Embalado no saibro, Bruno Soares vai à semifinal em Roland Garros

Por Felipe Rosa Mendes

Embalados no saibro de Paris, Bruno Soares e Mate Pavic venceram mais uma em Roland Garros nesta segunda-feira. Brasileiro e croata derrotaram, de virada, o britânico Joe Salisbury e o norte-americano Rajeev Ram por 2 sets a 1, com parciais de 4/6, 6/4 e 7/5. Os rivais são os atuais campeões do Aberto da Austrália e figuravam como cabeças de chave número três.

O triunfo levou Soares e Pavic às semifinais, com o brasileiro já igualando sua melhor campanha em Paris. O duplista mineiro alcançou a mesma fase em 2008 e 2013. No entanto, vinha com dificuldades no saibro de Roland Garros nos últimos anos. Na temporada passada, foi eliminado logo na estreia. E, em 2018, não passou da segunda rodada.

Formando a dupla cabeça de chave número 7, Soares e Pavic fizeram um duelo equilibrado com os favoritos. Cada parceria teve sete break points na partida, mas a dupla do brasileiro obteve duas quebras de saque, contra apenas uma de Salisbury e Ram, duplistas dos mais experientes do circuito.

Agora, na disputa pela vaga na final, brasileiro e croata podem ter adversários ainda mais complicados pela frente. Eles aguardam o duelo entre os colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, melhor dupla do mundo na atualidade e principais favoritos ao título, e a parceria formada pelo dinamarquês Frederik Nielsen e pelo alemão Tim Puetz.

Campeão do US Open, no mês passado, Soares é o único brasileiro ainda vivo em Roland Garros entre os profissionais. Marcelo Melo, Marcelo Demoliner e Luisa Stefani já foram eliminados nas duplas, assim como Thiago Monteiro, na chave de simples.

OUTROS RESULTADOS – Nas chaves de simples, mais dois avançaram às quartas de final: o grego Stefanos Tsitsipas (5º cabeça de chave) e o russo Andrey Rublev (13º). Eles vão se enfrentar em busca da vaga na semifinal.

Para avançar, Tsitsipas superou o búlgaro Grigor Dimitrov (18º) por 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 7/6 (11/9) e 6/2. Rublev sofreu mais para vencer nesta segunda. Precisou de cinco sets e quase quatro horas em quadra para superar o húngaro Marton Fucsovics, algoz de Thiago Monteiro na terceira rodada, por 6/7 (4/7), 7/5, 6/4 e 7/6 (7/3).

No feminino, garantiram vaga nas quartas a checa Petra Kvitova (7ª) e a alemã Laura Siegemund. A primeira despachou a chinesa Shuai Zhang por 6/2 e 6/4. E a tenista da Alemanha passou pela espanhola Paula Badosa por 7/5 e 6/2. Kvitova e Siegemund agora vão se enfrentar nas quartas de final.