Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Especial: a insustentável realidade do lixo
Daniele Sisnandes/Página 3

Sexta, 22/1/2016 8:06.

Por Daniele Sisnandes

Uma montanha de resíduos recicláveis à beira da BR-101 foi o suficiente para descortinar uma situação que a administração de Balneário Camboriú vem jogando há anos para debaixo do tapete. Conivência, omissão e muita falta de vontade política colocaram a cidade em um quadro irresponsável com as gerações futuras, permitindo o sucateamento de sua usina de reciclagem, sem perspectiva de tirar seu plano de gestão de resíduos do fundo da gaveta e o pior, ostentando o orgulho de pagar para enterrar dinheiro em forma de recicláveis que poderiam voltar à indústria.

Reportagem especial exclusiva da edição impressa, que está nas bancas. Ou assine digital e tenha acesso a todo o conteúdo do impresso pela internet.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Especial: a insustentável realidade do lixo

Daniele Sisnandes/Página 3
Sexta, 22/1/2016 8:06.

Por Daniele Sisnandes

Uma montanha de resíduos recicláveis à beira da BR-101 foi o suficiente para descortinar uma situação que a administração de Balneário Camboriú vem jogando há anos para debaixo do tapete. Conivência, omissão e muita falta de vontade política colocaram a cidade em um quadro irresponsável com as gerações futuras, permitindo o sucateamento de sua usina de reciclagem, sem perspectiva de tirar seu plano de gestão de resíduos do fundo da gaveta e o pior, ostentando o orgulho de pagar para enterrar dinheiro em forma de recicláveis que poderiam voltar à indústria.

Reportagem especial exclusiva da edição impressa, que está nas bancas. Ou assine digital e tenha acesso a todo o conteúdo do impresso pela internet.

Publicidade

Publicidade