Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Capacidade de distribuição de energia vai ser triplicada até o verão em BC
Waldemar Cezar Neto

Quarta, 23/11/2016 8:45.

Na última semana o prefeito eleito Fabrício Oliveira se reuniu com o presidente da Celesc, Cleverson Siewert para tratar de assuntos importantes para a cidade. Cleverson adiantou que no próximo mês, a Celesc vai fazer a repotencialização da energia em Balneário Camboriú. Segundo o gerente da Celesc, Arílson Vieira, depois de pronta, a subestação local será uma das maiores do Estado e terá capacidade para atender a demanda dos próximos 15 anos.

As obras começaram no ano passado com a substituição de toda a linha de transmissão do Salseiros (Itajaí) até a Subestação Camboriú, localizada na Rua 2950, Centro de Balneário. Foram 17km de distância que ganharam novos cabos e torres em um investimento de R$ 7 milhões.

Devido às obras, a Subestação Camboriú ficou desligada na baixa temporada de 2015 e 2016. Durante este período, a cidade foi abastecida pelas estações do Morro do Boi e da Praia dos Amores. A partir de 10 de dezembro próximo, a Subestação Camboriú voltara a funcionar, mas com muito mais potência.

Para se ter uma ideia, a Subestação operava em 69 mil volts, com capacidade de 50 mva de potência. Pronta, ela será alterada para 138 mil volts e capacidade final de 180 mva, três vezes mais do que a potência antiga. O investimento da Celesc só na Subestação será de R$ 11 milhões.

E mais

Contudo essas não são as únicas novidades. Conforme Arílson, a Celesc está construindo um alimentador novo que vai reforçar o abastecimento de toda Barra Sul. Hoje a região só possui alimentador pela Avenida Atlântica e agora terá pela beira rio também. A obra, com custo superior a R$ 200 mil, deverá ficar pronta antes da temporada. O Balneário Shopping, como é um grande consumidor de energia, também terá um alimentador novo.

Outro assunto debatido entre Fabrício e Cleverson foi o rebaixamento da fiação da Avenida Brasil, uma antiga reivindicação da comunidade. O presidente da Celesc se mostrou parceiro para realização da obra e falou sobre os procedimentos necessários para dar sequência ao projeto.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Política


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Capacidade de distribuição de energia vai ser triplicada até o verão em BC

Waldemar Cezar Neto
Quarta, 23/11/2016 8:45.

Na última semana o prefeito eleito Fabrício Oliveira se reuniu com o presidente da Celesc, Cleverson Siewert para tratar de assuntos importantes para a cidade. Cleverson adiantou que no próximo mês, a Celesc vai fazer a repotencialização da energia em Balneário Camboriú. Segundo o gerente da Celesc, Arílson Vieira, depois de pronta, a subestação local será uma das maiores do Estado e terá capacidade para atender a demanda dos próximos 15 anos.

As obras começaram no ano passado com a substituição de toda a linha de transmissão do Salseiros (Itajaí) até a Subestação Camboriú, localizada na Rua 2950, Centro de Balneário. Foram 17km de distância que ganharam novos cabos e torres em um investimento de R$ 7 milhões.

Devido às obras, a Subestação Camboriú ficou desligada na baixa temporada de 2015 e 2016. Durante este período, a cidade foi abastecida pelas estações do Morro do Boi e da Praia dos Amores. A partir de 10 de dezembro próximo, a Subestação Camboriú voltara a funcionar, mas com muito mais potência.

Para se ter uma ideia, a Subestação operava em 69 mil volts, com capacidade de 50 mva de potência. Pronta, ela será alterada para 138 mil volts e capacidade final de 180 mva, três vezes mais do que a potência antiga. O investimento da Celesc só na Subestação será de R$ 11 milhões.

E mais

Contudo essas não são as únicas novidades. Conforme Arílson, a Celesc está construindo um alimentador novo que vai reforçar o abastecimento de toda Barra Sul. Hoje a região só possui alimentador pela Avenida Atlântica e agora terá pela beira rio também. A obra, com custo superior a R$ 200 mil, deverá ficar pronta antes da temporada. O Balneário Shopping, como é um grande consumidor de energia, também terá um alimentador novo.

Outro assunto debatido entre Fabrício e Cleverson foi o rebaixamento da fiação da Avenida Brasil, uma antiga reivindicação da comunidade. O presidente da Celesc se mostrou parceiro para realização da obra e falou sobre os procedimentos necessários para dar sequência ao projeto.

Publicidade

Publicidade