Jornal Página 3
Colunistas
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Céres Fabiana Felski
por Carlos Mayer
por Daniele Sisnandes
por Enéas Athanázio
Cultura

Dono do espaço não gostou do desenho


Geral

Operação reuniu multidão em Barra Velha


Esportes

Abertura foi realizada nesta segunfa-feira


Equilíbrio

Em debate resíduos sólidos na região da Costa Brava  


Saúde

Veja a programação do Outubro Rosa e participe


Publicidade


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

'Não se deixem vencer pelo desânimo', diz papa a brasileiros em vídeo

GABRIELA SÁ PESSOA

APARECIDA, SP (FOLHAPRESS) - Esperado no Jubileu de 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, comemorado nesta quinta-feira (12), o papa Francisco tinha "manifestado a intenção", segundo suas próprias palavras, de participar da festa quando esteve na cidade paulista, em 2013.

"Mas a vida de um papa não é fácil", explicou o Santo Padre, em vídeo gravado no Vaticano. A mensagem foi transmitida no início da missa campal, nesta manhã, na área externa do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Em seis minutos, o papa buscou transmitir esperança aos fiéis -são esperados 200 mil nesta sexta-feira (13), número 20% maior do que em anos anteriores.

"A esperança é a virtude que deve permear o coração dos que creem, sobretudo quando ao nosso redor as situações de desespero parecem querer nos desanimar."

"Não se deixem vencer pelo desânimo", disse o papa, que repetiu a frase: "Não se deixem vencer pelo desânimo. Confiem em Deus."

"O Brasil hoje necessita de homens e mulheres cheios de esperança e firmes na fé, que deem testemunho de que o amor manifestado na solenidade e na partilha é mais forte e luminoso que as trevas do egoísmo e da corrupção", disse.

Em seu nome, o Papa enviou o representante do Vaticano no Brasil, dom Giovanni Battista Re. O líder da Igreja também endereçou um presente a Aparecida: uma rosa de ouro, exibida na missa ao lado de uma réplica de Nossa Senhora Aparecida. O presente é uma tradição que ele concede a santuários e personalidades católicas.

Assistiam ao discurso transmitido pelo telão, em área reservada da cerimônia, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e os ministros Gilberto Kassab (PSD) e Antonio Imbassahy (PSDB) -este, titular da Secretaria-Geral de Governo, representando Michel Temer.

O presidente não veio à cerimônia e também gravou um vídeo, divulgado nesta manhã.

VAIAS

Ao serem anunciados pelo padre, Alckmin, Kassab e Imbassahy foram vaiados brevemente pelos fiéis.

A vaia durou poucos segundos, e os sacerdotes logo prosseguiram a cerimônia religiosa, conduzida integralmente por Battista Re.

Além da missa, Alckmin assinará no Santuário a liberação de unidades habitacionais do CDHU em Aparecida. Já Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia e Comunicações, participará do lançamento de um selo postal especial para o Jubileu, acompanhado do presidente dos Correios.


Quinta, 12/10/2017 11:51.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br