Jornal Página 3

Mobilidade Urbana BC

 

Saímos das redes sociais e chegamos ao Jornal Página 3 Online.

Há 2 anos, criamos um grupo no Facebook chamado Mobilidade Urbana BC, que tinha a finalidade de discutir políticas de Mobilidade Urbana para Balneário Camboriú, felizmente a aceitação e a repercussão dos assuntos lá discutidos foi muito boa, tanto que recebemos um convite no começo deste ano, para assinarmos esta coluna no Página 3 Online.

O assunto é muito amplo e ao longo de nossas publicações, vocês verão que o tema esta no dia a dia de todos nós, mesmo aqueles que desconhecem o assunto, mais cedo ou mais tarde serão afetados pela falta de Mobilidade Urbana, para isso é necessário discutirmos o assunto e juntos escolhermos um novo caminho a seguir.

A partir de hoje dividirei este espaço com dois amigos, Chaves Júnior (presidente da ACBC - Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú) e Henrique Wendhausen (ex-presidente da ACBC). Este espaço será atualizado no mínimo duas vezes por semana, trazendo assuntos relativos a Mobilidade Urbana, notícias e boas ideias que estão sendo discutidas e implementadas em outras cidades do Brasil e do Mundo.

Porém, antes de discutirmos a Mobilidade de Balneário Camboriú, entendo que é necessário contar um pouco da minha ligação com a cidade, bicicleta e cicloativismo.

Meu nome é Fernando Marchiori, sou advogado, tenho 41 anos, e moro em Balneário Camboriú há 30 anos.

Como todos que vivem aqui, percebi que a cada ano que se passa fica mais difícil me deslocar de automóvel pelas ruas da nossa cidade, foi então que há 4 anos tomei a decisão de mudar a forma de me deslocar até o trabalho. Comprei uma bicicleta, depois de muitos anos só fazendo uso de carro, talvez tenha sido uma das melhores escolhas que fiz nos últimos tempos.

A partir desta data comecei ver a cidade de outra forma, comecei a pedalar pelas ruas que passava pouquíssimas vezes, descobri atalhos, e também muitos lugares, dentre eles lojas, comércios, restaurantes que nunca descobriria se continuasse passando somente de carro.

Descobri ainda que a vida em cima de uma bicicleta passa mais lentamente, do que na loucura do trânsito.
Mas é claro, nem tudo são flores, descobri também as dificuldades que os ciclistas enfrentam diariamente, sol e calor, chuvas e frio, a falta de vias adequadas para trafegar, a falta de interligação entre as vias que existem, a falta de conservação e sinalização das vias existentes, a falta de respeito dos motoristas, motociclistas e também dos pedestres, que na atravessam fora da faixa de segurança, cruzando muitas vezes as ciclovias existentes na cidade, colocando em risco a suas próprias vidas.

Foi assim que há 4 anos me tornei, mais um cicloativista, que nada mais é do que aquele que fazem o ativismo político voltado ao uso da bicicleta como meio de transporte, reivindicando direitos dos ciclistas e sua segurança nas vias públicas, pressionando autoridades para garantirem esses direitos.

Acredito que nestes últimos anos avançamos bastante, principalmente em relação ao ciclismo, devido ao trabalho árduo, incansável e voluntário, de pessoas que fortaleceram a ACBC - Associação de Ciclismo de Balneário Camboriú e Camboriú, e que, assim como eu, lutam pela melhoria constante e progressiva na mobilidade ciclística da cidade.

Creio que possamos avançar muito mais, e entendo que o primeiro passo seria cobrar que nossos governantes cumprissem o que determina a legislação, em especial a Lei 12.587/2012, Lei Nacional de Mobilidade Urbana, em vigor desde 2012, e que sequer teve sua discussão pública iniciada em Balneário Camboriú. Esta lei define regras para que essas políticas sejam definidas, priorizando sempre o meio de transporte coletivo motorizado (ônibus, metrô, trem, etc) ao invés do individual motorizado (carro), bem como a prioridade do meio de transporte individual não motorizado (bicicleta) ao invés do individual motorizado (motocicleta).

A estrada é longa, e corremos contra o tempo, mas tenho a certeza que, com a contribuição de pessoas dispostas a ajudar com ideias, críticas construtivas, ou soluções para os problemas conhecidos, possamos tornar Balneário Camboriú cada dia melhor, não só para nós que escolhemos aqui para viver, mas também para todas as pessoas que nos visitam todos os anos.

Aproveito ainda está primeira coluna para, em nome do Chaves Junior e Henrique, agradecer a confiança depositada em nós pelo Jornal Página 3 e os Jornalistas Waldemar, Marlise e Dani.

Sintam-se à vontade para participar, com críticas e sugestões através deste espaço, por email: moburbanabc@gmail.com ou através do nosso grupo no Facebook: Mobilidade Urbana BC

Até breve.

Escrito por , 11/03/2015 às 16h01 |

publicidade





1 2 3 4 5 6

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br