Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Presidente da Afadefi denuncia falta de acessibilidade na Avenida do Estado
Divulgação

Terça, 19/4/2016 11:21.

O presidente da Associação de Apoio às Famílias de Deficientes Físicos (Afadefi), Evandro Prezzi, procurou o Página 3 para denunciar uma situação que seu filho cadeirante Gabriel, de 14 anos, sofreu na segunda-feira (18).

Como mostra a foto, Evandro e Gabriel enfrentaram um obstáculo na Avenida do Estado, nas proximidades da Clínica São Lucas. “Cadê o direito de ir e vir? Muitas coisas já melhoraram na cidade, mas a principal dificuldade que vejo é do trecho da rótula do supermercado Meschke até a Unimed e São Lucas, dos dois lados da via”, opina.

Ele conta que Gabriel já passou por outras situações do tipo, em lugares como o Calçadão da Avenida Central. “No Calçadão há poucas lojas com rampa. De fato falta acessibilidade. Por exemplo, muitos restaurantes já possuem rampas, mas nem todos possuem as mesas adaptadas para cadeirantes”, diz. Outro problema é a falta de banheiros adaptados, vários estabelecimentos da cidade, segundo Evandro, também não são adaptados.

Apesar da pouca idade, Gabriel já tem ciência de seus direitos, e o pai afirma que quando ele passa por uma situação de dificuldade ele procura resolver. “Ele reclama e exige que seus direitos sejam atendidos”, afirma.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Variedades

Parece coisa feita para promover o ex-prefeito, mesmo que prejudicando a imagem da cidade  


Variedades


Cidade

Ela participa há 8 anos da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú 


Seu Dinheiro

Reforma de Bolsonaro é mais dura que a proposta por Michel Temer 


Publicidade


Publicidade


Policia


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Presidente da Afadefi denuncia falta de acessibilidade na Avenida do Estado

Divulgação
Terça, 19/4/2016 11:21.

O presidente da Associação de Apoio às Famílias de Deficientes Físicos (Afadefi), Evandro Prezzi, procurou o Página 3 para denunciar uma situação que seu filho cadeirante Gabriel, de 14 anos, sofreu na segunda-feira (18).

Como mostra a foto, Evandro e Gabriel enfrentaram um obstáculo na Avenida do Estado, nas proximidades da Clínica São Lucas. “Cadê o direito de ir e vir? Muitas coisas já melhoraram na cidade, mas a principal dificuldade que vejo é do trecho da rótula do supermercado Meschke até a Unimed e São Lucas, dos dois lados da via”, opina.

Ele conta que Gabriel já passou por outras situações do tipo, em lugares como o Calçadão da Avenida Central. “No Calçadão há poucas lojas com rampa. De fato falta acessibilidade. Por exemplo, muitos restaurantes já possuem rampas, mas nem todos possuem as mesas adaptadas para cadeirantes”, diz. Outro problema é a falta de banheiros adaptados, vários estabelecimentos da cidade, segundo Evandro, também não são adaptados.

Apesar da pouca idade, Gabriel já tem ciência de seus direitos, e o pai afirma que quando ele passa por uma situação de dificuldade ele procura resolver. “Ele reclama e exige que seus direitos sejam atendidos”, afirma.

Publicidade

Publicidade