Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Comércio de Balneário Camboriú pode funcionar em dia de eleição

Quarta, 28/9/2016 10:57.

No domingo, 2 de outubro, dia de eleições municipais em todo o Brasil, a abertura do comércio de Balneário Camboriú será facultativa. De acordo com a atual legislação, bem como as resoluções do Tribunal Superior Eleitoral e do Tribunal Regional Eelitoral, além das recentes decisões do Tribunal Superior do Trabalho, o dia da realização do pleito não é considerado feriado, sendo permitida a abertura dos estabelecimentos comerciais, desde que aos trabalhadores sejam proporcionadas efetivas condições para que possam exercer o direito de voto.

Como em Balneário Camboriú, a Convenção Coletiva de Trabalho estabelece a data como feriado, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sincomércio), Hélio Dagnoni, explica que a decisão de abrir ou fechar o estabelecimento fica a rigor dos proprietários dos estabelecimentos. “A decisão vai depender muito dos próprios comerciantes”, acrescenta.

O procurador jurídico do Sincomércio, o advogado Jaime Schappo, lembra que no caso da área de abrangência do sindicato, independentemente do parecer da Justiça, o que vale é o que está definido na Cláusula 15, Parágrafo 9º, da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Nele, ficou estabelecido que os dias em que ocorram eleições em nível federal, estadual ou municipal são considerados feriados para todos os efeitos. “Assim, muito embora possa o comércio funcionar, observado o cuidado para que não haja impedimento para que o funcionário possa votar, o dia de trabalho deve ser tratado como feriado”, reforça o procurador jurídico.

Fonte: Buriti Jornalistas Associados

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Cidade


Saúde

 Cidade é área de atenção e apenas 2.500 tomaram a vacina até agora. Doença pode matar.


Saúde

Lei já obriga SAMU e Bombeiros conduzirem pacientes a hospitais particulares.


Educação

Sistema que fechou dezembro com 276 crianças hoje está com mil.


Publicidade


Geral

O Infiltrado - Um Repórter Dentro da Polícia que Mais Mata e Mais Morre no Brasil


Policia

"A organização criminosa se apoderou do Ministério do Trabalho, ocupando os principais cargos da pasta"


Policia


Cidade

Aulas em Camboriú e no Nova Esperança estão suspensas


Publicidade


Economia


Divulgação

Excelente opção para os micro empreendedores, pequenas empresas e freelancers.


Geral

Conselho Comunitário de Segurança Náutica e Cidadania de Balneário Camboriú


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Comércio de Balneário Camboriú pode funcionar em dia de eleição

Quarta, 28/9/2016 10:57.

No domingo, 2 de outubro, dia de eleições municipais em todo o Brasil, a abertura do comércio de Balneário Camboriú será facultativa. De acordo com a atual legislação, bem como as resoluções do Tribunal Superior Eleitoral e do Tribunal Regional Eelitoral, além das recentes decisões do Tribunal Superior do Trabalho, o dia da realização do pleito não é considerado feriado, sendo permitida a abertura dos estabelecimentos comerciais, desde que aos trabalhadores sejam proporcionadas efetivas condições para que possam exercer o direito de voto.

Como em Balneário Camboriú, a Convenção Coletiva de Trabalho estabelece a data como feriado, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista e Atacadista de Balneário Camboriú e Camboriú (Sincomércio), Hélio Dagnoni, explica que a decisão de abrir ou fechar o estabelecimento fica a rigor dos proprietários dos estabelecimentos. “A decisão vai depender muito dos próprios comerciantes”, acrescenta.

O procurador jurídico do Sincomércio, o advogado Jaime Schappo, lembra que no caso da área de abrangência do sindicato, independentemente do parecer da Justiça, o que vale é o que está definido na Cláusula 15, Parágrafo 9º, da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT). Nele, ficou estabelecido que os dias em que ocorram eleições em nível federal, estadual ou municipal são considerados feriados para todos os efeitos. “Assim, muito embora possa o comércio funcionar, observado o cuidado para que não haja impedimento para que o funcionário possa votar, o dia de trabalho deve ser tratado como feriado”, reforça o procurador jurídico.

Fonte: Buriti Jornalistas Associados

Publicidade

Publicidade