Jornal Página 3
Colunistas
por Saint Clair Nickelle
por Augusto Cesar Diegoli
por Enéas Athanázio
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Caroline Cezar
por Sonia Tetto
Policia

Ele já tinha sido baleado ontem, mas escapou  


Cidade

O clima está tenso entre as forças de segurança há tempos


Policia

 Não é a primeira vez que um guarda municipal armado, fazendo segurança privada fora do expediente, é abordado por PMs.


Justiça

Autores do processo fizeram alegações mentirosas 


Esportes

Lucas Sorín embarca sábado para a China 


Equilíbrio

O assunto ainda rende muitas dúvidas


Cultura

A peça fala sobre meio ambiente e o ingresso é gratuito 


Cultura

A entrada é franca


Policia

Vídeo feito pelos guardas mostra clima tenso em frente à delegacia


Publicidade

Leia a publicação do Convention Bureau 


Tecnologia

A programadora do Página 3 ensina o passo a passo


PF faz megaoperação contra grupo suspeito de roubar cargas em 5 Estados

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma megaoperação deflagrada na manhã desta quinta-feira (10) busca desarticular a atuação de um grupo de empresários e políticos que davam suporte financeiro a roubos de cargas de alto valor em diversas cidades do país.

Cerca de 450 agentes da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Militar de Goiás cumprem 91 mandados, dentre eles, 40 de prisão em cidades dos Estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, e Santa Catarina, além do Distrito Federal. As ações estão centralizadas em Goiás.

A ação desta quinta (10) é um desdobramento da primeira fase da Operação Hicsos que prendeu 104 pessoas em fevereiro e auxilou os investigadores a identificar os financiadores do crime de receptação.

Entre os políticos suspeitos, a PF informou que uma suplente de vereador de uma cidade de Minas Gerais foi presa sob a suspeita de lavar dinheiro para integrantes da organização criminosa. Os policiais identificaram o envolvimento da suplente com o grupo de roubo de cargas após a prisão do marido dela na primeira fase da operação.

Segundo cálculos da PF, o esquema criminoso teria movimentado cerca de R$ 30 milhões. Durante as investigações, os policiais já haviam prendido 30 pessoas e apreendido 15 armas de fogo, 15 veículos e cerca de R$ 500 mil em cargas roubadas.

Os suspeitos, segundo a PF, vão responder na Justiça pelos crimes de roubo qualificado, cárcere privado, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de drogas e receptação.

OPERAÇÃO HICSOS

A primeira fase da operação ocorreu em fevereiro deste ano. Segundo a PF, os criminosos montavam barreiras falsas nas estradas de vários Estados para roubar as cargas.

O grupo avaliava a carga de cada caminhão parado e, quando se deparava com uma de alto valor, anunciava o assalto. Além disso, para facilitar a ação, os criminosos utilizavam equipamentos de alta tecnologia com o intuito de evitar o rastreamento do veículo. 


Quinta, 10/8/2017 9:15.




publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br