Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Governo municipal sofrerá debandada de secretários
Eles abandonam as cadeiras por causa do calendário eleitoral

Quinta, 3/3/2016 9:18.

No final de março, por causa do calendário eleitoral, diversos secretários deixarão o governo Edson Piriquito para concorrerem a vereador.

É certo que sairão Arlindo Cruz (obras); Marcos Kurtz (esportes); Anderson Beluzzo (cultura); Marcelo Achutti (Emasa); Dão Koeddermann (idoso) e Osnilda “Nena” Amorin (meio ambiente). É possível que Simone Ricardo (educação) também saia.

A principal estrela da dança das cadeiras, Fábio Flôr, não precisa deixar a secretaria do planejamento agora, pode fazê-lo dentro de dois meses, mas ele tem comentado que talvez saia logo porque falta tempo para fazer campanha.

Para a comunidade resta esperar para ver o desempenho de um governo que com o time titular já apresentava sérias deficiências e agora colocará reservas em campo.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Política

Enquanto a maioria quer aumentar quantidade de leis ele deseja o contrário


Geral

Houve um vazamento de grande proporção e reparos estão sendo feitos


Cidade

Prefeitos nunca investiram em reservação de água bruta  


Opinião

No Brasil isso é quase um diploma de honestidade


Publicidade


Publicidade


Seu Dinheiro

Acordo pode ter provocado um aumento de bilhões na conta de luz dos consumidores.


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Editais

Renovação de Licença Ambiental de Operação


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Governo municipal sofrerá debandada de secretários

Eles abandonam as cadeiras por causa do calendário eleitoral
Eles abandonam as cadeiras por causa do calendário eleitoral
Quinta, 3/3/2016 9:18.

No final de março, por causa do calendário eleitoral, diversos secretários deixarão o governo Edson Piriquito para concorrerem a vereador.

É certo que sairão Arlindo Cruz (obras); Marcos Kurtz (esportes); Anderson Beluzzo (cultura); Marcelo Achutti (Emasa); Dão Koeddermann (idoso) e Osnilda “Nena” Amorin (meio ambiente). É possível que Simone Ricardo (educação) também saia.

A principal estrela da dança das cadeiras, Fábio Flôr, não precisa deixar a secretaria do planejamento agora, pode fazê-lo dentro de dois meses, mas ele tem comentado que talvez saia logo porque falta tempo para fazer campanha.

Para a comunidade resta esperar para ver o desempenho de um governo que com o time titular já apresentava sérias deficiências e agora colocará reservas em campo.

Publicidade

Publicidade