Jornal Página 3
Coluna
Economia & Negócios
Por Augusto Cesar Diegoli

Economia na Semana

O Brasil melhora
O economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato, em recente visita à Santa Catarina, transmitiu mensagem de alento aos clientes da instituição financeira. Em resumo, falou: 1) as contas externas estão mais favoráveis e o País tem condições de honrar seus compromissos com folga; 2) a aprovação do teto de gastos públicos foi um gesto na direção positiva; 3) hoje, as empresas estão ajustadas à nova realidade; 4) a inflação cairá mais e o poder de compra do assalariado aumentará; 5) a taxa de juros básica Selic vai recuar para 7,5% até o fim do ano; 6) com juros em queda, deve melhorar a situação das empresas endividadas; 7) há alguma recuperação de emprego; 8) há sinais de melhora dos negócios dependentes da cotação do dólar; 9) as vendas de automóveis aumentam; e 10) o PIB, em 2018 vai crescer entre 1,5% e 2,5%.
Schultz contrata
A Schultz está contratando, imediatamente, 100 funcionários para as suas plantas industriais de Joinville. O aumento do quadro de empregados é efeito da melhora dos negócios tanto na unidade automotiva, quanto na de compressores. A Schultz tem hoje 2,4 mil colaboradores.
Abertura aos domingos
Até 500 mil empregos podem ser gerados como consequência do decreto que permite a abertura de supermercados aos domingos e feriados sem ter que negociar com o sindicato. A previsão é da Abras (Associação Brasileira de Supermercados), levando em conta cerca de 80 mil lojas do país e com base em dados de 2016.
Crescimento de Araquari
Com quatro mil vagas criadas desde 2011, Araquari é um fenômeno na criação de empregos em Santa Catarina na década, ocupando o nono lugar no ranking de geração de empregos. Com 34 mil moradores, a cidade vizinha a Joinville tem a 43ª maior população de Santa Catarina. Joinville vinha liderando no Estado até 2015, quando a crise apertou e levou mais de 13 mil vagas. Hoje, a cidade do Norte está na segunda posição no Estado, com 14,4 mil novos empregos criados na década. A liderança está com São José, onde surgiram 19 mil novas colocações nos últimos seis anos.
Leilão da Buettner
Bens da massa falida da brusquense Buettner, que já foi referência no mercado têxtil brasileiro, vão a leilão nesta sexta-feira (1º). São máquinas e veículos inutilizados divididos em lotes que somam R$ 2,89 milhões. A empresa teve a falência decretada em abril do ano passado.
No vermelho
A Teka acumulou prejuízo de R$ 89,5 milhões no primeiro semestre deste ano. No mesmo período de 2016, a operação já havia ficado no vermelho em R$ 75,2 milhões. Foram justamente os resultados operacionais ruins que levaram a Justiça a afastar, em julho, membros dos conselhos fiscal e administrativo da quase centenária indústria têxtil blumenauense, que está em recuperação judicial desde 2012. O Patrimônio Líquido da Teka em 30 de junho é negativo em R$ 1,39 bilhão, ou seja, a empresa está com seu passivo a descoberto neste valor.
Dohler
A tradicional empresa têxtil Dohler, de Joinville, teve vendas líquidas no primeiro semestre deste ano na ordem de R$ 215,0 milhões, contra R$ 207,4 milhões em igual período do ano passado. A empresa encerrou o período de seis meses com lucro líquido de R$ 12,5 milhões. Em junho de 2016, a têxtil encerrou o semestre com lucro de R$ 4,4 milhões. O Patrimônio Líquido (Capital Social e Reservas) da Dohler em 30 de junho soma R$ 523 milhões. A empresa está muito bem capitalizada.
Dr. Aureliano Albuquerque Amorim
Dia 22 de setembro, acontece em Brusque, o VII Secmasc (Seminário de Conciliação, Mediação e Arbitragem de Santa Catarina). Um dos palestrantes para esta data é o doutor Aureliano Albuquerque Amorim, juiz de Direito da 4ª Vara Cível de Goiânia, mestre em Direito Empresarial, pela Universidade de Franca, mestre em Direito dos Negócios, pela Universidade de Barcelona (Espanha), doutorando pela Universidade Autônoma de Lisboa (Portugal), especialista em Administração do Poder Judiciário pela Fundação Getúlio Vargas (Rio de Janeiro), professor de Direito Civil da PUC, em Goiânia, autor do livro Arbitragem e o Poder Judiciário, palestrante da Escola da Magistratura de Goiás e da Escola da Advocacia de Goiás. Sua palestra em Brusque terá como tema: o Novo CPC e os Métodos Alternativos de Solução de Conflitos. O Secmasc acontece no Centro Empresarial de Brusque e as inscrições podem ser feitas pelo site: fecema.org.br/secmasc.
Mais “aluga-se” em Blumenau
Não há na Rua XV em Blumenau um único lugar em que você olhe à frente e para os lados e não veja uma loja fechada. Portas cinzas, grades, portões de enrolar, sujeira acumulada, dezenas de cartas amontoadas, cartazes informando sobre o fechamento e explicando como pagar as contas com a loja que não está mais lá e placas de aluga-se ou vende-se fazem parte da principal rua do Centro da cidade. Conforme levantamento, 29 imóveis estão ociosos na rua de 1,3 quilômetro de extensão, três a mais do que em julho do ano passado e seis a mais do que em 2015.  Há uma lista extensa de possíveis motivos para explicar essa realidade: recessão da economia, preços dos alugueis nas alturas, concorrência com os shoppings, baixa atratividade das lojas, ausência de estacionamentos, comércio de bairros cada vez mais modernos e fortalecidos, facilidade de se comprar quase tudo pela internet sem sair do conforto de casa.
Troco solidário
A loja de Brusque da Havan entregou, na última semana, um cheque simbólico de R$ 38 mil à direção da Rede Feminina de Combate ao Câncer. O valor representa a arrecadação da Campanha Troco Solidário Havan no primeiro semestre do ano. No período, todas as lojas arrecadaram o equivalente a R$ 1,5 milhão e ajudaram 75 entidades pelo país.
Nepotismo à solta
Uma visualizada no Portal da Transparência da Assembleia Legislativa de SC, é um indicativo, só pelos sobrenomes simples e compostos ali dispostos em longas fileiras, dos parentes de deputados, secretários de Estado, desembargadores, juízes, conselheiros, vereadores, prefeitos e afins que ali trabalham. Sobrenomes que cruzados com os listados nos portais do Judiciário, Tribunal de Contas, MP-SC, Executivo e de prefeituras, dão uma ideia assombrosa do quanto a praga do nepotismo está presente na administração pública de Santa Catarina. São milhares de cargos comissionados, de livre nomeação sem concurso e com salários e vantagens nunca inferiores a R$ 5 mil. Centenas embolsam mais de R$ 15 mil mensais. E é evidente que a malandragem esconde outra malandragem: muitos não dão expediente. E não se vislumbra uma saída para controlar o abuso. O assunto pouco repercute na mídia porque renomados jornalistas da ativa em SC tem lá também seus tentáculos, sem nenhum constrangimento.
Na estrada
O grupo brusquense Trama Grupo de Teatro desde o ano passado vem fazendo o maior sucesso com apresentação de “Ao Som dos Teares” e se prepara para percorrer algumas cidades do Estado. A peça é baseada no livro “Tragédia e Mistério na Villa Renaux, o caso criminal que abalou Santa Catraina”, baseado em fatos reais do também brusquense João Carlos Mosimann.
Riovivo
Brusque é a única cidade catarinense que possui estação de tratamento de efluentes integrada, com capacidade para atender efluentes industriais e sanitários. Além da sua estação, o sistema dispõe de uma rede coletora de mais de 40 km, além de receber resíduos através de caminhões. Devido a isso, pode atender, de forma rápida e eficiente, empresas do ramo têxtil (tinturaria, estamparia e lavanderia), químico, metalomecânico, percolados de aterros sanitário e industrial, alimentos, bebidas e laboratórios, entre outros. Além de realizar o tratamento, a Riovivo efetua o monitoramento e controle de qualidade do efluente tratado antes de ser devolvido ao rio Itajaí-Mirim e garante a certificação de seus clientes junto aos órgãos ambientais competentes.
Uniasselvi Brusque
O diretor da Uniasselvi Brusque, Edson Andrade dos Reis, o coordenador do curso de Administração, Rogério Adilson Lana, a coordenadora do curso de Ciências Contábeis, Michelli Mendes, e o professor Luiz Henrique Eccel, receberam o presidente da Fecema (Federação Catarinense das Entidades de Mediação e Arbitragem), Roberto Adam, juntamente com o presidente da CMABQ, para uma palestra sobre os Métodos Alternativos de Solução de Conflitos. Mais de 200 alunos prestigiaram o evento, que teve uma excelente participação dos acadêmicos. A instituição informa que está de “portas abertas” para outros encontros. Todos os alunos receberam material sobre o Secmasc (Seminário de Conciliação, Mediação e Arbitragem de SC) que acontece em Brusque dia 22 de setembro, no Centro Empresarial de Brusque.
Contas do FGTS
Os recursos dos saques das contas inativas do FGTS geraram impacto positivo de R$ 10,8 bilhões nas vendas do comércio varejista, entre março e julho, segundo a CNC (confederação do comércio). O setor do vestuário e calçados, que recebeu mais de R$ 4 bilhões, foi o mais beneficiado.
Impostos recolhidos
Depois de subir em junho, a arrecadação federal voltou a cair em julho e registrou o resultado mais baixo em sete anos, de acordo com a Receita Federal. Foram arrecadados R$ 109,9 bilhões no mês, o que representa uma queda de 0,34% na comparação com o valor de julho de 2016.
Comércio ambulante
O comércio ambulante em Brusque não existe por falta de empregos. É mais profunda a causa. Aqui na cidade existe de tudo sem a mínima fiscalização do poder público, que deve acabar com esse vandalismo comercial. Hoje, há dezenas de vendedores de perfumes espalhados, em grupos, em plena avenida principal. Perfume de procedência ignorada, de qualidade duvidosa, sem fornecimento de nota fiscal e sem pagamento de impostos. Outros ficam no meio da calçada vendendo de tudo, inclusive facas afiadas a céu aberto. Uma afronta ao poder público que nada faz para acabar com esse comércio ilegal, sem contar com os “cachorrões” espalhados por vários locais em pleno centro de Brusque.
Privatização da Eletrobrás
A proposta de privatização da estatal de energia Eletrobrás pode fazer o preço da conta de luz cair para os consumidores, prevê o atual ministro de Minas de Energia. Para especialistas, porém, a conta pode ficar mais cara em um primeiro momento.
Espanha
Inacreditável. O Ministério do Interior da Espanha divulgou levantamento indicando a existência, naquele país, de 4.772 siglas partidárias legalmente registradas. Um porém em relação ao Brasil: os partidos espanhóis não recebem fundo partidário, não têm propaganda gratuita em rádio ou TV e nem outras facilidades.
Juros rotativos
Cinco em cada dez consumidores não conhecem as novas regras dos juros rotativos do cartão de crédito, mostra pesquisa. As mudanças estabelecidas pelo Banco Central entraram em vigor em abril, mas ainda são um mistério para a maioria. Agora, o consumidor que não pagar o valor total da fatura do cartão de crédito só poderá ficar no crédito rotativo por 30 dias, ou seja, no máximo até o vencimento da fatura seguinte. A partir daí, o débito terá que ser quitado integralmente ou poderá ser parcelado em outra linha de crédito que ofereça condição mais vantajosa.
Novíssimo
A MSC Cruzeiros comemorou na última semana a primeira flutuação do navio Seaview, que está em construção na Itália. O novíssimo gigante, de 424 metros, entra em operação em junho de 2018,na costa do Mediterrâneo, e de lá seguirá para o Brasil, para o tour de verão. Balneário Camboriú e Poro Belo já foram incluídas no roteiro para a temporada 2018-2019.

Escrito por Augusto Cesar Diegoli, 01/09/2017 às 13h37 | acdiegoli@gmail.com

publicidade





publicidade








Fale Conosco - Anuncie no Página 3 - Normas de Uso
© Desenvolvido por Página 3

Endereço: Rua 2448, 360 - Balneário Camboriú - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br