Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Arrecadação do IPTU em 2017 passará dos R$ 100 milhões
Reprodução
IPTU responde por cerca de 20% da arrecadação do município.

Quarta, 7/12/2016 11:44.

A prefeitura de Balneário Camboriú pretende arrecadar mais de R$ 100 milhões com IPTU em 2017. O tributo responde por cerca de 20% da receita corrente e é menos afetado por crises econômicas porque quem não o paga pode perder seu imóvel em leilão.

Neste ano já foram arrecadados R$ 94, 8 milhões. É um dinheiro que em grande parte entra “limpo” porque muitos contribuintes não demandam recursos de saúde, educação e outros serviços públicos, são os turistas proprietários de imóveis.

O futuro prefeito Fabrício Oliveira antecipou durante a campanha e confirmou depois de eleito que fará a revisão da Planta de Valores, diminuindo a diferença entre os que pagam muito e outros que pagam pouco.

É provável também que sejam adotadas medidas que possibilitem a inscrição de devedores em cadastros como Serasa.

Nos últimos oito anos a prefeitura lançou em dívida ativa R$ 105 milhões e cobrou R$ 110 milhões, parte graças a dois Refis.

Já foi reajustado

A prefeitura já publicou decreto reajustando o IPTU em 8,79%, correspondentes à variação do IGPM dos últimos 12 meses. Os mesmos 8,79% foram aplicados para reajustar a Unidade Fiscal do Município de R$ 245,92 para R$ 267,53.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Arrecadação do IPTU em 2017 passará dos R$ 100 milhões

Reprodução
IPTU responde por cerca de 20% da arrecadação do município.
IPTU responde por cerca de 20% da arrecadação do município.
Quarta, 7/12/2016 11:44.

A prefeitura de Balneário Camboriú pretende arrecadar mais de R$ 100 milhões com IPTU em 2017. O tributo responde por cerca de 20% da receita corrente e é menos afetado por crises econômicas porque quem não o paga pode perder seu imóvel em leilão.

Neste ano já foram arrecadados R$ 94, 8 milhões. É um dinheiro que em grande parte entra “limpo” porque muitos contribuintes não demandam recursos de saúde, educação e outros serviços públicos, são os turistas proprietários de imóveis.

O futuro prefeito Fabrício Oliveira antecipou durante a campanha e confirmou depois de eleito que fará a revisão da Planta de Valores, diminuindo a diferença entre os que pagam muito e outros que pagam pouco.

É provável também que sejam adotadas medidas que possibilitem a inscrição de devedores em cadastros como Serasa.

Nos últimos oito anos a prefeitura lançou em dívida ativa R$ 105 milhões e cobrou R$ 110 milhões, parte graças a dois Refis.

Já foi reajustado

A prefeitura já publicou decreto reajustando o IPTU em 8,79%, correspondentes à variação do IGPM dos últimos 12 meses. Os mesmos 8,79% foram aplicados para reajustar a Unidade Fiscal do Município de R$ 245,92 para R$ 267,53.

Publicidade

Publicidade