Grêmio usa time misto e vence o Athletico-PR na Arena da Baixada

Mesmo com um time reserva, o Grêmio venceu o Athletico por 2 a 1, de virada, neste domingo à noite, na Arena da Baixada pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com 24 pontos, o time gaúcho aparece em nono lugar, mas a situação do time paranaense é bem mais complicada, porque só tem 16, em 18.º.

Sem vencer há oito jogos, entre jogos do Brasileiro da Libertadores, o Athletico foi armado no 4-3-3 por Paulo Autuori, com a disposição de propor o jogo. Ele estreou no comando, mas fora do banco por ter que cumprir três jogos de suspensão. Na beira do campo esteve Bernardo Franco, dos aspirantes. O Atlhetico até conseguiu se impor, porque o Grêmio, com um time reserva, foi montado por Renato Gaúcho no esquema 4-5-1 e adotando uma postura muito defensiva.

Apesar do maior volume de jogo, o Athletico não chegava em boas condições de finalizar no ataque. Até criou duas chances, mas chutou para fora. Aos 42 minutos, levou um susto, na única chance gremista na frente. Após tabela de Luiz Fernando com Orujuela, o passe sai para Isaque, sozinho dentro da área. Mas ele acaba isolando a bola por cima.

No lance seguinte, aos 43 minutos, saiu o gol do Athletico. Carlos Eduardo recebeu no lado esquerdo da área, em cima de Orejuela. Com categoria ele driblou o zagueiro Rodrigues e chutou no ângulo de Paulo Victor, que nada pode fazer para evitar. Um golaço.

Mas o Grêmio voltou com Pepê no lugar de Everton no segundo tempo, além de apresentar uma proposta mais ofensiva, propondo o jogo. Aos oito minutos, Pepe invadiu a grande área e reclamou de um pênalti ao ser segurado. A arbitragem checou, mas só anotou o escanteio.

Acuado, o time paranaense sentiu a pressão e sofreu o empate com um gol contra de Thiago Heleno, aos 10 minutos. Após escanteio, Luiz Fernando chutou forte em direção à pequena área, onde o zagueiro chegou para salvar, mas a bola tocou nele e entrou.

O gol animou o Grêmio que passou a suar mais a velocidade para incomodar a defesa adversária. Mas não chegou finalizando ou exigindo do goleiro Santos. O Athletico também diminuiu seu ritmo, como que a ficar satisfeito pelo empate.

Mas após um vacilo geral da defesa paranaense saiu o gol da vitória gaúcha. O goleiro Paulo Victor saiu jogando para frente, Diogo Barbosa recebeu e lançou em velocidade a Ferreira. Ele driblou o goleiro Santos e tocou para as redes. O lance levantou dúvida sobre impedimento, mas o gol foi confirmado pelo VAR.

Na última rodada do primeiro turno, o Athletico vai enfrentar o Sport, na Ilha do Retiro, no próximo domingo. O Grêmio receberá o Red Bull Bragantino no dia seguinte, em Porto Alegre. Mas ambos vão jogar antes pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na quarta-feira às 21h30, o Athletico vai duelar com o Flamengo na Arena da Baixada, enquanto na quinta-feira, às 21h30, o Grêmio faz em casa o duelo gaúcho contra o Juventude.

FICHA TÉCNICA

ATLHETICO-PR 1 X 2 GRÊMIO

ATHLETICO-PR – Santos; Erick, Pedro Henrique (Lucas Halter), Thiago Heleno e Abner Vinícius; Wellington (Richard), Lucho González (Jorginho) e Christian; Nikão, Renato Kayzer (Walter) e Carlos Eduardo (Fabinho). Técnico: Bernardo Franco (interino)

GRÊMIO – Paulo Victor; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Bruno Cortez; Lucas Silva (Diogo Barbosa), Darlan, Thaciano, Everton (Pepê) e Luiz Fernando (Ferreira); Isaque (Ruan). Técnico: Renato Gaúcho.

GOLS – Carlos Eduardo, aos 43 minutos do primeiro tempo. Thiago Heleno (contra,) aos 10, e Ferreira, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Flávio Rodrigues de Souza (SP).

CARTÕES AMARELOS – Christian, Abner Vinícius e Nikão (Athletico) Everton (Grêmio).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Arena da Baixada, em Curitiba (PR).