Barraca de Mamulengo: coletivo de bonequeiros de Balneário lança revista nesta segunda

Os artistas e bonequeiros de Balneário Camboriú, Sebastian Marques e Rafaela Peralta, que integram o coletivo Inventor de Sonhos são os responsáveis pela revista Barraca de Mamulengo, que será lançada nesta segunda-feira (21), às 21h, em uma live especial. A terceira edição da Barraca chega ao público depois de 11 anos da última publicação, e em meio a pandemia aparece como um ‘respiro’ e um momento de celebração.

Sebastian Marques explica que publicou as duas primeiras edições entre 2007 e 2009, e agora, 11 anos depois, residindo em Balneário Camboriú, resolveu aproveitar a pandemia de Covid-19 para organizar e publicar a terceira edição da Barraca de Mamulengo, que acabou tendo inclusive apoio internacional – um artista português participou escrevendo um artigo, junto de outros 13 bonequeiros, de diversos estados brasileiros, como Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Pará, Acre e Rio Grande do Norte.

“Crescemos muito e talvez na próxima edição tenhamos até mesmo artigos em inglês. Começou conosco da Inventor de Sonhos, colocando Balneário Camboriú nesse circuito nacional, falamos muito de nossa cidade nessa edição, e agora já é do mundo. Nos preocupamos muito em colocar o nome de Balneário, tanto que temos duas reportagens que tratam do boi-de-mamão, personagem do folclore do nosso litoral e que precisa ser mais lembrado”, diz.

O lançamento será nesta segunda (21) a partir das 21h, com transmissão através do Facebook (clique aqui). Sebastian define que o momento ‘será uma celebração da vida’, lembrando que como não é possível realizar um festival presencial nesse momento, para todos cantarem e dançarem, a ideia é que cada um festeje em sua casa.

“Selecionamos 21 vídeos de um minuto cada, de bonequeiros de todo o Brasil e de Portugal também, e teremos ainda apresentações musicais e de cordel ao vivo. Sabemos que é um momento triste para a humanidade, mas nós artistas vemos que tudo passa e que a superação existe. Os artistas são guerrilheiros do amor, queremos transcender ‘para o outro nível’. Queremos salvar as almas, brincar. Vemos que se todos dermos as mãos, juntos conseguiremos realizar coisas muito grandes”, afirma.

A terceira edição da Barraca de Mamulengo foi escrita por 14 colaboradores e conta com 84 páginas. Ela pode ser conferida através deste link:clique aqui.

“Queremos fazer também a versão física, estamos em busca de parceiros, porque gostaríamos que exemplares circulassem por escolas e universidades, levando a importância do teatro de bonecos, que não é só para o público infantil. É possível montar Shakespeare, nós do Inventor de Sonhos estamos montando um novo espetáculo, para adultos, ‘Ubu! Uma Metáfora Mamulenga’, do dramaturgo francês Alfred Jarry”, completa.