Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Cidade
Passarela da Barra tem novos indícios de irregularidades

Obra estaria sendo ‘remendada’ para custar menos e inaugurar mais rápido

Quinta, 23/6/2016 8:50.
Daniele dos Reis/Página 3

Publicidade

Três engenheiros e um construtor disseram ao Página3 que as obras para concluir a Passarela da Barra estãotecnicamente erradas, é uma maquiagem, que dentro dealgum tempo exigirá novas intervenções.

Eles destacaram que uma obraparalisada durante dois anostem a necessidade de tratamentosespeciais do aço e do concretoantes de receber pintura,principalmente por causa doambiente agressivo decorrenteda maresia.

Essa obra foi foco de maciçacorrupção envolvendo diretoresda prefeitura, fiscais nomeadospelo prefeito e a construtoraque venceu a licitação,resultando numa execução depéssima qualidade que exigiriacuidados de engenharia redobradosnesta fase.

Na última semana o prefeito EdsonPiriquito vistoriou a obra e disseacreditar que a entrega acontecerádentro de dois meses,portanto em plena campanhaeleitoral. Nesta etapa serão gastosR$ 2,1 milhões e ainda faltaa infraestrutura elétrica orçadaem R$ 600 mil.

No total a Passarela que custariaR$ 23 milhões, ultrapassaráos R$ 31 milhões.

O secretário de Compras, MárioTeixeira, explicou que a prefeituraainda não decidiu os detalhesnem quando, mas deverálicitar espaços comerciais dentroda Passarela. Seriam quatroáreas grandes e quiosques dispostosao longo do passadiço.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3
Daniele dos Reis/Página 3

Passarela da Barra tem novos indícios de irregularidades

Obra estaria sendo ‘remendada’ para custar menos e inaugurar mais rápido

Publicidade

Quinta, 23/6/2016 8:50.

Três engenheiros e um construtor disseram ao Página3 que as obras para concluir a Passarela da Barra estãotecnicamente erradas, é uma maquiagem, que dentro dealgum tempo exigirá novas intervenções.

Eles destacaram que uma obraparalisada durante dois anostem a necessidade de tratamentosespeciais do aço e do concretoantes de receber pintura,principalmente por causa doambiente agressivo decorrenteda maresia.

Essa obra foi foco de maciçacorrupção envolvendo diretoresda prefeitura, fiscais nomeadospelo prefeito e a construtoraque venceu a licitação,resultando numa execução depéssima qualidade que exigiriacuidados de engenharia redobradosnesta fase.

Na última semana o prefeito EdsonPiriquito vistoriou a obra e disseacreditar que a entrega acontecerádentro de dois meses,portanto em plena campanhaeleitoral. Nesta etapa serão gastosR$ 2,1 milhões e ainda faltaa infraestrutura elétrica orçadaem R$ 600 mil.

No total a Passarela que custariaR$ 23 milhões, ultrapassaráos R$ 31 milhões.

O secretário de Compras, MárioTeixeira, explicou que a prefeituraainda não decidiu os detalhesnem quando, mas deverálicitar espaços comerciais dentroda Passarela. Seriam quatroáreas grandes e quiosques dispostosao longo do passadiço.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade