Jornal Página 3
Política

Prefeitura ainda não divulgou quem o substituirá 


Cidade

Proibição dos fogos barulhentos visa proteção de crianças, idosos e animais. 


Cidade

Vereadores e governo perderam a oportunidade de discutir com a comunidade e melhorar a proposta 


Educação


Cultura

Shows começam às 20h e a entrada é franca


Esportes

Uma nova frente fria passará por SC nesta semana


Esportes

O circuito mostrou que veio para ficar


Esportes

Desempenho não correspondeu e será avaliado em reunião


Política


Publicidade


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

Gripe: veja os pontos de vacinação de BC e quem pode receber

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza começou nesta segunda-feira (17), mas até o dia 21, terão prioridade apenas pessoas com 60 anos ou mais e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais.

Essa decisão considerou os públicos mais afetados pela doença em 2016 e no cronograma de distribuição anunciado pelo Ministério da Saúde.

A vacinação dos demais grupos prioritários inicia no dia 24 de abril.

São eles: crianças entre seis meses e menores de cinco anos, as gestantes, as puérperas - até 45 dias após o parto-, os trabalhadores de saúde, professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e a população privada de liberdade, e os funcionários do sistema prisional.

O Dia D, data da mobilização nacional, acontece em 13 de maio.

A meta do Ministério da Saúde é vacinar, pelo menos, 90% dos 60 milhões de brasileiros que compõem o público-alvo.

Pontos de vacinação em BC

Segundo a prefeitura, as vacinas podem ser aplicadas em todas as Unidades Básicas de Saúde de Balneário Camboriú, além do Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI), Núcleo de Atenção a Mulher (NAM) e Posto de Atenção Infantil (PAI).

“Para aplicar deve-se ter a carteirinha de vacinação em mãos. Para os portadores de doenças crônicas, é necessário levar também uma solicitação do médico”, afirma a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DEVE), Laís Emídio.


Terça, 18/4/2017 9:11.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br