Jornal Página 3
Colunistas
por Augusto Cesar Diegoli
por Marcos Vinicios Pagelkopf
por Céres Fabiana Felski
por Carlos Mayer
por Daniele Sisnandes
por Enéas Athanázio
Cultura

Dono do espaço não gostou do desenho


Geral

Operação reuniu multidão em Barra Velha


Esportes

Abertura foi realizada nesta segunfa-feira


Equilíbrio

Em debate resíduos sólidos na região da Costa Brava  


Saúde

Veja a programação do Outubro Rosa e participe


Publicidade


Publicidade

Resort de Balneário Camboriú terá programação especial para crianças e adultos


publicidade

Clayson sai do banco e marca 2 gols em vitória do Corinthians sobre o Coritiba

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O meia-atacante Clayson, 22, salvou novamente o Corinthians. Nesta quarta-feira (11), o jogador marcou dois gols na vitória da equipe sobre o Coritiba por 3 a 1, no Itaquerão, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Assim, o jogador tem quatro gols marcados nas últimas três partidas. Curiosamente, em todas saiu do banco de reservas e balançou a rede na reta final dos jogos.

No empate diante do São Paulo, o camisa 25 marcou aos 33 minutos da etapa complementar. Na igualdade contra o Cruzeiro, ele fez aos 39. Desta vez, os gols foram anotados aos 33 e aos 43.

Com os gols, Clayson fez o Corinthians manter uma boa vantagem na liderança da competição. A equipe soma 58 pontos, contra 47 do Santos, que enfrenta a Ponte Preta nesta quinta-feira (12), no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Em caso de empate, o time dirigido por Fábio Carille poderia ver sua diferença na ponta da tabela, que chegou a ser de 11 pontos após o complemento da 20ª rodada, cair para seis em um triunfo santista sobre a Ponte Preta.

A vitória faz o Corinthians manter uma boa vantagem mesmo com queda vertiginosa que sofreu no segundo turno. Na primeira parte do campeonato, a equipe obteve 82,4% de aproveitamento. Nos últimos oito jogos, o desempenho é de 45,8.

O clube perdeu pontos importantes para clubes que estavam na zona da zona de rebaixamento. Foi derrotado pelo Vitória e Atlético-GO em jogos realizados no Itaquerão.

O cenário parecia que ia se repetir novamente, desta vez diante do Coritiba. Até aos 10 minutos do segundo tempo, o Corinthians empatava a partida por 1 a 1 e só não estava atrás do placar porque o goleiro Cássio fez três excelentes defesas: uma em cabeçada de Cléber e outras duas em chutes praticamente de dentro da pequena área de Henrique Almeida e Tiago Real.

Antes do Coritiba perder essas oportunidades, o Corinthians já tinha inaugurado o placar com o atacante Jô, logo aos 9 minutos, após uma assistência de letra de Jadson. O camisa 10, que vem sendo questionado, não dava um passe para gol desde a sétima rodada, realizada no dia 14 de junho.

Aliás, o Corinthians nem parecia sentir falta dos quatro desfalques: Fagner, Gabriel e Romero, suspensos, além de Pablo machucado. Os substitutos foram Léo Príncipe, Camacho, Marquinhos Gabriel e Pedro Henrique, respectivamente.

A equipe dominou o jogo até aos 30 minutos, quando o Coritiba cresceu, empatou com Henrique Almeida, aos 39, e perdeu as oportunidades de virar o placar.

O Corinthians só voltou a controlar a partida após os 15 minutos do segundo tempo, quando Carille colocou Clayson no lugar de Maycon. Com a mudança, Rodriguinho passou a jogar como segundo volante.

O time alvinegro pressionou o adversário. Wilson salvou o Coritiba em uma cabeçada de Clayson e viu a bola explodir no travessão em um chute de Marquinhos Gabriel.

Quando o jogo caminhava para terminar empatado, apareceu o meia-atacante de 1,70 m. Aos 33 minutos, ele estava na grande área e após um desvio de cabeça de Rodriguinho, dominou no peito e tocou na saída do goleiro. Pouco depois, ele aproveitou o rebote da bola na trave e marcou o terceiro.

CORINTHIANS
Cássio; Léo Príncipe, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Camacho e Maycon (Clayson); Marquinhos Gabriel, Rodriguinho e Jadson (Fellipe Bastos); Jô. T.: Fábio Carille

CORITIBA
Wilson; Léo, Cleber Reis, Werley e Carleto (Willian Matheus); Alan Santos, Matheus Galdezani, Tiago Real (Neto Berola) e Edinho; Rildo e Henrique Almeida. T.: Marcelo Oliveira

Estádio: Itaquerão, em São Paulo
Juiz: Claudio Francisco Lima e Silva (SE)
Cartões amarelos: Marquinhos Gabriel (COR); Carleto, Willian Matheus e Léo (CFC)
Gols: Jô (COR), aos 9 minutos, e Henrique Almeida (CFC), aos 39 minutos do primeiro tempo; Clayson (COR), aos 34 minutos e aos 44 minutos do segundo tempo 


Quinta, 12/10/2017 7:28.


publicidade






publicidade





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br