Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Praia Central deverá ter novos banheiros só em 2017
Reprodução

Quinta, 8/12/2016 7:20.

Está sendo finalizado o processo licitatório para transformar três quiosques da orla de Balneário Camboriú em “banheiros de alto padrão”. Na terça-feira a Secretaria de Compras fará a abertura das propostas.

Segundo o secretário Mário Teixeira serão reformados os quiosques n° 03, 18 e 24 - localizados próximo ao Marambaia, Sabores do Mar e altura da Rua 3000, respectivamente.

O valor definitivo só será definido na próxima semana, mas conforme estimado na licitação, a prefeitura prevê pouco mais de R$ 600 mil só para a obra, isso sem contar o custo da manutenção, que ainda não está em discussão.

Mário explica que a construção será toda nova, sobre módulos. Cada um terá sanitários femininos, masculinos, fraldário e sanitários para pessoas com deficiência.

O ponto negativo é que como a prefeitura demorou para iniciar o processo, o pico da temporada deve ficar mais uma vez desassistido de banheiros para tamanha demanda. A previsão é que os novos equipamentos sejam entregues 60 dias após a homologação da licitação, ou seja, possivelmente estarão prontos só para o Carnaval 2017.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Praia Central deverá ter novos banheiros só em 2017

Reprodução
Quinta, 8/12/2016 7:20.

Está sendo finalizado o processo licitatório para transformar três quiosques da orla de Balneário Camboriú em “banheiros de alto padrão”. Na terça-feira a Secretaria de Compras fará a abertura das propostas.

Segundo o secretário Mário Teixeira serão reformados os quiosques n° 03, 18 e 24 - localizados próximo ao Marambaia, Sabores do Mar e altura da Rua 3000, respectivamente.

O valor definitivo só será definido na próxima semana, mas conforme estimado na licitação, a prefeitura prevê pouco mais de R$ 600 mil só para a obra, isso sem contar o custo da manutenção, que ainda não está em discussão.

Mário explica que a construção será toda nova, sobre módulos. Cada um terá sanitários femininos, masculinos, fraldário e sanitários para pessoas com deficiência.

O ponto negativo é que como a prefeitura demorou para iniciar o processo, o pico da temporada deve ficar mais uma vez desassistido de banheiros para tamanha demanda. A previsão é que os novos equipamentos sejam entregues 60 dias após a homologação da licitação, ou seja, possivelmente estarão prontos só para o Carnaval 2017.

Publicidade

Publicidade