Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Convênio do BC Convention e Acibalc traz juros baixos para empresas do turismo

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Roberta Watzko

Quinta, 31/3/2016 8:09.

A Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú e o Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau firmaram convênio nesta semana com a Caixa Econômica Federal para o APL - Arranjo Produtivo Local de Turismo, que vai beneficiar empresas da região que fazem parte da cadeia produtiva do turismo.

O principal benefício é uma modalidade de crédito com juros de 0,83% ao mês para capital de giro. De acordo com Vilmar Back, gerente regional da Caixa, o papel do banco no arranjo produtivo é ser um agente financeiro, mas além de destinar fundos, também interagir para o desenvolvimento local. “Agora esse polo reconhecido internacionalmente, que contempla Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Itajaí, Navegantes e Blumenau, é também reconhecido pelo segmento do turismo através do Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior”, diz.

Para Ciça Muller, presidente da Acibalc, o DNA da cidade é o turismo, que sempre foi a principal matriz econômica e que possibilitou o surgimento de outras, como a construção civil, por exemplo. “Uma das boas notícias é que o convenio não beneficia somente empresas ligadas diretamente ao turismo, mas também a pequena fruteira que abastece o hotel e o restaurante. É todo o trade, a cadeia produtiva”, afirma.

Para o presidente do Convention Bureau, João Francisco Barão, esse é um momento de transformação para a cidade e para a região, que está investindo no turismo de negócios. “Esse convenio chega no melhor momento, para que as empresas possam investir na sua profissionalização. O empresariado já tem participado de diversas especializações e isso resulta em um amadurecimento de vários setores”, declara. Margot Rosenbrock Libório, vice-presidente do Convention, complementa afirmando que este é um reconhecimento nacional, que formaliza que a matriz é o turismo e eleva a importância de projetos neste setor.

O convenio com a Caixa contou com a parceria do Sebrae e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Sustentável.

Fonte: Na Mídia/Edição Página 3


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade