Jornal Página 3
PÁGINA 3 / Brasil
Exército usa 3.400 homens em ação contra roubo de carga no Rio

Terça, 27/3/2018 8:23.

Publicidade

SÉRGIO RANGEL
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O Exército realiza, na manhã desta terça-feira (27), uma operação para combater o roubo de cargas no Complexo do Lins, na zona norte do Rio.

Desde a madrugada, cerca de 3.400 militares das Forças Armadas atuam na ação, que conta com blindados e helicópteros.

A estrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das vias mais movimentadas da cidade, está fechada. Segundo o CML (Comando Militar do Leste), a ação envolve cerco, estabilização dinâmica da área e desobstrução de vias. O espaço aéreo da região foi fechado.

A Polícia Civil também cumpre mandados de prisão. A operação foi deflagrada por volta das 3h da manhã, quando integrantes do Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), grupo de elite da Polícia Civil) entrou numa das comunidades do complexo e deu início a um tiroteio.

O Exército ainda não divulgou um balanço da operação. No ano passado, o Exército realizou uma operação semelhante no Complexo do Lins e não obteve sucesso. A operação vazou e traficantes da região conseguiram fugir das comunidades.

O Complexo do Lins é uma das regiões mais violentas da cidade. Além do tráfico de drogas, bandidos da região também são praticam roubos de cargas e veículos na região. Nesta terça, o Exército também vai ocupar pontos turísticos e regiões movimentadas da cidade.

Militares vão reforçar o patrulhamento na praia de Copacabana, Aterro do Flamengo e na avenida Rio Branco. As regiões não são as mais conflagradas da cidade. A intenção é dar visibilidade ao trabalho dos interventores. Desde fevereiro, o Exército comanda a Segurança Pública do Rio. Nesta manhã, o Exército fará inspeções em três batalhões da PM.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade













Página 3

Exército usa 3.400 homens em ação contra roubo de carga no Rio

Publicidade

Terça, 27/3/2018 8:23.

SÉRGIO RANGEL
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O Exército realiza, na manhã desta terça-feira (27), uma operação para combater o roubo de cargas no Complexo do Lins, na zona norte do Rio.

Desde a madrugada, cerca de 3.400 militares das Forças Armadas atuam na ação, que conta com blindados e helicópteros.

A estrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das vias mais movimentadas da cidade, está fechada. Segundo o CML (Comando Militar do Leste), a ação envolve cerco, estabilização dinâmica da área e desobstrução de vias. O espaço aéreo da região foi fechado.

A Polícia Civil também cumpre mandados de prisão. A operação foi deflagrada por volta das 3h da manhã, quando integrantes do Core (Coordenadoria de Recursos Especiais), grupo de elite da Polícia Civil) entrou numa das comunidades do complexo e deu início a um tiroteio.

O Exército ainda não divulgou um balanço da operação. No ano passado, o Exército realizou uma operação semelhante no Complexo do Lins e não obteve sucesso. A operação vazou e traficantes da região conseguiram fugir das comunidades.

O Complexo do Lins é uma das regiões mais violentas da cidade. Além do tráfico de drogas, bandidos da região também são praticam roubos de cargas e veículos na região. Nesta terça, o Exército também vai ocupar pontos turísticos e regiões movimentadas da cidade.

Militares vão reforçar o patrulhamento na praia de Copacabana, Aterro do Flamengo e na avenida Rio Branco. As regiões não são as mais conflagradas da cidade. A intenção é dar visibilidade ao trabalho dos interventores. Desde fevereiro, o Exército comanda a Segurança Pública do Rio. Nesta manhã, o Exército fará inspeções em três batalhões da PM.


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade