Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Falta de uso de tela de segurança por pessoal da Emasa causa danos a moradores
Leitor

Sexta, 19/2/2016 8:59.

Um leitor denunciou ao Página 3 danos que funcionários da Emasa causaram a sua esposa e ao seu veículo durante a limpeza urbana das ruas, porque a equipe não utilizava telas de proteção.

Felipe Calvetti contou que algum tempo atrás uma equipe de limpeza urbana estava cortando mato com uma roçadeira, sem utilizar a tela na beira da rua.

Uma pedra atingiu a janela de seu carro e chegou a tirar lascas do vidro, como pode ser percebido pela foto publicada nesta matéria. “Se eu estivesse com a janela aberta com certeza iria atingir minha cabeça!”, escreveu.

Porém um fato ainda pior, causado pela mesma situação, aconteceu na manhã de ontem (18). Desta vez a janela de seu carro estava aberta e da mesma forma que na primeira vez, outra pedra foi lançada contra o veículo.

“A pedra atingiu a minha esposa, bem do lado do olho. Fora as outras que atingiram o carro também. Tudo isso por não usarem as telas de proteção, e quando usam são todas ‘arregaçadas’ e mal protegem quem está segurando a mesma”, desabafou.

De acordo com o gerente de resíduos sólidos da Emasa, Humberto "a orientação que a Emasa passa a seus funcionários é que usem todos os equipamentos de segurança pessoal e individual", pois são fornecidos todos os EPIs necessários.

 

 

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Política


Saúde

Evento é especial para mulheres e inscrições estão abertas


Publicidade

Revestimento que já foi sucesso é tendência novamente


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Falta de uso de tela de segurança por pessoal da Emasa causa danos a moradores

Leitor
Sexta, 19/2/2016 8:59.

Um leitor denunciou ao Página 3 danos que funcionários da Emasa causaram a sua esposa e ao seu veículo durante a limpeza urbana das ruas, porque a equipe não utilizava telas de proteção.

Felipe Calvetti contou que algum tempo atrás uma equipe de limpeza urbana estava cortando mato com uma roçadeira, sem utilizar a tela na beira da rua.

Uma pedra atingiu a janela de seu carro e chegou a tirar lascas do vidro, como pode ser percebido pela foto publicada nesta matéria. “Se eu estivesse com a janela aberta com certeza iria atingir minha cabeça!”, escreveu.

Porém um fato ainda pior, causado pela mesma situação, aconteceu na manhã de ontem (18). Desta vez a janela de seu carro estava aberta e da mesma forma que na primeira vez, outra pedra foi lançada contra o veículo.

“A pedra atingiu a minha esposa, bem do lado do olho. Fora as outras que atingiram o carro também. Tudo isso por não usarem as telas de proteção, e quando usam são todas ‘arregaçadas’ e mal protegem quem está segurando a mesma”, desabafou.

De acordo com o gerente de resíduos sólidos da Emasa, Humberto "a orientação que a Emasa passa a seus funcionários é que usem todos os equipamentos de segurança pessoal e individual", pois são fornecidos todos os EPIs necessários.

 

 

Publicidade

Publicidade