Jornal Página 3

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Parque Unipraias se tornou lugar de caçada Pokémon

Segunda, 8/8/2016 15:07.

Desde que o jogo Pokémon Go foi lançado no Brasil, os jogadores tiveram que sair de dentro de suas casas para capturar os bichinhos animados e se tornarem “mestres Pokémon”. Isso porque, para jogar, é necessário utilizar a câmara do smartphone e um localizador GPS, que insere os pókemons em cenários do mundo real, através da realidade aumentada. E muitos jogadores tiveram uma bela surpresa ao visitar o Parque Unipraias.

“A partir do momento em que o visitante embarca no bondinho, ele começa a encontrar Pokémons por todo o trajeto, entre as árvores, até o desembarque na Estação Mata Atlântica. Lá em cima, eles estão em muitos lugares, nos mirantes, nas trilhas e nas atrações”, conta o Gerente Geral do Unipraias, Alfredo Kuhn. Ele diz que, seguindo para a Estação Laranjeiras, diversos Pokémons voadores aparecem em meio à mata.

Para a visitante Queren Hapuque, de Recife (PE), o Parque Unipraias é ótimo para explorar e começar a caçada. “São muitos Pokémons interessantes! Só dentro da atração Fantástica Floresta capturei seis Pokémons muito legais”, comemora Queren, que junto com outros três amigos explorava as trilhas do Unipraias com o smartphone na mão. Entre as dezenas de monstrinhos nas atrações do Parque Unipraias, estão o Pokémon-morcego Zubat, o crustáceo Krabby, o esférico Poliwag e o Pokémon voador Nidoran – e este os visitantes afirmam ser muito poderoso, devido ao veneno que emana de seu chifre.

Para aqueles que quiserem visitar o Unipraias – seja em busca de diversão ou de Pokémons – durante o mês de agosto, o parque estará aberto entre os dias 26 a 31. Mais informações sobre o calendário de funcionamento e sobre as atrações do Parque Unipraias podem ser obtidos no site www.unipraias.com.br.

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade



Publicidade


Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade



Publicidade

Página 3

Parque Unipraias se tornou lugar de caçada Pokémon

Segunda, 8/8/2016 15:07.

Desde que o jogo Pokémon Go foi lançado no Brasil, os jogadores tiveram que sair de dentro de suas casas para capturar os bichinhos animados e se tornarem “mestres Pokémon”. Isso porque, para jogar, é necessário utilizar a câmara do smartphone e um localizador GPS, que insere os pókemons em cenários do mundo real, através da realidade aumentada. E muitos jogadores tiveram uma bela surpresa ao visitar o Parque Unipraias.

“A partir do momento em que o visitante embarca no bondinho, ele começa a encontrar Pokémons por todo o trajeto, entre as árvores, até o desembarque na Estação Mata Atlântica. Lá em cima, eles estão em muitos lugares, nos mirantes, nas trilhas e nas atrações”, conta o Gerente Geral do Unipraias, Alfredo Kuhn. Ele diz que, seguindo para a Estação Laranjeiras, diversos Pokémons voadores aparecem em meio à mata.

Para a visitante Queren Hapuque, de Recife (PE), o Parque Unipraias é ótimo para explorar e começar a caçada. “São muitos Pokémons interessantes! Só dentro da atração Fantástica Floresta capturei seis Pokémons muito legais”, comemora Queren, que junto com outros três amigos explorava as trilhas do Unipraias com o smartphone na mão. Entre as dezenas de monstrinhos nas atrações do Parque Unipraias, estão o Pokémon-morcego Zubat, o crustáceo Krabby, o esférico Poliwag e o Pokémon voador Nidoran – e este os visitantes afirmam ser muito poderoso, devido ao veneno que emana de seu chifre.

Para aqueles que quiserem visitar o Unipraias – seja em busca de diversão ou de Pokémons – durante o mês de agosto, o parque estará aberto entre os dias 26 a 31. Mais informações sobre o calendário de funcionamento e sobre as atrações do Parque Unipraias podem ser obtidos no site www.unipraias.com.br.

Publicidade

Publicidade