Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Hoje, Dia da Não-Violência Contra a Mulher, na Câmara
Reprodução

Sexta, 25/11/2016 8:33.

Na continuidade da campanha 16 Dias de Ativismo – de combate à violência contra a mulher, o Conselho Municipal da Mulher de Balneário Camboriú (COMUM) e a Comissão da Mulher Advogada da OAB promovem hoje (25), uma mesa redonda na Câmara de Vereadores, às 19h. Toda a comunidade também pode participar.

O tema será ‘políticas públicas no enfrentamento à violência”. 

Segundo a presidente da entidade, Ketlin Talevi foram convidados representantes de diversos órgãos para debater e dizer o que estão fazendo para fortalecer essa proposta na cidade. “A intenção é buscar novas alternativas para combate toda forma de discriminação contra a mulher”, divulga Ketlin.

Previsto pela ONU, o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, é marcado neste dia 25 de novembro. Até o dia 10 de dezembro acontece a campanha “16 Dias de Ativismo”, em todo o mundo. Desde sábado passado o COMUM vem articulando ações na cidade.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade

ATUALIZADO às 7h de 15/12/2018.


Cidade

Balneário Camboriú passa a ser a cidade brasileira com mais bandeiras azuis


Justiça

Ele considera ilegal a lei municipal que permitiu o empreendimento 


Rapidinhas


Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Hoje, Dia da Não-Violência Contra a Mulher, na Câmara

Reprodução
Sexta, 25/11/2016 8:33.

Na continuidade da campanha 16 Dias de Ativismo – de combate à violência contra a mulher, o Conselho Municipal da Mulher de Balneário Camboriú (COMUM) e a Comissão da Mulher Advogada da OAB promovem hoje (25), uma mesa redonda na Câmara de Vereadores, às 19h. Toda a comunidade também pode participar.

O tema será ‘políticas públicas no enfrentamento à violência”. 

Segundo a presidente da entidade, Ketlin Talevi foram convidados representantes de diversos órgãos para debater e dizer o que estão fazendo para fortalecer essa proposta na cidade. “A intenção é buscar novas alternativas para combate toda forma de discriminação contra a mulher”, divulga Ketlin.

Previsto pela ONU, o Dia Internacional da Não-Violência Contra a Mulher, é marcado neste dia 25 de novembro. Até o dia 10 de dezembro acontece a campanha “16 Dias de Ativismo”, em todo o mundo. Desde sábado passado o COMUM vem articulando ações na cidade.

Publicidade

Publicidade