Jornal Página 3
Coluna
Dedo na Moleira
Por Waldemar Cezar Neto

O Fabrício pode contar comigo

Não se assanhem rapazes porque ao criticar o prefeito Fabrício Oliveira, como fiz ontem à noite, estou usando a mesma régua que usei com o meu amigo Rubens Spernau e com o meu inimigo Edson Piriquito.

O Fabrício está iniciando seu governo, pegou uma prefeitura esbagaçada por uma gestão corrupta e incompetente e enfrentará problemas, terá erros e acertos.

Até onde sei Fabrício nomeou três ou quatro pessoas que desaprovo e isso é uma insignificância comparado com governos repletos de gente suspeita e desqualificada como esse que tivemos na cidade até uma semana atrás.

O Fabrício é vidraça e jornalistas são pedra, a relação é essa, às claras, sem acertos safados.

Se o Piriquito tivesse jornalistas que desde o início lhe dessem pedradas em vez de pedir empregos e patrocínios a história do seu governo poderia ter sido outra.

Não faltava e não falta gente insuspeita para servir na prefeitura.

O próprio Piriquito, após o fatídico 16 de setembro em que o Gaeco dedetizou a prefeitura, conseguiu recuperar a moralidade em alguns setores. Nomeou Paulo Milton para a administração; deu maiores poderes a Jade Martins, colocou Mário Teixeira no ninho de ratos chamado departamento de compras...

E passou a prestar atenção, muita atenção, ao que aconselhava o Procurador-geral Marcelo Freitas com quem, em silêncio, troquei muitas vezes ideias e acho que ajudei a desarmar certas arapucas.

Hoje o Aderbal Machado publicou que eu sou “fogo amigo” ao criticar o Fabrício.

Pena que o Aderbal, assessor da Emasa no governo Piriquito, não tenha sido fogo amigo, alertado o prefeito que lhe deu emprego para o que ocorria naquela casa de tolerância, por exemplo fraude em licitações.

O Fabrício pode contar comigo sempre, ter a mais absoluta certeza que todas as vezes que eu achar que tem algo errado vou noticiar e reclamar publicamente.

Deixando clara minha queixa: independente da competência técnica ou idoneidade moral sou contra a contratação para a Emasa de funcionários ou ex-funcionários de empresas que prestam ou prestaram serviços àquela autarquia.

Em especial empresas envolvidas ou supostamente envolvidas em coisas erradas.

Escrito por Waldemar Cezar Neto, 05/01/2017 às 11h02 | waldemar@camboriu.com.br

publicidade





publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Fale Conosco - Anuncie neste site - Normas de Uso
© Desenvolvido por Pagina 3

Endereco: Rua 2448, 360 - Balneario Camboriu - SC | Telefone: (47) 3367-3333 | Email: jornal@pagina3.com.br