central de Balneário Camboriú com faixas que diziam aos turistas para não tomarem banho porque o mar está poluído.

A campanha é mentirosa, a praia central de Balneário Camboriú apresenta apenas dois pontos de poluição segundo o último laudo do IMA (ex-Fatma) divulgado na semana passada e reproduzido abaixo.

Os moradores fazem pressão para que a cidade compre uma estação de tratamento de esgotos recomendada por um ex-assessor da Emasa que integra o grupo.

O Ministério Público e a Controladoria do município investigam o contrato desse consultor que foi feito sem licitação.

Engenheiros da Emasa e integrantes do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Camboriú são contra a instalação da estação de tratamento de esgoto no trecho final do Marambaia.

Todos são a favor do que está sendo feito, melhorar o sistema, identificando os pontos que levam à poluição e eliminando-os.

Dentre os manifestantes (na foto abaixo) segurando faixa um empresário que na semana passada foi surpreendido pela fiscalização da Emasa porque seu hotel joga esgoto direto na rede.

As 24.820 inspeções, reinspeções e fiscalizações realizadas pela Emasa nas últimas semanas em imóveis localizados na bacia do Marambaia mostraram que 36% deles têm irregularidades no esgoto.

Em entrevista ao Página 3 o vice-prefeito Carlos Humberto disse que a manifestação "é uma sacanagem e chega a ser criminosa contra uma cidade que depende dos turistas para viver".
 

A nota publicada por Carlos Humberto é a seguinte:

Nota

Não posso deixar de manifestar minha indignação com um fato ocorrido no dia de ontem, na praia central de Balneário Camboriú.

Algumas pessoas, com o pretexto de manifestação em favor da despoluição do Canal do Marambaia (algo perfeitamente legítimo) percorreram nossa praia Central com cartazes e faixas difamando nossa cidade, e afugentando nossos turistas.

Esses mesmos ou não são daqui, ou não entendem que Balneário Camboriú, depende do turismo para sobreviver. Nossa população, que precisa pagar aluguel, prestações, comprar comida e vestuário, que sonha em dar dignidade para suas famílias, dependem dos empregos, da geração de riqueza, e aqui tudo isso é atrelado e dependente do turismo, dos visitantes, que são muito bem vindos, para gastarem e se divertirem aqui.

O Canal do Marambaia (como também os Rios Peroba e das Ostras) é uma ferida da nossa cidade, é a prova do descaso do público e também do privado ao longo das últimas décadas, e isso precisa ser resolvido, e será. A mobilização popular, organizada e bem constituída, é a grande mola propulsora das resoluções que estão sendo construídas, e que trarão um novo momento para nossa cidade. Já manifestações irresponsáveis e amadoras como a de ontem, em nada contribuem. Estamos entrando na temporada de verão, precisamos dela para sobreviver, e irresponsáveis como esses, colocam em risco nossa temporada, e consequentemente nossa sobrevivência.

Não podemos fingir que o problema não existe, ele precisa ser enfrentado, resolvido, e isso só acontecerá com a participação de todos. Temos a oportunidade de edificarmos algo muito bonito aqui, marcarmos a despoluição como algo feito por todos, servindo de exemplo para outros municípios do Brasil, algo que marcará nossa cidade positivamente e não negativamente, e que elevará ainda mais nosso Balneário no cenário nacional e mundial, eu realmente acredito nisso, e estou à disposição da cidade que amo.


Carlos Humberto Metzner Silva
Morador nativo de Balneário Camboriú, dependente do turismo.

 


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade