Jornal Página 3
Coluna
Viagens & Turismo
Por Marcos Vinicios Pagelkopf

Venha Conhecer Santa Catarina

A região turística do Vale Europeu desmembrou 22 dos municípios, formando o circuito turístico "Caminhos do Alto Vale".

Outro dia fui convidado pela Fabiana Dickmann, assessora do Colegiado de Turismo da Associação dos Municípios do Alto Vale do Itajaí (Amavi) e coordenadora do turismo desse circuito, para conhecer os novos roteiros, conheci o primeiro, o Hammônia Gruppe na cidade de Ibirama.

E convido vocês a irmos juntos conhecer o circuito turístico Caminhos do Alto Vale.

Para quem está no litoral, a dica é iniciar pelo Vale Europeu entrando na cidade de Pomerode, fugindo do trânsito da BR 470. Nesse roteiro você vivenciará cultura, arquitetura e gastronomia tipicamente alemã, italiana e polonesa, e claro os mais belos visuais para aquelas fotos inesquecíveis.

Vamos lá.

Chegando em Pomerode conheça o portal e reserve um tempinho para dar um circulada pelo menos no centro da cidade, pode ser de carroça que é um dos atrativos da cidade mais alemã do Brasil, um meio de transporte inusitado que marca as raízes da colonização, vale a experiência.

Próxima parada em Timbó, claro na Taphyoca, para fotos e aquele chopp para quem não está dirigindo, e se bater aquela fome o restaurante da Taphyoca irá te surpreender. Depois do descanso em Timbó pé na estrada, siga sentido a Rodeio, a cidade do Caminhos dos Anjos, das vinícolas e da gastronomia italiana.

Bem ao lado está Ascurra, que também predomina a origem Italiana, parada obrigatória nas vinícolas, a Mondini é no nosso roteiro, localizada na região de Guaricanas, que faz parte do circuito do cicloturismo. Siga as placas, o caminho é a serra da Guaricanas que dá acesso a Ibirama onde é o nosso destino.

No fim da serra já estaremos em Ibirama na região do alto Sillim, ou Rio Sillim, onde tem o restaurante Da Horta para Mesa, a Atafona totalmente movida a água com mais de cem anos de atividades do seu Manfred, e com certeza ir na Ilha da Bromélias que é administrada pela Sarita.

Se seguir a rota, será a hora do café em Ibirama, não deixe de viver essa experiência na ilhas das Bromélias, além da ecologia as dicas da Sarita e do seu Manfred levarão você nos encantos do Caminhos do Alto Vale.

Se você optar por dormir na região tem a opção de conhecer uma pousada sitio, pousada Passold que tem as acomodações e o tratamento que você merece pois o dia foi longo.

No outro dia após conhecer o sitio e saborear das delicias caseiras, os Passold cultivam abelhas e mel, carro chefe do sitio. 

Não deixe de experimentar a cachaça de mel, e claro para quem gosta é só comprar direto da fonte, direto do barril de carvalho envelhecido a décadas.

E aos amantes de adrenalina, ecologia, trilhas e cachoeiras, estamos no lugar certo, mais de 70 cachoeiras, rafting, tirolesa, rappel, formações rochosas, vales e montanhas cobrem toda a região.

Fica a dica: para não se frustrar e deixar de conhecer aquela cachoeira ou aquele determinado local, contrate ou busque informações com um guia.

Venha conhecer.
Venha sentir essas emoções.
Venha viver essas experiências.

 

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 13/10/2016 às 14h14 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade

Caminhos Do Alto Vale

Para quem gostou do roteiro da última visita no circuito Caminhos do Alto Vale e quer conhecer Ibirama, vai aí a dica de um pouco mais da história.

Visite a cidade de Apiúna que é a ultima cidade do circuito Vale Europeu e faz divisa com Ibirama.
É em Apiúna que a Maria Fumaça, no segundo Domingo de cada mês, aquece sua caldeira, e a próxima saída é dia 09.

Venha conhecer. 
Segue a programação para você ir. 
O início do passeio é no centro da localidade de Subida, na cidade de Apiúna.

1ª saída da Maria Fumaça: às 10h. 
2ª saída às 11h 
3ª saída às 14h.

O Almoço pode ser na Estação ou seguir até Ibirama que está a menos de 10 km e saborear as delicias da Oma no Restaurante Ilha das Bromélias. A comida é cobrada por quilo e buffet livre + sobremesa.

Na parte da tarde, siga as instruções da Sarita e do seu Manfredo que irão recepcioná-los e orientá-los a conhecer os mais atraentes recantos que o circuito tem em Ibirama.

Obs: Na grande maioria dos estabelecimentos, não são aceitos cheques e nem cartões de crédito, tanto na Estação como também em Ibirama, vai se acostumando com a ideia que no interior de Santa catarina é no dinheiro, mas tudo que você adquire tem muita qualidade e a simpatia é espetacular por parte dos seus anfitriões.

Como localizar a estação de saída do trem: vindo pela BR 470 - de Blumenau: após Apiúna, siga até o Km 112,5 - vire à esquerda antes da ponte que cruza o Rio Itajaí Açu. Vindo pela BR 470 - de Rio do Sul: passando o trevo de Ibirama, siga por aproximadamente 5 Km, vire à direita e passe pela ponte que acesso à portaria da Usina Salto Pilão. Depois disso, siga por mais 800 metros.

Datas das próximas saídas da Maria Fumaça: 09 de Outubro, 13 de Novembro e 11 de Dezembro. Nota: A ABPF reserva-se o direito de cancelar o evento, sem prévio aviso, caso não houver condições de realização do mesmo.

E para chegar em Ibirama é só seguir a BR 470, no máximo 8 km, logo após a primeira ponte você entra a direita, tem placas de localização no percurso. A Ilha das Bromélias está bem no centro da cidade.

Traga seus amigos e familiares e venha conhecer.
Venha sentir essas emoções e esses sabores.
Isso é Santa Catarina na primavera.

Maria Fumaça contato: 47-3353-6090 / 3644-5077 / 8894-5517 (WatsApp). E-mail: efsc@abpfsc.com.br

Restaurante Ilha das Ilha Das Bromélias, telefone: (47) 3357.2999 / (47) 9947.2484
Endereço: Rua Marques do Herval 421, Ilha das Bromélias, Centro de Ibirama

Sejam bem-vindos.

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 05/10/2016 às 10h25 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade

Dia 27 de Setembro, dia Mundial do Turismo

Hoje é um dia que temos que comemorar. Você meu amigo turista e nós os colaboradores dessa indústria sem chaminé que é o Turismo.

Dia 27 de Setembro, dia Mundial do Turismo.

 

Um dos meus feitos no turismo em Santa Cataria foi a idealização da primeira comemoração ao Dia Mundial do Turismo no Brasil em 2004, na cidade de Balneário Camboriú no Complexo Cristo Luz. O Dia Mundial do Turismo, foi criado em comemoração ao dia da criação do estatuto da Organização Mundial do Turismo em 1980. A primeira vez comemorada oficialmente no Brasil foi nas cidades de São Paulo, Foz do Iguaçu, Rio de Janeiro e Balneário Camboriú.

 

O turismo é a atividade que cresce anualmente, movimentando cada vez mais a economia. O Brasil ainda apresenta números reduzidos no receptivo de turistas estrangeiros em proporção aos seus atrativos. O turismo em Santa Catarina é um dos eixos da economia do Estado: em 2013, foi 12,5% do PIB, e emprega cerca de 130 mil pessoas. Mas infelizmente, só seis cidades do estado são considerados de alto grau de desenvolvimento turístico, Florianópolis, Balneário Camboriú, Bombinhas, Itapema, Joinville e Blumenau.

 

O dado foi obtido por meio de indicadores do Ministério do Turismo, e leva em conta quantidade de empregos, estabelecimentos, visitas nacionais e internacionais em 184 municípios catarinense. Mas igual, vamos comemorar, Santa Catarina respira Turismo. Parabéns a todos os colaboradores dessa Indústria sem Chaminé, a indústria das emoções e dos prazeres.

 

Venha conhecer. Você sendo ou não catarinense, venha viver esse estado de corpo, alma e espirito. Opções não faltam: Praias, dunas, canyons, campos, montanhas, cachoeiras, águas termais, neve, vales, cavernas, cultura, religiosidade, histórias e muita gastronomia espalhados não somente nos 184 municípios mas no Estado todo.

E para finalizar um brinde a você turista, que fomenta a economia da industria do lazer, essa que proporciona qualidade de vida para todos os envolvidos.

Um abraço a todos e vamos viajar!

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 27/09/2016 às 20h41 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade

Business Travel Tour em Balneário Camboriú.

Venha divulgar sua empresa na Capital Catarinense do turismo dia 10 de Outubro de 2016!

A temporada de verão está muito próxima, as festas de outubro estão aí, as praias e os parques aquáticos são os mais pedidos e Balneário Camboriú conjugado com o Circuito Costa Esmeralda são o carro chefe em hospedagens e recepcionam parte dessa grande massa de público que ultrapassa milhões de pessoas.

Balneário Camboriú torna-se nesse período, não somente um receptor, mas também um emissor desses turistas, eu em particular vejo a cidade como uma peneira de clientes “turistas” a título nacional e internacional.

O aumento do público no litoral potencializa também o mercado turístico da região e para colocar sua imagem, a marca do seu comércio, seja uma prestadora de serviços ou não, que queira ser conhecida, divulgada e inserida em uma participação no roteiro desses visitantes que aportam em Santa Catarina de Outubro a Março, venha participar.

Eu estou preparando um tour de negócios para colocar o seu relações públicas ou você comerciante que é da região do Vale Europeu, da Costa Esmeralda e da Grande Florianópolis para estreitar os laços comerciais.

Faremos contatos diretamente com os profissionais que tem ações diárias nessa linha direta de acessos aos turistas e seus coordenadores.

Esse serviço será feito através de um tour de visitas e negócios com diálogos e apresentações dos seus produtos e serviços nas Agências de Viagens, nas Operadoras de Receptivos e nas Transportadoras. Também serão apresentados em confraternização com os gerentes e chefes de recepção dos melhores Hotéis e Pousadas de Balneário Camboriú.
As visitas serão nos estabelecimentos para troca de publicidades e também no café da manhã, no almoço de negócios e happy hour de confraternização.

Veja o roteiro e venha divulgar sua empresa ou seu produto.

Roteiro: Business travel tour em Balneário Camboriú.

Dia 10 de Outubro - Segunda feira.

8:00h - Café com turismo.

9:45h - Início das visitas nas Agências de Viagens de Receptivos.

11:45h - Passeio na Barra Sul e almoço na praia de Laranjeiras com rodada de apresentações.

14:00h - Visita aos melhores e mais conceituados Hotéis e Pousadas de Balneário Camboriú.

17: 45h - Happy hour de confraternização na praia Brava.

Essa ação turística tem o intuito de aproximar e regionalizar o turismo Catarinense e será matéria nas colunas das redes sociais que escrevo.

Ampliando o leque de atrativos para que os turistas possam usufruir e também aguçar a sua vontade de retornar a visita a nossa Santa & bela Catarina.

Participe, usufrua desse filão de clientes.
Mais informações pelo email: euqueroirnessa@gmail.com
Esse trabalho é direcionado para somente 15 participantes.
Inscrições até dia 02/10/2016

 

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 22/09/2016 às 14h42 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade

Conhecendo novos roteiros

Nesses últimos quinze dias conheci lugares que nem imaginava que existiam, e tão próximos de Balneário Camboriú. Me surpreendo como temos atrativos pouco ou não divulgados. Em Camboriú, no roteiro do turismo rural, visitei mais um sítio na região do Braço dos Macacos que tem toda infra estrutura para atender até 200 pessoas.

Na propriedade passa um rio que forma uma pequena cachoeira e para complementar uma charmosa e romântica ponte oval feita de pedras, que nos remete a um clima de paz, sossego e tranquilidade, a harmonia do som dos pássaros e da água corrente com a cor da mata atlântica e lógico com a receptividade e a carisma do proprietário sr. Renato, formam uma composição perfeita para o deleite de um Bon vivant.

Tudo isso regado a um bom vinho e queijo produzido e maturado no sitio pela dona Olga. Esse sitio começará a atender para café colonial a partir de novembro, onde irei apresentar o cardápio e os contatos para reservas, para que você também possa curtir essas emoções.

Continuando minha jornada turística pelo estado, fui conhecer o restaurante Eco Trutas e fizemos a trilha do Morro do Baú em Ilhota, o restaurante serve além de porções de peixes uma deliciosa comida caseira feito no fogão a lenha e servida no tipico astral rural, mesas e cadeiras rústicas com o chão batido.

O restaurante está encravado na Mata Atlântica, córregos, cachoeiras e o visual do Morro do Baú ao fundo completam o conjunto. Os atrativos não param por aí, em Ilhota onde está localizado o Morro do Baú, que foi alvo das divulgações da catástrofe catarinense de 2008, está totalmente restaurado e sublime. Subi a trilha com meus convidados e comprovamos que o Baú está pronto para receber seus visitantes.

Nessa aventura fui acompanhado por um guia local e de atrativos ecológicos e um socorrista do corpo de Bombeiros de Blumenau, que teve o apoio da central, para dar tranquilidade, segurança e confiabilidade aos participantes. Foi espetacular e inesquecível, o Alto Baú tem também a melhor via de rapel para iniciantes da nossa região, mas essas dicas ficam para a próxima visita

E finalmente fui atender ao convite que foi feito a meses pela diretora do mais novo circuíto turístico reconhecido pelo governo federal, que é o circuito Caminhos do Alto Vale, desmembrado do Vale Europeu, Fabiana Dickman.

Visitei uma ilha restaurante, uma Atafona movida água, pontes e túneis da antiga ferrovia, trilhas e atrativos de esporte aventura, tirolesa e o rafting. Essas informações e dicas irei publicar com todos os detalhes que me passaram, desde como ir, onde comer, dormir, o que ver, o que fazer para se divertir e todas as ações que estão sendo produzidas por um grupo de empresários da região. Essas e outras informações irei publicar nessa coluna e nas redes sociais que escrevo...

Aguardem!

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 21/09/2016 às 16h13 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade

Visita na Capital das Nascentes

Essa foi a minha quinta visita na cidade de Alfredo Wagner, visitei anteriormente vários atrativos, pois a capital das nascentes tem opções cênicas, ecológicas, gastronômicas, temáticas, culturais e aventuras ao extremo.

A cidade é rodeada com paredões de rochas que formam um cenário diferente a cada km rodado na região, de um lado Pedras Brancas e do outro lado formações rochosas de Soldados, pirâmides esculturas naturais de formas variadas e espetaculares.

Mas isto já relatei nas últimas visitas, hoje vou apresentar um roteiro elaborado pelos participantes do conselho municipal de turismo da cidade, que nos recebeu e proporcionou dois dias de emoções junto a natureza apresentando e nos mostrando como funciona a ciranda do turismo de Alfredo Wagner.

Para iniciar a nossa visita fomos recepcionados pela representante da secretaria de turismo e cultura Valneide Cunha Campos e pelos membros do conselho que prepararam as boas vindas na Pousada Hinckel que atende com restaurante, hospedagens para casais individuais e famílias.

Depois das apresentações fomos fazer uma trilha ecológica no caminho das Pedras Brancas, e posteriormente conhecer o café do Tarcísio no sitio Pedras Rollantes, um local sensacional. Se você que está lendo essa matéria pretende ir a Alfredo Wagner é obrigado a sentir os sabores e a interatividade com a terra e com a cultura.

Foto Tarcisio - Pedras Rollantes 

Cultura que falo é a intelectual por parte do Tarcísio, e na terra por parte da Rainha das Tangerinas Clemenules, como também do café orgânico com delicias únicas e imperdíveis. E se você estiver passando pela BR 282, visite, faça uma parada, é muito próximo da rodovia e do centro da cidade, fica no bairro Vale do Rio Gelado em Alfredo Wagner.

Dado a dica, prossigo na descrição do roteiro que nos foi apresentado e com certeza se você quiser viver emoções e sentir a natureza com muita diversão siga nossos passos.

Enfim chegamos na Fazenda Pousada Campinho, essa investida e convite veio da proprietária e representante ativa do turismo na cidade dona Eunice Franz Wagner.

Essa estrutura é para atender grupos acima de 8 participantes, lá você vai encontrar além de aconchego, charme e a melhor gastronomia campeira rural da região. A Dani ministra o fogão a lenha e põe em prática receitas inigualáveis.

As hospedagens estão divididas em dois grande chalés, ou melhor duas casas, a das Hortênsias e a Azaleia, elas são totalmente montadas com muito charme, lareira e o aconchego do fogão a lenha, decoradas com enxoval para se usar como se fosse sua fazenda, usufruir do cardápio da Dani e usar o galpão crioulo que é o restaurante que serve os hospedes da Campinho.

Passado a noite na fazenda você já imagina o que vem no outro dia. Inicia com um café totalmente rural feito pela Dani nossa maestra, e com o acompanhamento do meu xará, o Marcos que é capataz da Fazenda. Após cada café da manhã ele apresenta o primeiro atrativo da manhã, cavalgada pelos vales da fazenda, numa trilha que leva a um belveder com uma plataforma que convida a qualquer mortal a não sair dali, só vindo e vivendo para saber o que estou falando.

Outro atrativo da fazenda é o divertido passeio de trator pelas estradas molduradas com hortênsias e de fundo as formações das montanhas com altitude de até 1720 metros e para completar araucárias e muito campos, onde a cobertura é verde derivado dos agricultores na plantação da cebola.

O trator nos leva até uma trilha de 200 metros onde no seu final tem uma cortina de água caindo de uma altura de 90 metros e de fundo uma gruta que era usada pelos índios. E hoje temos a oportunidade de usufruir e admirar como a natureza tem a magia de nos relaxar e nos desligar do mundo exterior.

Outra opção de lazer que nos foi apresentado é o Parque Aquático Saltos das Águas, administrado pela dona Maria e seus familiares. O empreendimento, ou melhor, o complexo proporciona com qualidade e temática um super parque com tobogãs em formas diversificadas, rampas de águas saindo de esculturas em forma de corsários, piratas, pontes pênsil e deques. Será inaugurado mais três novidades de equipamentos que serão apresentados para essa temporada, pois o parque só atende de Novembro a Março, mas está aberto o ano todo atendendo com sua gastronomia.

No parque além da adrenalina nas águas com suporte temático, tem um restaurante e um show a parte, o show das Carpas. Centenas de peixes se acumulam na espera de uma porção de ração, que é vendida para alegrar e descontrair os visitantes após a refeição. No retorno não perca a oportunidade de adquirir os produtos do Delicias da Roça, pães queijos, salames, linguiças, licores, vinhos e artesanatos.

Se você quiser abusar do roteiro, na volta faça uma parada em Santo Amaro da Imperatriz, e delicie-se no banho das águas termais, usadas pela realeza na época do Império. Para fechar com chave de ouro, escolha um dos café coloniais que a cidade imperial tem para oferecer. Para os aventureiros, Santo Amaro tem a dose certa, no rafting e nos esportes radicais, mas isso fica para um outro roteiro.

Venha sentir o que tem de Melhor na Grande Florianópolis além das praias.

 

Sitio Pedras Rollantes  Estrada Geral das Águas Frias km 2,7 - Alfredo Wagner (48) 91899982 / 91010119 / 32761467

Fazenda Campinho - Estrada Geral S/n Lomba Alta - Alfredo Wagner -  (48) 8832-8515 

Pousada Hinckel - Demoras próximo ao parque das Exposições - Alfredo Wagner - (48) 88150973

Delícias da Roça - Trevo principal á Alfredo Wagner, acesso 282. - (48) 88067273

Parque Aquático Salto das Águas - Rodovia SC 350 km2 - Alfredo Wagner - (48) 32761187

Escrito por Marcos Vinicios Pagelkopf, 27/08/2016 às 22h15 | mvpagelkopf@gmail.com

publicidade





publicidade



1 2 3 4 5 6 7 8 9 10





Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br